“Não há lugar para querelas” nas pandemias. Marcelo deixa recado aos políticos (e um apelo aos “extraordinários” portugueses”)

Mário Cruz / Lusa

O Presidente da República defendeu que “não há lugar para querelas institucionais durante pandemias” e que nesta conjuntura a estabilidade se deve sobrepor aos ciclos eleitorais e a “visões particularistas ou de promoção pessoal”.

“Essa é uma lição que nós aprendemos antes da pandemia, mas que nós desenvolvemos com a pandemia: não há lugar para querelas institucionais durante pandemias, não há lugar para querelas institucionais no decurso de uma gravíssima crise económica e social”, afirmou o chefe de Estado, no encerramento da 5.ª Cimeira do Turismo, que decorreu esta segunda-feira na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa, que está nos últimos seis meses do seu mandato e remeteu para novembro uma decisão sobre a sua eventual recandidatura nas presidenciais de 2021, considerou que no atual contexto “não há lugar para o chefe de Estado dizer uma coisa, o chefe do Governo dizer outra, o Governo dizer outra e o parlamento votar outra e as autoridades regionais ou locais fazerem o contrário”.

“Não é o problema de alguém se encostar mais ou menos a quem quer que seja. É questão de olhar para o interesse nacional e perceber que numa situação, não é crítica, é muito crítica, é fundamental a estabilidade“, acrescentou o chefe de Estado, argumentando que nos países onde houve instabilidade durante a atual pandemia de covid-19 “a gestão foi péssima, está a ser péssima e será péssima”.

Segundo o Presidente da República, neste momento os cidadãos querem ver nas posições dos diferentes responsáveis políticos, “para além da diversidade própria da democracia, uma linha de rumo que significa que se coloca acima de interesses particularistas de ciclos eleitorais, de posições pessoais, o interesse coletivo”.

Porque a pandemia, pasme-se, não conhece ciclos eleitorais, porque a pandemia não conhece sensibilidades político-doutrinárias ou ideológicas, porque a pandemia não conhece visões particularistas ou de promoção pessoal ou de afirmação pessoal. E, normalmente, as crises económicas e sociais também não”, argumentou Marcelo Rebelo de Sousa, observando, em tom irónico: “Talvez seja uma falha, mas é a realidade sanitária e é a realidade económica e social”.

Marcelo Rebelo de Sousa faz estas declarações que soam a “recado” ao Governo e aos partidos da oposição, que seguem com as negociações para aprovarem o Orçamento do Estado para 2020, que tem de entrar no Parlamento a 15 de outubro.

Apelo aos “extraordinários” portugueses

Na mesma intervenção na V Cimeira do Turismo Português, Marcel pediu aos portugueses que passem férias em Portugal até ao final do próximo verão. “Não tenham pressa em conhecer o resto do mundo, tenham pressa para conhecer melhor Portugal”, disse.

O Chefe de Estado considerou ainda que os “portugueses foram extraordinários a viajarem este verão” dentro do país para “contribuírem para compensar os estrangeiros que não vieram” e voltou a pedir o mesmo:

“[Deixo um] apelo muito simples: continuem a fazer o mesmo daqui até ao fim do ano e até à passagem do ano. E o mesmo até à Páscoa. Se tiverem esse tempo da Páscoa. E depois também quando na Páscoa planearem as férias do próximo verão”.

“É muito importante contar com o turismo português até ao fim do próximo verão (…) Sejam turistas dentro de Portugal”, concluiu.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

F.C. Porto 1-0 Milan | Dragão em fúria banaliza italianos

A fúria do Dragão. O relógio marcava o minuto 65. O nulo perdurava, as tentativas portistas em busca da glória eram imensas – no total, 20 remates contra apenas quatro do AC Milan –, assim …

Veículo autónomo da Waymo

Os carros autónomos da Waymo estão a ser atraídos para uma rua sem saída

Os veículos autónomos da Waymo, detida pela Alphabet que é também a mãe da Google, são constantemente encaminhados para uma rua sem saída em São Francisco, nos Estados Unidos. Para já, ninguém sabe porquê. Nas últimas …

Com as ruas inundadas, casal indiano usa panela de cozinha para se deslocar para o próprio casamento

Um casal indiano foi transportado para o seu casamento por um meio de transporte incomum: uma panela de cozinha. Com as ruas do estado de Kerala inundadas, após chuvas torrenciais, esta foi a única forma …

OE2022: PCP propõe eliminação do adicional de ISP e da “dupla tributação” dos combustíveis

O PCP anunciou hoje que irá propor em sede de Orçamento para 2022 a eliminação do “adicional” ao Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) e da dupla tributação dos combustíveis e insistir na fixação de preços …

Besiktas 1-4 Sporting | Tratado leonino deixa turcos KO

O Sporting foi à Turquia somar a primeira vitória no Grupo C da Liga dos Campeões, ao bater o Besiktas por 4-1. Um desfecho fundamental para a equipa de Alvalade continuar a acalentar esperanças de apuramento …

Lei de David. Reino Unido pondera acabar com anonimato online depois de esfaqueamento de deputado

A morte de David Amess está a suscitar um debate no Reino Unido sobre a segurança dos deputados e os insultos de que as figuras políticas são alvo nas redes sociais. Depois do deputado conservador David …

"Não há acordo". Bloco e Governo continuam às turras por causa do OE, mas há mais reuniões previstas

Os bloquistas não se mostraram satisfeitos com o resultado da reunião com o executivo e exigem mais cedências do Governo. Ambos os lados confirmam que ainda se vão encontrar mais vezes para debater o Orçamento. "Não …

Dois mortos e 450 feridos em manifestações para assinalar protestos de 2019 no Chile

Dois mortos e 450 detidos foi o resultado da violência registada em Santiago do Chile, na sequência de uma manifestação para celebrar o segundo aniversário dos protestos de 2019 contra a desigualdade social no país. A …

Votação das leis sobre teletrabalho só para depois do Orçamento

As recentes alterações às propostas têm aproximado os partidos, mas as compensações dadas aos trabalhadores pelos custos adicionais do teletrabalho e o direito a desligar continuam sem consenso. Apesar do calendário inicial apontar que os projectos …

O temido aconteceu: Engenheiros criam cão robô com sniper às costas

A Ghost Robotics criou um cão robô com uma arma equipada às costas. O SPUR "é o futuro dos sistemas de armas não tripuladas". A evolução da robótica e da Inteligência Artificial tem sido recebida de …