Massacre em escola do Brasil faz dez mortos

Sebastiao Moreira / EPA

Um tiroteio numa escola estadual de Suzano, cidade da região de São Paulo, provocou esta terça-feira pelo menos 10 mortos. As motivações dos atiradores, que eram antigos alunos do estabelecimento de ensino, não são ainda conhecidas.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da Policia Militar de São Paulo, oito vítimas foram mortas dentro da Escola Estadual Raul Brasil e outras duas pessoas socorridas não resistiram e morreram no hospital.

Entre as vítimas mortais estão cinco estudantes menores, uma funcionária da escola, coordenadora, adianta a Agência Brasil. Segundo a mesma agência, o ataque foi “meticulosamente organizado”.

A Polícia Militar confirmou que há pelo menos 17 feridos, dos quais 10 foram transportados para os hospitais cidade. O tiroteio aconteceu por volta das 09:40 (12:40 em Lisboa), segundo relatos de vizinhos à imprensa local.

Além da polícia e bombeiros, o governador do estado de São Paulo, João Dória, está no local. “Estou muito impactado com o que eu vi aqui nesta escola, uma cena muito triste (…) Vim prestar solidariedade às vítimas, aos pais e familiares destes alunos e destas funcionárias e, também, dos homicidas”, disse o governador.

O coronel da Polícia Militar Marcelo Salles descreveu que estiveram envolvidos dois atiradores.”Antes de entrar na escola atiraram contra o proprietário de uma lava-rápido [de automóveis] aqui na frente. Este senhor [atingido] está sendo submetido a uma cirurgia num hospital. Eles entraram encapuzados na escola e atiraram nos alunos que estavam no pátio e em duas coordenadoras da escola”, disse o coronel Marcelo Salles.

O oficial acrescentou que depois dos disparos, os dois atiradores suicidaram-se no corredor da escola. Marcelo Salles também disse que foram feitas buscas dentro da Escola Estadual Raul Brasil, porque foram encontrados artefactos que podem ser explosivos.

Segundo avança o portal brasileiro G1, os dois atiradores eram ex-alunos da escola de São Paulo e acabaram por morrer no local depois do tiroteio.

A mesma fonte avança, e ao contrário do que adiantou a polícia brasileira, que atirador mais novo, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, matou o mais velho, Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Guilherme Taucci Monteiro suicidou-se de seguida.

Na sua conta de Facebook, Guilherme Taucci Monteiro publicou no dia de ontem cerca de 30 fotografias, usando uma máscara de caveira, armado e fazendo sinais ofensivos.

A polícia não sabe ainda as motivações que levaram ao ataque. “É a grande busca no momento, saber qual foi a motivação dos antigos alunos“, disse o  secretário de Segurança Pública do estado brasileiro de São Paulo, João Pires de Campos.

Ataque seria evitado se professores tivessem armas, diz senador

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, prestou esta quarta-feira condolências aos familiares das vítimas do tiroteio que ocorreu numa escola de São Paulo, classificando o ato de “monstruosidade e covardia sem tamanho“.

“Presto as minhas condolências aos familiares das vítimas do desumano atentado ocorrido hoje na Escola Professor Raul Brasil, em Suzano. Uma monstruosidade e covardia sem tamanho. Que Deus conforte o coração de todos”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

Também o ministro da Educação do Brasil, Ricardo Vélez, se manifestou acerca do tiroteio, referiu que se irá deslocar a Suzano. “Crianças e jovens são o bem mais precioso de uma nação. É inadmissível que sofram qualquer tipo de violência. O ambiente escolar deve ser sagrado. Ainda hoje, estarei na cidade de Suzano”, declarou o governante.

O senador Major Olímpio e líder do partido do PSL-SP disse que as mortes dese tiroteiro poderiam ter sido evitadas caso um professor ou policial reformado estivesse armado dentro do estabelecimento de ensino.

“Se houvesse um cidadão com uma arma regular dentro da escola, professor, um servente ou policial aposentado que trabalha lá, poderia ter minimizado o tamanho da tragédia”, disse o político esta teça-feira, enquanto discursavana Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), citado pelo O Globo.

“Episódios desta natureza têm de ser enfrentados, sim. Mas, se há arma neste país hoje na quantidade que se quer, o menor é o 007, tem licença para matar”, rematou o senador.

Major Olímpio deixou ainda críticas a todos os que associaram as mortes nesta escola em Suzano ao decreto de Bolsonaro que expandiu o direito à posse de armas.

“O decreto do Bolsonaro simplesmente garantiu posse legítima, não é nem porte, o porte nós vamos votar depois, é a segunda etapa em relação a isso que foi tirado do direito de defesa do cidadão. E a população quer isso mesmo, e a população botou o Bolsonaro como Presidente da República para ser um impulsionador de garantias para o cidadão”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. As armas só deveriam existir nas mãos de forças de segurança e o mundo está completamente à deriva, não há praticamente filme que não seja violento, video-jogos vão no mesmo caminho, religiões inventadas ao gosto de qualquer louco e algumas bem antigas seguem o mesmo rumo, portanto os valores humanos estão cada vez mais esquecidos e espezinhados em nome de libertinagem ou prazeres de qualquer maníaco e tudo é permitido.

RESPONDER

Se quer um coração saudável, desligue a televisão e tome um bom pequeno-almoço

É conhecida como a refeição mais importante do dia e não é por acaso. Os hábitos de vida que seguimos diariamente têm um impacto direto na nossa saúde vascular. Numa investigação recentemente apresentada na reunião anual …

Determinada temperatura das bebidas que aumenta risco de cancro

Cientistas da Universidade de Ciências Médicas de Teerão publicaram novas provas sobre a relação entre o consumo de bebidas quentes e o cancro do esófago. De acordo com o estudo publicado na revista International Journal of …

Descobertos 83 buracos negros supermassivos no Universo inicial

Astrónomos do Japão, de Taiwan e dos EUA descobriram 83 quasares alimentados por buracos negros supermassivos no universo distante, numa época em que o Universo tinha menos de 10% da sua idade atual. "É notável que …

Joy Milne consegue cheirar a doença de Parkinson antes de ser diagnosticada

Atualmente, não existe nenhum teste diagnóstico definitivo para o Parkinson, mas isso pode mudar graças a Joy Milne, uma mulher que consegue detetar a doença antes que os sintomas apareçam. Parece demasiado bizarro para ser verdade, …

Filho de José Eduardo dos Santos libertado da prisão. Estava preso desde setembro de 2018

O antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos, que se encontrava em prisão preventiva desde 24 de setembro de 2018, encontra-se já em liberdade, disse hoje à agência Lusa fonte oficial. A …

Naufrágio no Nilo é a primeira prova de que Heródoto não estava a mentir sobre os barcos egípcios

Um navio naufragado encontrado no rio Nilo pode ter permanecido inalterado durante mais de 2.500 anos. Agora, está finalmente a revelar os seus segredos: cientistas pensam que este navio revelou uma estrutura cuja existência tem …

A gravidade influencia a maneira como tomamos decisões

Todo e qualquer organismo vivo na Terra evoluiu a longo de milhares de anos sob um campo gravitacional constante, com a gravidade desempenhando um papel fundamental no comportamento e na cognição humana. Um estudo recente publicado …

"Atentado" na Disneyland Paris era apenas uma avaria nas escadas rolantes

Por volta das 21h00 em Paris, produziu-se um movimento de pânico na Disney Village, no parque de diversões francês da Disney. Rapidamente se multiplicaram mensagens sobre um "atentado". Ao jornal belga DH, uma fonte afirmou que …

Cientistas alargam limites físicos do grafeno

Até onde vão os limites físicos do grafeno? Uma equipa de cientistas do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), em Braga, respondeu a esta questão e desafiou-os. Uma equipa de investigadores dos Departamentos de Materiais Quânticos …

Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais. Agora, Geller deixa um aviso a Theresa …