Marinho e Pinto: 4.800€ não permitem padrões de vida muito elevados em Lisboa

RTP / Flickr

Ex-bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho e Pinto, eleito eurodeputado pelo MPT

Ex-bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho e Pinto, eleito eurodeputado pelo MPT

“O salário dos deputados não é digno”, diz Marinho e Pinto, o euro-deputado eleito pelo MPT que anunciou recentemente a criação de um novo partido, em entrevista à Renascença  esta terça-feira.

O ex-bastonário da Ordem dos Advogados diz na entrevista que “os deputados recebem pouco e não devem ganhar menos que os 10 salários mínimos do bastonário” da Ordem dos Advogados, ou seja, 4.800 euros líquidos mensais.

“Ainda assim, os 4.800 euros não permitem ter padrões de vida muito elevados em Lisboa”, diz Marinho e Pinto, que anunciou recentemente a intenção de abandonar o Parlamento Europeu para se candidatar nas Eleições Legislativas em Portugal.

“Eu ganhava mais quando exercia a profissão de advogado, bem mais. Mostrei documentos na campanha eleitoral. As minhas declarações de IRS eram muito superiores quando era um simples advogado e jornalista”, diz o agora político.

Marinho denuncia que o Movimento Partido da Terra (MPT), pelo qual foi eleito eurodeputado, está ao serviço dos seus dirigentes e não tem a dimensão nacional de que precisa para concretizar as suas ideias.

Ainda na mesma entrevista, Marinho e Pinto diz-se um homem de esquerda, mas considera que essas distinções não existem hoje em Portugal. Para o eurodeputado,  é “díficil fazer entendimentos políticos” com António Costa, responsável por um “tumulto no PS“.

Questionado sobre se tenciona permanecer até ao fim da legislatura caso seja eleito para a Assembleia da República, Marinho e Pinto é peremptório.

“Está a pedir-me que vire profeta”, diz.

ZAP

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Este sr. é mesmo incongruente. Ainda há semanas afirmou que o salario de deputado europeu de 6.000 € é uma barbaridade, agora vem dizer que um salario de 4.800€ p/ deputado em Portugal é muito pouco?? Não mencionas as benesses todas que têm que c/ elas ultrapassam os 6.000€ deputado europeu. Outro que é igual ou pior que todos eles que por lá passaram. Tudo que é advogados na politico é tudo igual, quando lá estão só coçam p/ dentro. e depois hoje dizem uma coisa amanha dizem outra. Não de pode confiar neste tipo de gente!!

  2. O Senhor Dr. Marinho Pinto,

    Quer seja em Lisboa ou noutro sitio qualquer de Portugal, esse salario é absolutamente milionario, comparado com colegas que tenho a trabalhar ha mais de 20 anos a ganharem o salario minimo, MAS PAGANDO IMPOSTOS E TUDO!!!!!!!!!!!!
    Gostava de receber os seus comentários, enquanto não pertence a nenhum partido

    Obrigada
    MLuisa

  3. Uau. 4.800 euros é curto. Eu também acho, principalmente agora aos 54 anos que passei a estar a recibo verde e a ganhar 1.000.
    Não há maneira de exportarmos estes hipócritas para a lua, Marte, convém ser para bem longe se não eles voltam.
    Quando era advogado, diz ele, ganhava muito mais, claro com as desgraças dos outros.

  4. Não será erro tipográfico? Ele devia querer dizer 480 € ! Se 4.800 €, é mais um, digno do povo que temos se for votado. É que os povos têm aquilo que merecem.

  5. Ainda depositava uma certa confiaça neste tipo… mas…. não é que este f.d.p. é igual a todos os outros. Oh, meu grande filho da mãe, então e quem tem 300 euros de reforma como é que vive. Vai mas é trabalhar.

  6. para politico/gatuno/malandro, acho que está a andar depressa demais. alguém deixou em Bruxelas, na cadeira que lhe destinaram, alguns apontamentos de como enriquecer à pála dos papalvos que votam neles. porque mal lá chegou ficou logo como eles. são todos iguais.

  7. Alguém que explique a este Senhor que há gente honrada e a viver com honra em Lisboa com 10 vezes menos do que os 4800 euros, não bebem whisky , nem estão tão obesos e anafados quanto ele, será que se for presidente da républica ou 1º ministro vai decretar que o salário minimo é de 9600 euros/ mês? Mais uma vez a montanha pariu um misero rato.

  8. Aumentar o salário mínimo para 505€ é incomportável, mas 10 vezes o salário mínimo não chega para este Sr. ou deverei dizer *****.

  9. Cada vez mais me revolta estes senhores, mais um que entra na politiquice, e fica logo “chulo”, sim porque todos os pseudo-politicos que temos, são todos chulos, porque se fossem para a politica para zelarem pelo interesses de todos os seus compatriotas não faziam o que fazem, e se enchiam como se enchem, ainda por cima gamam a torto e a direito e não vão presos. Triste país que temos, votem nestes (cab…) senhores e depois arrependem-se…mas depois já é tarde.

  10. Gente como este Senhor e outros políticos que se têm governado em Portugal deviam ir todos dias acender uma vela ao Salazar em sinal de agradecimento por ter mantido o povo português na ignorância. Na realidade só um povo ignorante pode votar e acreditar nestes políticos que nunca fazem o que prometem e mudam de opinião a cada instante.

  11. Caro senhor

    Peço-lhe encarecidamente que não faça sacrificios, por favor volte à sua bela
    vidinha anterior, e poupe o povo à humilhação de não poder pagar salarios pornograficos a politicos que mais não servem do que para o manter na miséria.
    e depois que eu saiba, nenhum tribunal o condenou a ser deputado.

  12. Revolta-me ler noticias deste cariz. Este senhor (letra pequenina) enquanto lhe interessou, falou mal de tudo e de todos. Agora que já está servido, tem o desplante de dizer que ganhava mais na anterior profissão do que agora como representante de um povo, dai que pergunto: não conseguirá voltar??? ou já perdeu a credibilidade que enganadoramente angariou noutros tempos? O meu voto não lhe aquecia nem arrefecia mas muitos juntos de certeza que lhe irão fazer mossa. Deus queira que eu não me engane. Cambada de malandros. Deveriam ser obrigados a viver com a esmola do subsídio social de desemprego ao fim de 64 anos de sacrificíos mas de cabeça erguida.

  13. Para o idiota que referiu Salazar, ficas a saber que Salazar só usava o carro do estado para assuntos do estado, para coisas particulares ele até andava de autocarro.
    Também te posso dizer que ele tinha criação de galinhas para ovos e carne, poupava assim alguma coisa na alimentação.
    No tempo do Salazar não havia destas coisas, foi preciso os comunas o matarem para deitar a mão a toda a riqueza do país e ficarem com ela.
    Ainda hoje terras que eles roubaram estão em posse deles, nunca as devolveram, muitos ficaram ricos assim, mas disto ninguém fala porque aí de quem fale mal dos comunas em Portugal ou mencione o cartão vermelho e as viagens estranhas que eles fazem.

  14. Olha, olha… Este terminou a carreira política antes de a ter começado. Volta para casa!

    1- Para o que faz (nada) um deputado nem devia ganhar sequer o salário mínimo. Além de ganharem o bom salário deles toda a gente sabe que o verdadeiro lucro de ser deputado vem do facto de eles usarem a AR como centro de “negociatas”, utilizando o tráfego de influências como moeda de troca. Nenhum deputado ganha “APENAS” aqueles milhares injustos de euros que leva para casa, ganha muito mais com tráfego de influências e negociatas, todas sustentadas por uma rede de recursos paga pelo erário público.

    2- 4800 / mês permitem ter padrões de vida de LUXO em qualquer ponto do país e ir fazer férias a qualquer sitio todos os anos. Quem pensa que 4800 euros não é luxo deve ser imediatamente expropriado de todos os seus bens porque tem mais do que o trabalho honesto lhe permite ganhar… E quem mais do que isso, deve ser “aliviado” do resto…

    3- Se 4800 não permitem ter padrões de vida elevados em Lisboa, então tratem de garantir que todos os portugueses ganham os tais 4800 para ter os tais padrões elevados, e depois pensem nos deputados. Qualquer português merece ter padrões de vida mais elevados do que um deputado, até um ladrão de rua merece mais, esse pelo menos reconhece-se como ladrão, coisa que os políticos não fazem…

    4- Um “simples” advogado ganha mais que um deputado? Claro, se trabalhar por conta própria e se ganhar causas que lhe dêm dinheiro. Se não, não ganha. Se ganhar mais, deveria ser mais taxado, aliás, as tabelas de IRS deviam ser (fortemente) revistas em alta para os ricos e em baixa para os pobres.

    Eu ganho 2200 / mês, na prática fico com 1500 liquidos e considero que tenho sorte, neste país, e este senhor vem dizer que 4800 é pouco? E 2 dentes partidos? Tb é pouco? Se calhar 4…?

    Pois eu digo, como já disse, cara a cara, a muita gente, não me importo de ganhar MENOS se TODOS os que ganham MAIS que eu, descerem até a esse nível, até dar para TODOS.

    É isso aí! Ouviram bem, que façam uma fasquia começar a descer, de cima para baixo, 10 000 000, 1 000 000, 100 000, 10 000, 5 000 , 2 000, 1 000… até dar para todos, os de cima vão vindo para baixo, para o nível seguinte, e a fasquia continua a descer, se ainda não der, mais uns quantos peixes vão vindo na “rede” e vai descendo, descendo, até dar para todos.

    E quem não estiver contente que vá embora, mas o dinheiro fica, se levar o dinheiro, mandamos uns “cães de caça” atrás deles e voltam com o dinheiro ou com o ladrão enfiado num saco…

  15. ha coisas de bradar aos ceus este este sr que se arvorava o arauto da classe desfavorecida vem agora dizer que um deputado esta mal pago so vai para a olitica quem quer e nem tao pouco deviam ter qualquer tipo de subsidio e nem subvencoes este dito sr sabe quem e que paga essa cambada de deputados aonde ele esta inserido pois e …. o pirata sou eu

  16. O sr. Marinho Pinto disse: “Marinho e Pinto afirma que “o caso mais vergonhoso é a remuneração auferida pelos eurodeputados, que pode chegar aos 17 mil euros por mês, muito acima da média salarial dos cidadãos representados”.”
    Agora diz: ” que os 4.800 euros auferidos como deputado na Assembleia da república, não permitem ter padrões de vida muito elevados em Lisboa”.
    Afinal o que pretende? Sinceramente, estou muito desiludido com esta incoerência por isso, talvez não fosse má ideia regressar às origens, regressar à função anterior porque, prestar um serviço ao País, tem de ter uma remuneraçãod e privilégio, nada de novo.

RESPONDER

Diamante de 183 quilates está à venda em leilão angolano

A Sodiam, empresa pública de comercialização de diamantes angolana, lançou na quarta-feira o segundo leilão para venda de diamantes brutos, que inclui uma pedra de 183 quilates, e no qual estão já registadas mais de …

Bruxelas aprova compra de Seguradoras Unidas e AdvanceCare pela Generali

A Comissão Europeia aprovou, esta quinta-feira, a compra das portuguesas Seguradoras Unidas e AdvanceCare ao grupo norte-americano Apollo pelo grupo italiano Generali, um negócio no valor estimado de 600 milhões de euros. O Executivo comunitário adiantou, …

"Rebeldes" que saíram do Partido Conservador concorrem como independentes ou pela oposição

Vários deputados dissidentes ou expulsos do Partido Conservador estão a candidatar-se como independentes ou por partidos da oposição nas legislativas de 12 de dezembro por se oporem ao Brexit negociado pelo primeiro-ministro. O antigo procurador-geral Dominic …

CGD já está a cobrar comissões nos depósitos de instituições financeiras

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) já começou a cobrar comissões nos depósitos das instituições financeiras, de modo a tentar contornar a política monetária do Banco central Europeu. A intenção de cobrar comissões nos depósitos de …

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …

Grávidas e crianças até aos 10 anos não devem comer peixe-espada e atum, recomenda Espanha

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio. Em causa …

Deputado Lobo d'Ávila abre portas ao futuro no CDS. "Não digo não" ao partido

O ex-deputado Filipe Lobo d'Ávila afirmou que não afasta a possibilidade de se candidatar à liderança do CDS. O potencial candidato à sucessão de Assunção Cristas indicou que a estratégia do partido, nos últimos anos, …