McDonald’s rejeita “não” de Florença e pede 18 milhões por não poder abrir restaurante

soundpatterns / Flickr

Réplica da estátua de David, de Miguel Angelo, na Piazza della Signoria, em Florença. A original está na Accademia Gallery, e está em perigo.

O McDonald’s não aceita o não da Câmara de Florença, que não lhe dá autorização para a abertura de um restaurante na cidade italiana, e vai processar a autarquia, reclamando uma indemnização de 18 milhões de euros por discriminação.

O desaguisado entre o McDonald’s e a autarquia de Florença começou em Junho passado, quando o presidente da Câmara Dario Nardella rejeitou o projecto da empresa norte-americana para abrir um restaurante na Piazza del Duomo, uma das praças mais centrais e marcantes da cidade.

A decisão foi depois apoiada por uma comissão técnica que tem como missão a preservação do coração histórico de Florença, uma das mais turísticas de Itália e particularmente apreciada pela sua arquitectura gótica e renascentista.

O McDonald’s ainda alterou o projecto, com o intuito de ir ao encontro das exigências da autarquia, mas nada feito.

A Câmara mantém o não e a empresa avança assim com um processo, onde reclama uma indemnização de 17,8 milhões de euros por danos que prevê perder nos próximos 18 anos, por não poder abrir o restaurante.

A gigante da fast-food argumenta que está a ser discriminada e refere que tinha planeado “operar respeitosamente perante as políticas locais, até aceitando introduzir produtos locais típicos” na sua oferta de venda, conforme uma nota divulgada pela BBC.

“Concordamos por completo que a herança cultural e artística e os centros históricos das cidades italianas têm que ser protegidos e garantidos, bem como as tradições e as pequenas lojas históricas, mas não podemos aceitar regulações discriminatórias que lesam a liberdade da iniciativa privada sem serem vantajosas para ninguém”, afiança ainda a McDonald’s, segundo transcrição da BBC.

Mas nada vai fazer mudar de ideias o irredutível autarca Dario Nardella que já vincou bem a sua posição.

“O McDonald’s tem o direito de submeter um pedido porque é permitido pela lei, mas nós também temos o direito de dizer não“, destaca o presidente da Câmara de Florença.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Ao que o mundo chegou…
    Estas grandes empresas do capitalismo selvagem (manhosas e mafiosas) até tem a ousadia de pensar que podem fazer os que lhes apetece em qualquer parte do mundo e, quem lhes fizer frente ainda tem que lhes pagar!!!
    Eu é que lhes dava os 18 milhões…
    Mas a culpa também é da “carneirada” que vai em rebanho “comer” a esse e a outros “restaurantes de estrume” semelhantes!…

RESPONDER

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …

FC Porto já só sonha com o título, mas Amorim não faz vida fácil aos "dragões"

O FC Porto só precisa de empatar com o Sporting CP para ser campeão. Rúben Amorim quer estragar a festa dos portistas, embora não lhe interessem quer acabe por vencer o campeonato. O SL Benfica manteve …

Companhias aéreas e aeroportos arriscam multas até 2 mil euros por cada passageiro sem teste negativo

O Governo clarificou esta terça-feira as regras sobre tráfego aéreo e gestão de aeroportos no quadro da pandemia de covid-19 e estabeleceu o regime sancionatório do incumprimento dessas regras. "Clarificam-se regras referentes ao tráfego aéreo e …

GES já estava falido cinco anos antes de colapsar. Salgado acusado de 65 crimes

O Ministério Público acusa o ex-banqueiro Ricardo Salgado de 65 crimes no âmbito do caso BES. O Grupo Espírito Santo já estava falido cinco anos antes de colapsar. O Ministério Público proferiu, esta terça-feira, o despacho …

De achado a fardo. RDT complica contas do recém-despromovido Espanyol

O ex-Benfica RDT está a complicar as contas da próxima temporada do recém-despromovido Espanyol, uma vez que aufere quase meio milhão por mês e que a descida ao segundo escalão do futebol espanhol obriga a …