Maria de Belém entre os 30 deputados que pediram devolução das subvenções vitalícias

PS / Facebook

Maria de Belém Roseira, ex-presidente do PS

Maria de Belém Roseira, ex-presidente do PS

A candidata presidencial Maria de Belém Roseira e Mota Amaral integram a lista dos 30 deputados que pediram ao Tribunal Constitucional (TC) a fiscalização das normas do Orçamento do Estado para 2015 sobre as subvenções vitalícias de ex-titulares de cargos políticos.

Entre os deputados da anterior legislatura – alguns dos quais já deixaram a Assembleia da República -, há 21 parlamentares socialistas e nove sociais-democratas. Para além de Maria de Belém, o grupo de subscritores integra também alguns atuais ministros, nomeadamente João Soares (Cultura) e Ana Paula Vitorino (Mar), e os ex-ministros Alberto Costa, Alberto Martins e Jorge Lacão.

Da parte do PSD, João Bosco Mota Amaral, antigo presidente do Parlamento, e os ex-ministros Carlos Costa Neves e Couto dos Santos são alguns dos deputados que assinaram o requerimento.

Esta segunda-feira, o TC declarou a inconstitucionalidade da norma que foi introduzida pela primeira vez no Orçamento do Estado para 2014 e que teve como consequência a suspensão do pagamento das subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos cujo rendimento do agregado familiar fosse superior a dois mil euros.

A lei obrigava ex-políticos a declarar quanto ganhavam para terem direito ao pagamento de subvenções vitalícias, e na prática, foram suspensas as subvenções de ex-deputados cujo agregado familiar tivesse um rendimento mensal superior a dois mil euros.

No acórdão do TC publicado ontem era apenas referido que o pedido foi feito por “um grupo de deputados à Assembleia da República”.

Eis a lista completa dos deputados signatários do requerimento: Alberto Costa (PS), Alberto Martins (PS), Ana Paula Vitorino (PS), André Figueiredo (PS), António Braga (PS), Arménio Santos (PSD), Carlos Costa Neves (PSD), Celeste Correia (PS), Correia de Jesus (PSD), Couto dos Santos (PSD), Fernando Serrasqueiro (PS), Francisco Gomes (PSD), Guilherme Silva (PSD), Hugo Velosa (PSD), Idália Serrão (PS), João Barroso Soares (PS), João Bosco Mota Amaral (PSD), Joaquim Ponte (PSD), Jorge Lacão (PS), José Junqueiro (PS), José Lello (PS), José Magalhães (PS), Laurentino Dias (PS), Maria de Belém Roseira (PS), Miguel Coelho (PS), Paulo Campos (PS), Renato Sampaio (PS), Rosa Maria Albernaz (PS), Sérgio Sousa Pinto (PS) e Vitalino Canas (PS).

ZAP

PARTILHAR

26 COMENTÁRIOS

    • O que acontecia era que se o vencimento do ex: deputado fosse superior a 2000€ não recebiam subvenção. Por exemplo um ex: deputado que tivesse um vencimento bruto de 1900€ recebia 100€ de subvenção. A partir de agora esse limite deixa de existir e passam a receber na integra a subvenção. Agradeçam aos deputados que recorreram, entre eles a digníssima candidata à presidência da republica

  1. Estamos desgraçados com esta corja.
    Estas coisas não vê a TROIKA nem a UE.
    País de malditos.
    Portugal não tem credibilidade nem seriedade para se manter como país independente e serio.

  2. Então esta senhora não é aquela que se candidatou a PR e anda pelos lares de idosos a dar beijinhos aos velhinhos que tem reformas de 350 ou pouco mais euros de reforma? E quer que os seus camaradas da politica que coitadinhos auferem apenas o ordenado mínimo no final do mês, tenham mais uns milhares pagos pela gamela do orçamento. Haja decoro, tenham vergonha nas trombas.
    E ainda vem para aqui aldrabar as pessoas dizendo que estão ao serviço do pais.
    VERGONHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA, CAMBADA DE CHULOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

  3. Então dos 30 chulos dos recursos de Portugal, 21 (ou 70%) são do ps e 9 (ou 30%) do psd. Tal facto traduz a realidade dos bois e boys do País, que destroem a democracia e integram a vergonhosa partidarite de boyadas. Só me admira que também nao assinasse o monhé-sem-costas e o bandalho kretino zeca sokratino (mas têm por lá na lista os seus apoiantes primeiras figuras, desde o joaozinho filho do maior chulo de Portugal d marocas merdioso xulores I, ate aos outros todos)

  4. Acho graça à deliberação do TC. Para os políticos a ”norma da confiança” é posta em causa e por isso inconstitucional. Para o ZÉ POVO essa norma não existe.
    Está na hora de substituir os juízes do TC e alterar a lei que permite a sua aposentação com reformas douradas depois de 10 anos de exercício de funções (António Vitorino, Assunção Esteves, etc.).
    Continuamos a viver num país com cidadãos de 1ª, 2ª, 3ª e … Vejam a lei das 35 horas para a função pública!!! Os ”pretos” que se amanhem. ESTUDASSEM.

  5. Que vergonha, não à pudor nem conscencia.

    enquanto os contribuintes cada vez aão mais esminfrados nos seus rendimentos , andam estes senhores e senhoras a viver à grande , sem problemas de consciência pelos mais pobres e fracos.

    Não me admira também nada que a Senhora mini cergal e cheia de laca que se candidata a presidente também esteja nesse grupo . Na minha humilde opinião , a mesma, ansei também tacho e, notariedade e é um fiasco e sonsa.

    Quando foi ministra das finanças também ou depois arranjou um bom tacho .

    Que moral tem ela para falar em justiça para todos?

  6. Disse, por erro ,ter sido ministra das finanças , mas foi sim Ministra da saude.

    Gostaria de realças esse sorriso hipocrita, que tem nas intervenções publicas e não só.

  7. Vergonha Nacional. Pensão vitalicia deviam ter os ex-combatentes, que foram obrigados a prestar um servio militar pela Pátria, tendo prejudicado muitos jovens nas suas carreiras académicas, agora este senhores estão lá por vontade própria, e a minha pergunta é: O que é que estes senhores fizeram pelo País. Divida publica nos 130%. Pobre País governado por esta gente.

  8. A verdade é como o azeite e a água, aquele vem sempre acima!
    Quando ficas fora do alcance da câmara, transformas-te logo noutra. Para ti, o funeral do Almeida Santos veio mesmo a calhar para não apareceres no debate! Estou curioso se não terias aberto a boca como os outros 7 ou 8 que foram confrontados pela Marisa…

    Como diz a velha expressão: chassez le naturel et il revient au galop!

  9. Repararam que os grandes culpados são estes senhores doutores juízes do tribunal constitucional que aprovam tudo que traga benefício para eles próprios.

  10. Boa tarde. Sim de facto até concordo com alguns comentários aqui expostos, mas esta senhora Dra. Maria de Belém deveria se tivesse coragem e vontade própria de desistir da candidatura, pois que com esta noticia perdeu muitos votos de confiança. Só fala, fala mas em comícios como alguns não vai, só visita santas casas de misericórdia e outras onde nem sequer mais de 50% dos idosos nem vão votar. Apregoa mundos e fundos e aqui está uma exigência de subvenção vitalícia, e os outros que recebem uma miséria? Quer esta senhora ir para Presidenta da República? Com o meu voto não vai de certeza absoluta.

    • Com respeito a questão das Pensões Vitalícias, isto é um absurdo completo. Acho.
      Sobretudo quando elas são atribuidas e cumuladas automaticamente. Isso dá dezenas de Salários Mínimos Nacionais. Muita gente tem de passar fome no País.
      Se a Lei permite que politíco/empresários cujas funções polivalentes se diversificaram seja na Política – Função Pública ou Privada e por desejo ou vontade própria, com a finalidade de cumular o máximo de direitos que futuramente lhes tráz rendimentos, isso só são jogadas..
      É de frisar que foram esses mesmos e mais Cumplicidades Politícas na A.R. e Ex- Governantes do passado, que criaram essa Lei tão generosa para os que, a quém nunca faltou dinheiro para viverem á grande e á françesa. Enquanto mais de 90% da população portuguesas vive na miséria .
      Então o Que Fazer ?… Que Dizer ? … O Que Pensar?… Quando para a maioria dos portuguêses o Salário Minímo Nacional é a referencia que deveria ser agora de 800, €uros / Mês, no lugar dos previstos 650 €. e ás migalhas durante 4 anos.
      O pior de tudo, é que na lógica ” Desses COMILÕES que representam 10 % da população ” ainda não aceitarem que seja pago aos 90 % da população que produz a real riqueza no País , os mínimos arrancados pela luta.
      O mais grave de tudo, é que ainda fazem objeção á sua atribuição, argumentando de que não há dinheiro e que o país vai ficar cada vez mais endividado…
      Mas tem de haver dinheiro para esses vampiros, acima denunciados…
      O Bloco de Esquerda tem toda a razão de querer por fim a esses privilégios arcaicos… É tempo de mudar. O que se demanda, não é senão, uma + justa distribuição da riqueza produzida. Isso é possível, é lógico, é humano…

  11. Isto é uma vergonha. O TC, devia olhar para a Constituição em todos os aspetos e não só quando lhes convem. Pudera, também eles têm telhados de vidro, porque têm benesses que mais ninguém tem. Ao revogar a lei, estão a olhar para os amigos políticos que também votaram para eles estarem lá. Esta cambada de políticos incompetentes que acabam por ir para a assembleia da República para depois fazerem as leis que nos governam depois ser todos demitidos. Têm um emprego, cheio de mordomias, alguns deles, nem à Assembleia vão porque têm as suas profissões, bem pagas, advogados, médicos, juristas, etc e querem manter o tacho pago pelos nossos impostos, quando ao fim de 12 anos deixam a política. Quando é que o povo acorda. Fazem-se tantas manifestações de cidadania, por coisas menos significativas e não há nenhum movimento do povo, apoiado pelos partidos que se dizem da esquerda, mas que nestas coisas não se mechem. Como dizia a Marisa Matias, também eu me envergonho desta gente que sabendo que há pessoas que ganham uma miséria, reformados que vivem com algumas centenas de euros e têm a pouca vergonha de fazer valer um direito que nunca o deveriam ter tido. O POVO TEM QUE SE MANIFESTAR. SE ALGUM GRUPO OU PARTIDO TOMAR ESSA INICIATIVA, CONTEM COMIGO. è tempo de se acabar com esta chulice

  12. Com respeito a questão das Pensões Vitalícias, isto é um absurdo completo. Acho.
    Sobretudo quando elas são atribuidas e cumuladas automaticamente. Isso dá dezenas de Salários Mínimos Nacionais. Muita gente tem de passar fome no País.
    Se a Lei permite que politíco/empresários cujas funções polivalentes se diversificaram seja na Política – Função Pública ou Privada e por desejo ou vontade própria, com a finalidade de cumular o máximo de direitos que futuramente lhes tráz rendimentos, isso só são jogadas..
    É de frisar que foram esses mesmos e mais Cumplicidades Politícas na A.R. e Ex- Governantes do passado, que criaram essa Lei tão generosa para os que, a quém nunca faltou dinheiro para viverem á grande e á françesa. Enquanto mais de 90% da população portuguesas vive na miséria .
    Então o Que Fazer ?… Que Dizer ? … O Que Pensar?… Quando para a maioria dos portuguêses o Salário Minímo Nacional é a referencia que deveria ser agora de 800, €uros / Mês, no lugar dos previstos 650 €. e ás migalhas durante 4 anos.
    O pior de tudo, é que na lógica ” Desses COMILÕES que representam 10 % da população ” ainda não aceitarem que seja pago aos 90 % da população que produz a real riqueza no País , os mínimos arrancados pela luta.
    O mais grave de tudo, é que ainda fazem objeção á sua atribuição, argumentando de que não há dinheiro e que o país vai ficar cada vez mais endividado…
    Mas tem de haver dinheiro para esses vampiros, acima denunciados…
    O Bloco de Esquerda tem toda a razão de querer por fim a esses privilégios arcaicos… É tempo de mudar. O que se demanda, não é senão, uma + justa distribuição da riqueza produzida. Isso é possível, é lógico, é humano…

  13. descarados malabaristas. esta Belém já foi, bem feita não têm vergonha, tanta gente com dificuldades para sobreviver e estes crápulas a quererem comer tudo que podem.

  14. Sim, a candidata a Belém devia ter vergonha de se candidatar ao mais alto cargo da Nação. Devia antes olhar para aqueles que ganham cento e tantos euros e acabar com a chulice dos deputados. Também O TC é culpado, só aprovam o que lhes convém.

  15. se tivesse o minimo de dignidade vergonha desaparecia da cena política onde ela quer que va deviam -lhe fechar a porta nas trombas por falsa e mentirosa

  16. Estou de acordo com as pensões vitalícias mas com outra fórmula matemática que tenha em conta:

    Os descontos feitos no exercício do cargo, tomando como base o total de descontos/anos de exercício.
    As deduções pelas ausências no cargo e de forma agravada.
    A penalização de acordo com as regras em vigor para a brigada do suor.

  17. Lembro-me dos programas do Poeta Pedro Homem de Melo, que desenvolvia o seu trabalho televisivo nos ranchos etnográficos (folclore) e entre as várias danças em que desenvolvia as origens, havia uma que se chamava chula.
    Os senhores deputados deviam ter vergonha, mas como não tem, e como tudo está feito por forma a dançarem a CHULA, é mais umas taxas que vão ser impostas ao ZÉ, que não dançando a chula, vai ter de dançar o vira e o corridinho.

Banco BiG: EUA e China vão chegar a acordo, mas não será duradouro

No "Outlook" para 2020, os analistas do banco BiG defendem que será improvável que Estados Unidos e China cheguem a um consenso suficiente para reverter as taxas aduaneiras impostas. De acordo com os analistas do banco …

Alemanha expulsa dois diplomatas russos. Rússia vai tomar medidas

Dois diplomatas russos, acusados pelo Ministério Público alemão de falta de cooperação na investigação de um homicídio, foram expulsos da Alemanha. A Rússia já reagiu e avisou que tomará medidas. Esta quarta-feira, a Alemanha expulsou "com …

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …