/

Maria, José, Darth Vader e um astronauta. Este ano, o presépio do Vaticano não agradou a todos

3

A Praça de São Pedro, no Vaticano, hospedou alguns presépios pouco ortodoxos ao longo dos anos. O de 2020, que inclui um astronauta e uma personagem muito parecida com o Darth Vader de Star Wars, está entre os mais polémicos.

Na sexta-feira, dia 11 de dezembro, o Papa Francisco inaugurou o presépio do Vaticano, um dos mais “fora da caixa” já apresentados. Este ano, vê-se na Praça de São Pedro uma série de figuras de cerâmica em tamanho real que mereceram a desaprovação de muitos dos que por lá passaram.

De acordo com o Vaticano News, as esculturas fazem parte de uma coleção feita por alunos e docentes de uma escola de arte em Castelli, uma cidade na região de Abruzzo, em Itália.

O Catholic Herald publicou um artigo no qual descreve o presépio como “comicamente horrível”. Intitulado The Vatican’s Embarrassing SciFi Creche, o artigo acrescenta ainda que algumas “pessoas o classificaram de demoníaco, pagão e idólatra“.

“O presépio é constrangedor. Não é a representação do nascimento do nosso Senhor que os fiéis católicos querem e o mundo precisa de ver. Disse muitas vezes que os católicos deveriam ser mais cuidadosos ao arejar a roupa suja diante do mundo, ou a permitir que os nossos debates internos sobre teologia e práxis se tornem pedras de tropeço para os de fora da Igreja. Não quero dar escândalo com esta peça. Quero admitir o óbvio”, lê-se.

No Twitter, Tim Stanley, historiador e editor do Catholic Herald, classificou o presépio de “absolutamente aterrorizante”.

Já a historiadora de arte Elizabeth Lev disse que a cena causou “uma explosão universal de chacota”, numa entrevista à America Magazine. “A Igreja Católica tem uma incrível tradição de beleza e, no entanto, depois de um ano de dificuldades, colocamos algo que faz as pessoas gozarem com Jesus“, acrescentou.

“Então, o presépio do Vaticano foi revelado… Acontece que 2020 pode piorar…“, escreveu Lev, também no Twitter.

Ainda assim, nem todas as reações foram negativas.

Segundo a CNN, Tommy Tighe, autor de The Catholic Hipster Handbook, elogiou o presépio. Mais efusivo foi Lino Rulli, apresentador do The Catholic Guy Show, que escreveu: “Não sei o que amo mais: o astronauta ou o sujeito de Star Wars“.

O presépio do Vaticano vai permanecer em exibição na Praça de São Pedro até à Festa do Batismo do Senhor, que acontece no dia 10 de janeiro de 2021.

  Liliana Malainho, ZAP //

3 Comments

  1. No que se refere à questão pagã do presépio…..não está completamente fora de contexto, a própria Igreja, desde o momento que “convidou” o Imperador Constantino, um pagão que adorava o “deus sol”, a se unir ao Cristianismo, teve de ceder a certas experiências, como por exemplo, ostentar o símbolo da sol, que ainda se vê nas muitas procissões por este mundo fora, portanto, acabamos por ter uma “igreja” que nem Cristã, nem pagã, é simplesmente uma poderosa força puramente política que mandou o Cristianismo às urtigas.
    Se tem dúvidas, estudem história passada da Igreja/ Pápas dessa altura

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.