Máscara na rua vai deixar de ser obrigatória a partir de segunda-feira

Enric Fontcuberta / EPA

As máscaras vão deixar de ser obrigatórias na rua a partir da próxima segunda-feira. O PS não vai propor no parlamento a renovação da obrigatoriedade do uso de máscara nos espaços públicos exteriores, diploma cuja vigência cessa no próximo domingo, dia 12.

“A nossa posição é inteiramente coincidente com a da Direção-Geral da Saúde (DGS). Face à atual situação epidemiológica do país, não defendemos a obrigatoriedade do uso da máscara nos espaços exteriores”, declarou fonte da bancada do PS.

O líder parlamentar do PSD, Adão Silva, diz que o partido “vê com bons olhos que a atual lei não seja renovada, salvaguardando-se as recomendações da DGS”.

O diploma que se encontra em vigor sobre a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços públicos foi promulgado pelo Presidente da República a 11 de junho, por um período de 90 dias.

Segundo o documento, é obrigatório o uso de máscara (que não pode ser substituída por viseira) aos maiores de dez anos, para o acesso, circulação ou permanência nos espaços e vias públicas “sempre que o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde se mostre impraticável“.

“A opinião da DGS é a dos cientistas e da ciência. O risco de transmissão ao ar livre é muito menor, e com 85% da população previsivelmente vacinada com duas doses, a circulação do vírus será muito menor”, admitiu a diretora-geral da Saúde. Ainda assim, considera que será “de muito bom tom andar sempre com uma máscara”.

António Lacerda Sales realçou que “muito provavelmente entre a terceira e a quarta semana de setembro” haverá “uma tendência para a flexibilização desta medida”. No entanto, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde acredita que os portugueses vão continuar a usar máscara durante o inverno, independentemente do que disser a lei.

“Além daquilo que é a lei, há sempre o bom senso. Estou convencido que muitos de nós, com esse bom senso, em determinadas situações, em aglomerados ou ambientes fechados, vamos continuar a usar máscara durante o inverno”, disse Lacerda Sales, citado pelo DN.

Relativamente à administração da terceira dose da vacina contra a covid-19, António Lacerda Sales sugere que são precisos mais dados antes de tomar uma decisão.

“Na semana passada foi emitido um comunicado conjunto do EMA e do ECDC no sentido de se dizer que são necessários dados mais robustos do ponto de vista científico para se poderem tomar decisões acertadas. Neste momento aguardamos para tomarmos depois a decisão”, salientou.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

    • Anuncio ambíguo . Na mente de muitos, vão levar a letra o fim da obrigatoriedade qualquer que seja a situação na rua, com agrupamentos ou não !….já que presentemente o uso de mascara na rua não é obrigatório na ausência de agrupamentos !

  1. Na Inglaterra devido ao aumento de casos parece que a lei faz marcha atrás e volta a máscara a ser obrigatória na rua, por cá iremos ver!

  2. Uma grande parte das pessoas já não a usava……publicamente, mesmo em ajuntamentos.
    Há pessoas que nem querem saber, nem de regras , nem de leis, nem de nada.

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …