/

Mário Soares vai dar nome a uma rua na Covilhã

6

José Sena Goulão / Lusa

O ex-presidente da República e ex-líder do PS, Mário Soares

O antigo Presidente da República Mário Soares vai dar nome a uma das ruas da Covilhã, numa homenagem que integra as comemorações do 25 de Abril naquela cidade do distrito de Castelo Branco.

O programa preparado por esta autarquia, que é presidida pelo socialista Vítor Pereira, prolonga-se dos dias 22 a 26 de abril e inclui arruadas, conferências, exposições, visitas, inaugurações e a habitual sessão solene.

Segundo a informação do município, as comemorações têm início no dia 22, com uma homenagem aos trabalhadores do Município e da Águas da Covilhã que se aposentaram no último ano. No mesmo dia, às 18h30, na Tinturaria, terá lugar a conferência “Construir a Liberdade?”, por Antonieta Garcia.

Já no dia 23 de abril, às 14h30, será inaugurado o Miradouro Varanda dos Carqueijais, seguindo-se a visita e inauguração dos percursos pedestres Rota do Granito e Rota da Varanda dos Pastores.

Para as 17h está marcada a sessão pública de apresentação do Plano de Ação da Candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da UNESCO na área do Design, que também será transmitida em streaming, seguindo-se, às 20h, a “Arruada Literária pela Liberdade: Poemas de Abril”, nas vozes de atores da ASTA, da Quarta Parede e do Teatro das Beiras.

No dia 24, as comemorações começam às 10h, com uma visita às obras da Estrada do Porsim/S. Jorge da Beira, seguindo-se, às 11h30, uma visita à obra “Welcome Center — Casa de Apoio dos Moinhos, em Sobral de S. Miguel.

Para as 14h30, está marcada uma visita a Cortes do Meio, que passará por algumas das intervenções realizadas naquela freguesia, estando também previsto o lançamento da primeira pedra das obras de ampliação do cemitério.

Às 16h, será realizada uma visita às obras do Mercado de Unhais da Serra, seguindo-se, às 17h30, uma homenagem a antigos autarcas da União de Freguesias de Covilhã e Canhoso com um descerrar de placas e a realização de pequena cerimónia, com entrega de lembrança a todos os ex-presidentes ou familiares.

Às 22h terá lugar uma “Arruada da Liberdade”, que é organizada pela União de Sindicatos e pela Banda da Covilhã. Meia hora depois, na Praça do Município, será projetado um vídeo alusivo à exposição “Suspensão em Movimento”, de Luís da Cruz.

Já no dia 25 serão transmitidas via online as “Canções de Abril” interpretadas pelas Adufeiras do Paul, Banda da Covilhã, Conservatório de Música da Covilhã, Coro Misto da Beira Interior e EPABI — Escola Profissional de Artes da Beira Interior.

O içar das bandeiras e a sessão solene da Assembleia Municipal decorrem a partir das 10h30, seguindo-se a inauguração do Centro de Inclusão Social. Às 15h será realizada uma visita ao Centro de Inovação Empresarial, seguindo-se a visita ao Pátio dos Escuteiros.

O descerramento de placa alusiva a Mário Soares, a quem foi outorgado o nome de uma rua da cidade está marcado para as 18h, com a presença do filho, João Soares.

As comemorações terminam no dia 26, com uma visita às obras da Escola Secundária Frei Heitor Pinto e com a inauguração da exposição Suspensão em Movimento, de Luís da Cruz, na Galeria António Lopes.

  // Lusa

 

6 Comments

  1. Falta de imaginação do Município da Covilhã, ou miopia social e política?
    Afinal, que fez este homem. em defesa dos interesses dos covilhanenses, de Portugal e dos portugueses? O que melhorou durante os seus mandatos? Portugal ficou melhor, mais rico, mais justo, mais independente depois destes mandatos? NÃO.
    Devemos reconhecer e “pesar” o que de bom e mau foi feito por estas personalidades. Se o saldo se inclinar para o lado do prejuízo, da táctica política, dos esquemas ultra-habilidosos e de uma certa forma de vender, alugar, empenhar, submeter um país a interesses alheios, então a resposta está dada.

    • Não sei se o José leu a notícia mas o que lá diz é que Mário Soares VAI DAR nome a uma rua na Covilhã. Não é se alguém concorda ou discorda com isso. Claro que tem direito a dar a sua opinião mas, tem a consciência de que isso não altera uma decisão já tomada?..

      • Nem pretendo alterar o que quer que seja, mas custa ver decisões que não teem acolhimento no pensamento colectivo.

  2. Com tantos Portugueses que realmente o mereceriam, e vão dar o nome de quem pisou a bandeira de Portugal e muito pior…

    Profundamente lamentável e revoltante!!!!

  3. São este tipo de títulos de uma entrada em matéria de um artigo, que me fazem sorrir ou mesmo deixar perplexo !… Mario Soares, não vai dar nada a ninguém, nem sei se concordaria se estivesse vivo com esta homenagem. É sim uma proposta do Município com acordo de Familiares do defunto que se vai realizar.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.