Marcelo vai pagar do seu bolso viagem de Falcon para ver a Selecção

Etienne Laurent / EPA

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, nas celebrações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em Paris

Marcelo Rebelo de Sousa vai suportar do seu próprio bolso os gastos com a viagem no avião da Força Aérea Falcon para assistir ao jogo das meias-finais do Euro 2016 entre Portugal e o País de Gales.

Fonte da Presidência confirmou ao Correio da Manhã que o Presidente da República vai pagar a despesa do próprio bolso.

O jornal nota que a deslocação entre Bragança, onde Marcelo participou no Portugal Próximo, e Lyon, onde se realizou o jogo, custou 14 mil euros, cerca de 3.500 euros por hora. Mas por estar em causa um órgão de soberania, o custo só terá em conta o valor do combustível de seis mil euros, segundo a mesma fonte.

O custo por passageiro será de cerca de 600 euros, valor que Marcelo “quer assumir pessoalmente”, sustenta o CM.

Na semana passada, já tinha sido notícia o facto de Marcelo ter abdicado do Mercedes de 129 mil euros adquirido por Cavaco Silva para lhe oferecer – cedendo-o a António Costa, que o tem usado nas suas deslocações oficiais.

Quanto ao uso do Falcon para a viagem a Lyon, a Presidência justifica que não havia outra forma de garantir que Marcelo chegava a tempo do jogo, por causa da visita a Trás-os-Montes.

Além disso, a fonte da presidência realça que um voo comercial sairia mais caro por exigir a estadia em França.

Marcelo vai assistir à final do Euro 2016, entre Portugal e França, no próximo domingo, mas vai viajar num voo comercial.

ZAP