Marcelo vai pagar do seu bolso viagem de Falcon para ver a Selecção

Etienne Laurent / EPA

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, nas celebrações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em Paris

Marcelo Rebelo de Sousa vai suportar do seu próprio bolso os gastos com a viagem no avião da Força Aérea Falcon para assistir ao jogo das meias-finais do Euro 2016 entre Portugal e o País de Gales.

Fonte da Presidência confirmou ao Correio da Manhã que o Presidente da República vai pagar a despesa do próprio bolso.

O jornal nota que a deslocação entre Bragança, onde Marcelo participou no Portugal Próximo, e Lyon, onde se realizou o jogo, custou 14 mil euros, cerca de 3.500 euros por hora. Mas por estar em causa um órgão de soberania, o custo só terá em conta o valor do combustível de seis mil euros, segundo a mesma fonte.

O custo por passageiro será de cerca de 600 euros, valor que Marcelo “quer assumir pessoalmente”, sustenta o CM.

Na semana passada, já tinha sido notícia o facto de Marcelo ter abdicado do Mercedes de 129 mil euros adquirido por Cavaco Silva para lhe oferecer – cedendo-o a António Costa, que o tem usado nas suas deslocações oficiais.

Quanto ao uso do Falcon para a viagem a Lyon, a Presidência justifica que não havia outra forma de garantir que Marcelo chegava a tempo do jogo, por causa da visita a Trás-os-Montes.

Além disso, a fonte da presidência realça que um voo comercial sairia mais caro por exigir a estadia em França.

Marcelo vai assistir à final do Euro 2016, entre Portugal e França, no próximo domingo, mas vai viajar num voo comercial.

ZAP

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

    • Quando escreve “deste miserável povo”, fala por si, certamente!…
      Acorde para vida e faça alguma coisa de útil/positiva, e deixe de “chorar” na Internet!!!
      Isso é que é ser miserável (e triste)…

  1. Claro que sim e se vir bem as coisas ainda dá uma lição a todos os nossos politicos que o fazem constantemente para fins particulares e nos chulam nas suas viagens até de férias, acho mesmo muito bem que page e faça questão de o provar pois só assim se acaba todas as chulices que somos alvo.

  2. Pessoalmente acho que não deveria pagar. Será que a Merkel paga as deslocações para ver jogar a seleção alemã? Acho isto absurdo. Nós não queremos que se esbanje o dinheiro público em corrupção, em negociatas para os amigos, em despesas que vão além das responsabilidades do estado e de quem nos representa. Neste caso concreto o Presidente da República está em representação do país num evento desportivo de dimensão internacional. Os gastos deveriam ser suportados pelo estado e não pelo próprio.

    • Concordo inteiramente. Acho errado que o Presidente em representação do país pague qualquer despesa do seu bolso. Devemos exigir controlo das despesas publicas mas não devemos ser mesquinhos e miserabilistas. O Presidente de Portugal, ou o primeiro ministro ou outro membro do governo não têm, nem devem pagar despesas de representação nem têm que andar com carros a cair de pobre. Dito isto, acho que nos devemos concentrar em não deixar que continuem a acontecer negociatas por baixo a mesa, ex políticos que de repente vão parar a gestores de empresas em ramos dos quais não têm qualquer conhecimento a não ser os contactos corruptos, etc etc etc Estas são as despesas que agradecemos que sejam denunciadas e combatidas, agora viagem do presidente de Portugal para ver um jogo de Portugal…

  3. Compreendo o que dizes e se lerem bem as despesas normais são pagas e ele próprio é que faz questão de pagar o restante e sendo o próprio a querer assumir é uma lição aos restantes que como digo o fazem as vezes até para coisas privadas como ferias.
    Portanto pelo que me toca como cidadão respeito e admiro ele querer pagar o restante.

  4. É assim mesmo, gente com honra é como deve fazer, viver do seu ordenado e não gastar á conta do povo, os meus parabens SENHOR PRESIDENTE, falta que todos façam o mesmo. EXIGE_SE.

  5. Peço muita desculpa, mas esta só dá mesmo para rir…
    Quanto custa essa brincadeira? O melhor seria apanhar de véspera um avião da TAP em primeira classe e ir dormir ao Grand Hotel de Paris ou em frente no Scribe Hotel que ficaria bem mais barato aos portugueses… Tenha dó Presidente Marcelo!

  6. Tendo em conta que 1 hora de voo no Falcon custa 5500 euros, que um voo ida-e-volta leva aproximadamente 5 horas (27500 euros), mais taxas de aterragem, custos de parqueamento, custos com tripulação (?).

    Não seria mais racional comprar um bilhete de primeira classe e ir na TAP?

  7. mmmmmmmm, este dá com uma mão e tira com as duas, pobre país já dizia a minha avô em terra de cegos que tem um olho é Rei.

  8. Estas e outras atitudes desta geringonça e do nosso Presidente marcam a diferença em relação ao oportunismo instalado nas atitudes, reações e balelas do passado recente. E tenho a certeza que não fomos pedir autorização à Alemanha….

  9. Faço notar que o PR apenas só pagou 600€ (10% da gasolina) e apenas depois de a bronca ter estoirado no CM, Quem pagou o resto? Ter-se-ia o Falcon deslocado a França se ele não fosse lá dentro? Ah, pois!…

Responder a joao Cancelar resposta

Ainda há esperança. Corais do Atlântico reproduziram-se pela primeira vez em laboratório

Este é um avanço histórico que poderia ajudar a salvar corais em todo o mundo, incluindo o ameaçado recife da Flórida, nos Estados Unidos. O Aquário da Flórida, nos Estados Unidos, conseguiu que o coral Dendrogyra …

Cientistas descobrem a melhor maneira de ensinar uma nova língua a crianças

As pessoas muitas vezes assumem que as crianças aprendem novas línguas facilmente e sem esforço, independentemente da situação em que se encontram. Mas será verdade que as crianças absorvem linguagem como esponjas? Estudos mostraram que as …

Cientistas descobrem que as mantas gostam de socializar e de fazer amigos

Embora já tenham sido consideradas criaturas solitárias, um novo estudo descobriu que as mantas formam relações sociais e escolhem parceiros sociais. De acordo com o IFLScience, uma equipa de cientistas estudou mais de 500 grupos sociais …

Planta que não se reproduzia há 60 milhões de anos no Reino Unido revivida pelas alterações climáticas

Há 60 milhões de anos que as cicas não se reproduziam no Reino Unido. Agora, com a subida das temperaturas devido às alterações climáticas, fizeram-no pela primeira vez. As cicas são plantas lenhosas muito parecidas com …

Líderes políticos e religiosos ultraconservadores reunidos secretamente em Fátima

A reunião foi promovida pela International Catholic Legislators Network (ICLN). O encontro começou na quinta e termina este domingo. Entre muitos, conta com a participação do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán. Vários líderes políticos e religiosos ultraconservadores …

Rio alerta para "divórcio violento" e medo de Costa em perder votos para o BE

O líder do PSD, Rui Rio, disse este sábado que as críticas de António Costa ao Bloco de Esquerda refletem "ingratidão" e o "medo" que o Partido Socialista tem em "perder" votos para os bloquistas …

Trump diz que Boris é "o homem certo" e promete "grande acordo comercial"

Os dois líderes estiveram reunidos à margem da cimeira do G7. Trump elogiou Boris e garantiu que o acordo comercial com o Reino Unido será rápido depois do Brexit. Johnson diz que será "fantástico". O Presidente …

Uma impressora 3D construiu uma casa em apenas 12 horas

A impressora 3D S-Squared (SQ3D) construiu um protótipo básico de uma casa em cerca de 12 horas. A estrutura tem 46 metros quadrados e foi construída através de uma mistura de cimento em camadas. O trabalho …

Uma estrela supermassiva explodiu e aniquilou tudo à sua volta

Uma estrela renegada, que explodiu numa galáxia distante, forçou os astrónomos a colocar de lado décadas de investigação e a concentraram-se num novo tipo de supernova que pode aniquilar completamente a sua estrela-mãe - não …

G7: Macron e Trump com "elementos de convergência" sobre Amazónia, Irão e comércio

O Presidente francês, Emmanuel Macron, conversou este sábado com o Presidente norte-americano, Donald Trump, durante o almoço, que durou duas horas, sobre "elementos de convergência" relativos ao comércio, ao Irão e aos fogos na Amazónia, …