Sem cartazes, comícios ou brindes. Marcelo prevê gastar 25 mil euros na campanha presidencial

António Cotrim / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa apresentou esta quarta-feira o orçamento da sua campanha de recandidatura ao cargo de Presidente da República, em que prevê gastar 25 mil euros, sem cartazes, comícios, espetáculos ou brindes.

À saída do Tribunal Constitucional, questionado sobre o seu orçamento, o candidato declarou que são “25 mil euros”, dizendo: “Tenciono não gastar mais do que isso”.

De acordo com o documento esta quarta-feira entregue, a maior parte dos gastos serão com “custos administrativos e operacionais”, no valor de 16 mil euros. O candidato estima gastar 3.500 euros em “propaganda, comunicação impressa e digital”, 1.500 euros com a “conceção da campanha, agências de comunicação e estudos de mercado “.

Quanto às receitas, o valor previsto para a subvenção estatal é também de 25 mil euros e o orçamento não contempla contribuições de partidos políticos nem angariação de fundos, mas apenas donativos no valor de 1.500 euros.

Marcelo Rebelo de Sousa inscreveu ainda no seu orçamento de campanha 2.500 de donativos em espécie e 1.500 euros de cedência de bens a título de empréstimo tanto no quadro de receitas como no quadro de despesas.

A campanha eleitoral para as eleições presidenciais de 24 de janeiro decorrerá entre 10 e 22 desse mês. Marcelo Rebelo de Sousa, professor catedrático de direito jubilado, antigo presidente do PSD e comentador político televisivo, foi eleito nas presidenciais de 24 de janeiro de 2016, à primeira volta, com 52% dos votos expressos.

O PSD e o CDS-PP apoiam a sua recandidatura ao cargo de Presidente da República.

Orçamento 84% inferior ao de há cinco anos

Este orçamento com despesas de 25 mil euros é inferior em 84% ao que Marcelo Rebelo de Sousa apresentou há cinco anos quando se candidatou às presidenciais de 2016, que previa despesas no valor de 157 mil euros.

Segundo as contas entregues após essas eleições, divulgadas pelo Tribunal Constitucional em 22 de junho de 2016, Marcelo Rebelo de Sousa, que tinha estimado gastar 157 mil euros, apresentou despesas de 179.408 euros e receitas de 224.408 euros, dos quais 165.488 euros provenientes da subvenção estatal e 45 mil euros de donativos.

Um ano após a sua eleição, em 24 de janeiro de 2017, o Presidente da República anunciou a decisão de doar os 45 mil euros que sobraram da sua campanha a uma instituição particular de solidariedade social de Cinfães, no distrito de Viseu, e a uma escola de Mogadouro, no distrito de Bragança.

Em setembro do ano passado, quando visitava uma livraria de antiguidades em Nova Iorque, entre raridades de milhares de dólares, Marcelo Rebelo de Sousa começou a fazer as contas a uma eventual campanha de recandidatura.

À conversa com uma das proprietárias, disse: “Eu não gasto muito dinheiro, sabe quanto é que gastei na minha campanha presidencial? Não vai acreditar”. “O equivalente a 180 mil dólares. Não é muito. Da próxima vez, será menos do que isso”, acrescentou, perante a comunicação social, para de imediato corrigir: “Não há próxima vez”.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Campanhas com custos exorbitantes, só são necessárias para os que nada ou pouco tem a propor . Quando não se consegue convencer com o “programa” proposto, com uns brindes e outros acessórios ajudam a convencer alguns !……. de aí o velho ditado, “com papas e bolos se enganam os tolos”.

RESPONDER

Ai-Da, a robô artista, foi detida no Egito antes da sua mais recente exposição

Ai-Da, a primeira robô artista ultrarrealista do mundo, foi detida pelas autoridades egípcias na alfândega por "questões de segurança". De acordo com o jornal The Guardian, está previsto que Ai-Da apresente o seu último trabalho na …

Albertina Museum, em Viena, na Áustria

Cansados de ver posts removidos por nudez, museus de Viena aderiram ao OnlyFans

Cansados de ver as obras de arte que partilhavam nas redes sociais removidas por serem demasiado "explícitas", vários museus austríacos decidiram abrir uma conta na plataforma mais liberal OnlyFans. No passado, tanto o Conselho de Turismo …

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …