Marcelo Rebelo de Sousa defende voto obrigatório

Nuno Veiga / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa

O ex-líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa defendeu no sábado o voto obrigatório, mas lembrou que se trata de uma matéria em que tem de haver consenso e que com “este PS” tal não será fácil alcançar.

“Hoje em matéria de abstenção eu acho que era preciso ter a coragem – pode parecer politicamente incorrecto – mas, dizer o seguinte: o voto tem que ser obrigatório”, afirmou Marcelo rebelo de Sousa, durante um jantar/debate na Universidade Política de Lisboa da JSD, que decorreu num hotel de Lisboa.

Questionando até onde é que será preciso a abstenção subir para que as pessoas tenham a convicção da necessidade do voto obrigatório, o comentador televisivo recordou, contudo, que numa matéria fundamental como esse são necessários “consensos de regime”.

Mas, acrescentou, “com este PS não é fácil ter consensos de revisão, nem em matérias fundamentais”.

Por outro lado, os “partidos de contestação” também iriam todos protestar, “porque eles ganham com a abstenção”.

“O ‘PC’ vai atirar-se ao ar com defesa da democracia, o BE, uma parte do PS”, admitiu.

Antes, o antigo líder social-democrata tinha também lançado algumas ‘farpas’ ao secretário-geral do PS, considerando que António José Seguro “não tem substância”.

“Olhamos através dele e vemos a parede que está atrás, é tão leve, tão leve, tão leve que se vê a parede que está atrás”, ironizou.

Nas respostas às perguntas dos’alunos da Universidade Política de Lisboa da JSD, Marcelo Rebelo de Sousa deixou também algumas críticas ao Governo, sublinhando que “o ponto mais crítico em relação à maioria tem sido a falta de cuidado na gestão política e na gestão de comunicação”.

“A gestão neste momento dos sucessos económicos é uma prioridade para o Governo e para a maioria, a especulação sobre os cenários antes e depois das legislativas é uma não prioridade para a maioria”, argumentou, considerando que os “cenários” devem ser deixados para os comentadores e que ninguém responsável no PSD deve fazer especulação.

“É um factor de ruído desnecessário, um dos encantos do PSD é criar ruído sobre si próprio”, gracejou, aconselhando os membros do Governo a não darem “palpites”.

Ainda em resposta a uma pergunta dos ‘alunos’ da Universidade da JSD, o antigo líder do partido pronunciou-se sobre a adesão da Guiné Equatorial à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), admitindo que teria “muita dificuldade em engolir isso”.

“Não é um sapo, não é um elefante, é uma manada de elefantes que eu tenho de engolir”, disse, sustentando que para si os argumentos de princípio são mais importantes do que os argumentos económicos.

“Aquilo o que é que tem a ver com a comunidade de países de língua portuguesa? Eles falam português onde? Que afinidades culturais têm?”, interrogou.

“Há limites, há um limite de bom senso”, frisou.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Há limites, há um limite de bom senso”, frisou.
    Não acha o prof Marcelo que devia respeitar o limite do bom senso?
    Salazar não soube e deu no que deu.

RESPONDER

Criança encontra dente gigante de mamute com 12 mil anos

Jackson Hepner, de 12 anos, encontrou um dente gigante de mamute lanoso enquanto passava férias com a sua família no estado norte-americano de Ohio. Foi em junho passado que a criança encontrou o dente, no condado …

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

A NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …