“Cansado, mas não desiludido.” Marinho e Pinto é cabeça de lista do PDR às europeias

Homem de Gouveia / Lusa

Marinho e Pinto

Marinho e Pinto é o cabeça de lista do PDR às eleições europeias. O antigo bastonário da Ordem dos Advogados concorre agora pelo Partido Democrático Republicano, que fundou, apesar de ter dito por diversas vezes que não se voltaria a candidatar.

O Partido Democrático Republicano (PDR) entregou esta segunda-feira a lista de candidatos às eleições europeias no Tribunal Constitucional, encabeçada pelo eurodeputado Marinho e Pinto, assentando o programa na necessidade de refundar a União Europeia e aproximar os povos das instituições.

Marinho e Pinto foi eleito nas últimas eleições europeias de 2014 para o Parlamento Europeu pelo MPT – lista que foi a surpresa da noite eleitoral e conseguiu dois mandatos -, mas, entretanto, abandonou este partido e fundou o PDR, em 2014.

Depois de entregar as listas no Tribunal Constitucional, Marinho e Pinto apresentou, na sede do partido, em Lisboa, as linhas gerais do programa eleitoral que está em preparação para as europeias de 26 de maio, que “assenta numa ideia de renascimento europeu” porque “é necessário refundar a União Europeia”.

As propostas que o partido apresenta “são basicamente as mesmas” que o MPT fez em 2014, “apuradas pelo conhecimento” que, entretanto, adquiriu no Parlamento Europeu. “Eu sou considerado no Parlamento Europeu o terceiro deputado português mais produtivo, já fui o segundo durante muito tempo e agora fui ultrapassado”, frisou Marinho e Pinto.

Aquilo que Marinho e Pinto gostaria era que os portugueses tivessem conhecimento do trabalho que fez e o pudessem avaliar. “Que pudessem escolher em consciência e não fazer as escolhas com base numa sobredosagem de informação sobre uns partidos e um défice de informação acerca de outros”, confessou.

Confrontado com as críticas que fez às instituições europeias e o facto de agora se recandidatar, o eurodeputado garantiu: “eu estava cansado, mas não estava desiludido com a União Europeia”. “Ao fim de um mandato de cinco anos a fazer viagens de avião todas as semanas de ida e volta eu estava cansado e estou cansado e manifestei e pedi até ao próprio partido que arranjasse outro candidato”, confidenciou.

No entanto, segundo Marinho e Pinto “o partido e os órgãos do partido entenderam” que deveria ser ele o candidato e, portanto, aceitou. “Nós queremos deputados que pensem pela sua cabeça e atuem com independência e com liberdade no Parlamento Europeu e não autómatos ou robôs que fazem e dizem aquilo que uns ‘big brothers’ à distância lhe mandam fazer ou dizer”, criticou.

Marinho e Pinto escusou-se sempre, apesar da insistência dos jornalistas, a traçar metas eleitorais uma vez que “o objetivo é apresentar ideias e trazer ideais novas” para se aproximar “os povos das instituições democráticas europeias”. “É uma lista paritária, tem 15 homens e 14 mulheres e, portanto, é uma lista que cumpre os imperativos legais e também cumpre objetivos deste partido que são a igualdade”, disse.

Na opinião do eurodeputado, “é preciso que o projeto europeu se aproxime dos povos europeus, possa ter uma componente mais democrática, uma maior proximidade em relação aos interesses e objetivos dos povos da Europa”.

“Para isso é necessário fazer mudanças no funcionamento dos órgãos da União Europeia. É preciso que o Parlamento Europeu seja um verdadeiro parlamento, ou seja, uma instituição parlamentar em que os seus membros, os deputados, tenham iniciativa legislativa, possam apresentar projetos e propostas de lei”, propôs ainda.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este foi para a Europa porque concluiu que não conseguia viver com 5 mil euros em Lisboa. Vai daí encheu-se com mais de 15 mil euros por mês em Bruxelas. Não lhe reconheço lá nenhum trabalho. Se é que trabalha. Mais um zero à esquerda.
    É por estas e por outras que quando vão votar devem pensar muito bem em quem.

RESPONDER

CSD tem a "chave" da geringonça açoriana (mas ainda não sabe de que lado vai ficar)

Os Presidentes do PSD e do PS já se reuniram com o líder regional do CDS, Artur Lima. O dilema é entre suportar um executivo PS ou integrar uma coligação à direita. A decisão dos …

Professores "desenrolam" queixas em frente do parlamento (e pedem saída do ministro)

Dirigentes da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) colocaram esta quinta-feira grandes faixas com reivindicações junto da Assembleia da República e criticaram o ministro da Educação, que tem que “ir embora”. “Quem não sabe ter uma atitude …

Iniciativa Liberal quer retirar "carga ideológica" da Constituição

A Iniciativa Liberal vai apresentar um projeto de revisão constitucional com uma primeira parte dedicada a retirar "carga ideológica à Constituição", clarificando, por exemplo, que serviços públicos de saúde e educação podem ser prestados pelo …

Urgência do Hospital Santa Maria está a chegar ao limite

A urgência dedicada aos casos suspeitos de covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, reflete a evolução da pandemia em Portugal com doentes a avolumarem-se à porta para realizar o teste e no interior a …

Novo Banco. BCP garante que não faz "favores a ninguém" ao emprestar dinheiro ao Fundo de Resolução

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse ontem que o banco não faz "favores a ninguém" ao entrar no empréstimo de 275 milhões de euros da banca ao Fundo de Resolução, que posteriormente financiará …

Máfia italiana "lavou" milhões de euros ganhos com fundos europeus na Madeira

Uma das mais violentas máfias de Itália, a Società Foggiana, utilizou a Madeira para branquear mais de 16 milhões de euros obtidos com um esquema de burla à União Europeia (UE). Em causa estão fundos comunitários …

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden ainda à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …

"Estranho, muito estranho". Ana Gomes comenta morte do marido de Isabel dos Santos e é criticada

O empresário congolês Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu no Dubai, durante a prática de mergulho. Uma morte prematura aos 48 anos que leva Ana Gomes a comentar o assunto como "estranho", "muito …