Marcelo diz que foi “sensato” não incluir pergunta sobre origem étnico-racial no Censos 2021

Octávio Passos / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República considerou que foi uma decisão sensata não incluir no Censos 2021 uma pergunta sobre a origem étnico-racial dos cidadãos, face ao debate gerado, embora a ideia fosse boa.

“Acho que foi uma decisão sensata do Instituto Nacional de Estatística (INE), porque se gerou um debate que não fazia sentido”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta à comunicação social, no Terreiro do Paço, em Lisboa.

Segundo o chefe de Estado, que falava no final de um passeio de elétrico com o seu homólogo austríaco, Alexander Van der Bellen, “a ideia era uma boa ideia, era a ideia de conhecer a realidade portuguesa”. “Mas, criado o debate, penso que foi uma decisão boa a de esvaziar esse debate“, reiterou.

Enquanto percorria o Terreiro do Paço, até à beira-rio, com paragens para tirar sucessivas fotografias com portugueses e estrangeiros, Marcelo Rebelo de Sousa foi também questionado sobre a intenção do primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, de repor a atualização anual dos salários da função pública a partir de 2020.

“Eu não me vou pronunciar. Isso é o programa eleitoral e eu não me pronuncio sobre programas eleitorais dos partidos, que é o que vai mais haver daqui até às eleições. Não me posso pronunciar, isso era tomar posição”, respondeu o chefe de Estado.

O INE anunciou, esta segunda-feira, que não vai incluir no Censos 2021 uma pergunta sobre a origem étnico-racial dos cidadãos.

Em conferência de imprensa, o presidente do INE, Francisco Lima, justificou a decisão afirmando que se trata de uma “questão complexa, que exige mais recolha de informação”, e defendeu que um recenseamento da população não é o meio mais apropriado para esse efeito.

O INE irá realizar um inquérito específico dedicado a esta temática, adiantou.

Francisco Lima referiu que a maioria dos membros do grupo de trabalho criado pelo Governo para avaliar esta matéria votou pela inclusão de uma pergunta sobre a origem étnico-racial no Censos 2021, mas que o Conselho Superior de Estatística recomendou a não inclusão da pergunta, posição com a qual o INE concordou.

A SOS Racismo já manifestou “frustração e perplexidade” pelo facto de o INE não incluir essa pergunta no Censos 2021.

 

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É tão mau colocar essa pergunta nos censos como colocar a pergunta sobre o género, pais de origem ou religião…
    Perguntar a origem étnica tem alguma coisa a ver com racismo? Tinha se daí existisse tratamento diferenciado!
    Tal como perguntar qual o pais de origem. É xenofobia? Apenas se existir discriminação com base na resposta.
    Perguntar a origem étnica não tem nada de racismo, o racismo tem que ver com o comportamento das pessoas em relação à diferença étnica ou racial, e que normalmente se apresenta na forma de discriminação.
    Não devemos cair no ridículo de diabolizar uma pergunta com medo de a considerada uma ferramenta para discriminar.

RESPONDER

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …

Bezos lembra que Governo saudita assassinou um jornalista. ONU pede investigação a pirataria

Dois peritos das Nações Unidas dizem que Mohammed Bin Salman acedeu a informações pessoais de Jeff Bezos para tentar influenciar cobertura do The Washington Post sobre a Arábia Saudita. Depois de uma investigação do The Guardian …

MAI abre inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por agente da PSP

O Ministério da Administração Interna (MAI) já abriu um inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por um agente da PSP, na Amadora, de maneira a apurar responsabilidades. "O Ministro da Administração Interna …

Ronaldo volta a marcar e Sarri só tem de agradecer a Dolores por criar um espécime assim

Cristiano Ronaldo leva quatro jogos consecutivos a marcar e mais de 30 golos esta temporada, entre clube e seleção. Sarri disse que o mérito é de Dolores, "por criar uma espécime assim". A Juventus derrotou, esta …

Ana Gomes apontada à Presidência. "Costa jamais permitirá"

O antigo eurodeputado socialista Francisco Assis lançou o nome da também antiga eurodeputada do PS Ana Gomes como possível candidata à Presidência da República, manifestando desde logo o seu apoio a uma eventual candidatura. "Acho …

Silas deve deixar o Sporting no fim da época (ou até antes)

O Jogo escreve que Silas deverá deixar o Sporting no fim desta temporada, havendo também a possibilidade de sair antes do fim do mês de maio. O desportivo, que avança a notícia esta quinta-feira, adianta …

Taxa para descolagens e aterragens no Montijo reduz fatura da ANA em oito milhões

Uma das decisões da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que fazem parte da aprovação da construção do novo aeroporto do Montijo é a criação de uma taxa de 4,5 euros a aplicar a cada movimento …