Massacre de Nanjing inscrito na Memória do Mundo da UNESCO

Moriyasu Murase, 村瀬守保 / Wikimedia

Corpos de vítimas do massacre de Nanjing junto ao rio Qinhuai, 1937

Corpos de vítimas do massacre de Nanjing junto ao rio Qinhuai, 1937

Documentos relacionados com o massacre de Nanjing, uma ofensiva militar japonesa que Pequim diz ter matado 300.000 pessoas em 1937, foram inscritos na sexta-feira no programa Memória do Mundo da UNESCO.

A decisão surgiu após um processo de dois anos, numa reunião com especialistas da UNESCO que estudaram acontecimentos relativos a 40 países. Um total de 47 novas inscrições foi acordado na reunião, que decorreu nos Emirados Árabes Unidos.

O massacre de Nanjing, também conhecido como a Violação de Nanjung,é um tema particularmente sensível nas relações entre o Japão e a China, com Pequim a acusar Tóquio de nunca ter sido capaz de se redimir dessas atrocidades.

Os militares japoneses invadiram a China nos anos 1930 e os dois países estiveram em guerra entre 1937 e 1945, quando o Japão foi vencido na II Guerra Mundial.

A China afirma que 300.000 pessoas morrerem nas seis semanas de matanças, violações e destruição após a entrada dos japoneses em Nanjing, apesar de alguns especialistas estrangeiros defenderem que o número de vítimas foi inferior.

O historiador da China Jonathan Spence, por exemplo, estima que 42.000 mil soldados e civis tenham sido mortos e 20.000 mulheres violadas, muitas das quais acabariam por morrer.

No Japão, muitos contestam esta versão. Em fevereiro, um executivo da emissora pública NHK negou o massacre, apelidando a informação sobre este acontecimento de “propaganda”.

A posição oficial do Japão é de que “a morte de um vasto número de não-combatentes, as pilhagens e outros atos ocorreram”, apesar de acrescentar que “é difícil determinar” o número correto de vítimas.

O programa Memória do Mundo, iniciado em 1992, tem como objetivo preservar a herança documental da humanidade, e inclui atualmente 348 documentos e arquivos vindos de países de todo o mundo.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …