Marcelo Rebelo de Sousa defende voto obrigatório

Nuno Veiga / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa

O ex-líder do PSD Marcelo Rebelo de Sousa defendeu no sábado o voto obrigatório, mas lembrou que se trata de uma matéria em que tem de haver consenso e que com “este PS” tal não será fácil alcançar.

“Hoje em matéria de abstenção eu acho que era preciso ter a coragem – pode parecer politicamente incorrecto – mas, dizer o seguinte: o voto tem que ser obrigatório”, afirmou Marcelo rebelo de Sousa, durante um jantar/debate na Universidade Política de Lisboa da JSD, que decorreu num hotel de Lisboa.

Questionando até onde é que será preciso a abstenção subir para que as pessoas tenham a convicção da necessidade do voto obrigatório, o comentador televisivo recordou, contudo, que numa matéria fundamental como esse são necessários “consensos de regime”.

Mas, acrescentou, “com este PS não é fácil ter consensos de revisão, nem em matérias fundamentais”.

Por outro lado, os “partidos de contestação” também iriam todos protestar, “porque eles ganham com a abstenção”.

“O ‘PC’ vai atirar-se ao ar com defesa da democracia, o BE, uma parte do PS”, admitiu.

Antes, o antigo líder social-democrata tinha também lançado algumas ‘farpas’ ao secretário-geral do PS, considerando que António José Seguro “não tem substância”.

“Olhamos através dele e vemos a parede que está atrás, é tão leve, tão leve, tão leve que se vê a parede que está atrás”, ironizou.

Nas respostas às perguntas dos’alunos da Universidade Política de Lisboa da JSD, Marcelo Rebelo de Sousa deixou também algumas críticas ao Governo, sublinhando que “o ponto mais crítico em relação à maioria tem sido a falta de cuidado na gestão política e na gestão de comunicação”.

“A gestão neste momento dos sucessos económicos é uma prioridade para o Governo e para a maioria, a especulação sobre os cenários antes e depois das legislativas é uma não prioridade para a maioria”, argumentou, considerando que os “cenários” devem ser deixados para os comentadores e que ninguém responsável no PSD deve fazer especulação.

“É um factor de ruído desnecessário, um dos encantos do PSD é criar ruído sobre si próprio”, gracejou, aconselhando os membros do Governo a não darem “palpites”.

Ainda em resposta a uma pergunta dos ‘alunos’ da Universidade da JSD, o antigo líder do partido pronunciou-se sobre a adesão da Guiné Equatorial à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), admitindo que teria “muita dificuldade em engolir isso”.

“Não é um sapo, não é um elefante, é uma manada de elefantes que eu tenho de engolir”, disse, sustentando que para si os argumentos de princípio são mais importantes do que os argumentos económicos.

“Aquilo o que é que tem a ver com a comunidade de países de língua portuguesa? Eles falam português onde? Que afinidades culturais têm?”, interrogou.

“Há limites, há um limite de bom senso”, frisou.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “Há limites, há um limite de bom senso”, frisou.
    Não acha o prof Marcelo que devia respeitar o limite do bom senso?
    Salazar não soube e deu no que deu.

RESPONDER

Um "palhaço" que vai apunhalar os iranianos nas costas. Líder supremo do Irão arrasa Trump

O líder supremo do Irão classificou esta sexta-feira o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como "um palhaço" que finge querer ajudar os iranianos, mas vai atacá-los pelas costas com "um punhal envenenado". As declarações do …

"Lava que se farta". Justiça dá razão a Ana Gomes no processo movido por Isabel dos Santos

A ex-eurodeputada Ana Gomes venceu um dos processos que foi movido contra ela por Isabel dos Santos. Em causa estão publicações no Twitter, onde a diplomata acusava a empresária angolana de estar a usar Portugal …

Secretário da Cultura brasileiro vai ser demitido depois de se inspirar em discurso nazi de Goebbels

Roberto Alvim, secretário da Cultura brasileiro, fez um discurso esta quinta-feira copiando um discurso muito conhecido do ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels. O secretário da Cultura do Brasil, Roberto Alvim, divulgou um vídeo …

Presidente da Guatemala anuncia corte de relações com Venezuela

O novo Presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, anunciou na quinta-feira que ordenou o corte de relações com a Venezuela e o encerramento da embaixada neste país. Alejandro Giammattei, médico e ex-diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala, …

Bolsonaro vai manter secretário acusado de irregularidades no Governo

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, defendeu hoje o titular da Secretaria Especial da Comunicação Social (Secom, órgão da Presidência), Fabio Wajngarten, acusado de alegadas irregularidades em contratos, garantindo que o manterá no cargo. “Pelo que eu …

FC Porto empresta Waris ao Estrasburgo com opção de compra obrigatória

O avançado ganês foi emprestado pelo FC Porto ao Estrasburgo até ao final da temporada, num negócio que inclui uma cláusula de opção de compra obrigatória. No final do empréstimo, o Estrasburgo fica obrigado a contratar …

Miguel Guimarães reeleito bastonário da Ordem dos Médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, foi eleito esta quinta-feira para um segundo mandato, com 93% dos votos. De acordo com os resultados provisórios avançados pela Ordem, estando contados 16.723 votos, Miguel Guimarães foi …

Governante sugere "chazinhos e bolos" para acabar com agressões nas salas de espera dos hospitais

"Salas de espera com bom aspecto, com televisão, revistas" e com "chazinhos e bolos" podem ajudar a reduzir o "clima de tensão" que se vive em alguns hospitais, contribuindo para acabar com as agressões a …

Detidos cinco suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano em Bragança

A Polícia Judiciária anunciou, esta sexta-feira, que foram detidos cinco homens, suspeitos de estarem envolvidos na morte do estudante cabo-verdiano, em Bragança. A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, em comunicado, que procedeu, esta quinta-feira, a "buscas domiciliárias, …

Cláudio Monteiro renuncia a cargo de juiz do Tribunal Constitucional

O juiz renunciou ao mandato do Tribunal Constitucional por ter sido, entretanto, nomeado Juiz Conselheiro do Supremo Tribunal. O juiz Cláudio Monteiro renunciou, esta quinta-feira, ao mandato de juiz do Tribunal Constitucional (TC), de acordo com …