Marcelo foi às Selvagens marcar território

Homem de Gouveia / Lusa

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, numa visita às Ilhas Desertas

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pelo presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

O Presidente da República anunciou que vai ouvir, esta terça-feira, nas ilhas Selvagens, Madeira, novos argumentos que sustentam a posição portuguesa de alargamento da plataforma continental nacional.

Tendo dito há dois meses que visitaria as ilhas por uma questão de curiosidade, esta segunda-feira o chefe de Estado reconheceu que não se trata de “apenas curiosidade científica, é uma curiosidade jurídico-política“.

“Vou ouvir uma exposição de especialistas sobre a plataforma continental, a posição portuguesa. Temos defendido a nível mundial o alargamento da plataforma, há novos argumentos e novas razões e quero ouvir essas novas razões”, declarou aos jornalistas a bordo da fragata D. Francisco de Almeida.

Governo de Portugal

Território marítimo nacional: Estratégia Marinha para a subdivisão da Plataforma Continental Estendida, 2012

Território marítimo nacional: Estratégia Marinha para a subdivisão da Plataforma Continental Estendida, 2012

“Ali, mais do que mera curiosidade científica, há uma afirmação de presença territorial, há uma afirmação de proteção da natureza e presença territorial”, frisou.

A proposta portuguesa para extensão da plataforma continental, apresentada às Nações Unidas, prevê que Portugal ganhe mais de dois milhões de quilómetros quadrados. Dessa forma, o território português passaria a ser constituído por mar em 97%.

Marcelo Rebelo de Sousa disse ainda que “onde o Presidente da República vai, marca território“.

Trata-se do quarto chefe de Estado a visitar as Selvagens, depois de Mário Soares, Jorge Sampaio e também Aníbal Cavaco Silva – uma visita que ficou marcada pelo momento em que o presidente anilha uma cagarra e lhe ordena que envie notícias.

presidencia.pt

-

As Ilhas Selvagens – Selvagem Grande, Selvagem Pequena e Ilhéu de Fora -, descobertas oficialmente no século XV (1438) pelo navegador Diogo Gomes, são um conjunto de ilhas portuguesas integrantes do arquipélago da Madeira e constituem a parcela do território português localizada mais a sul, 82 milhas a norte do arquipélago das Canárias e a 163 milhas a sul da ilha da Madeira.

Disputa com Espanha

soberania portuguesa das Selvagens foi confirmada, em 1938, pela Comissão Permanente de Direito Marítimo Internacional.

No entanto, apesar de não questionar a soberania portuguesa das ilhas, Espanha tem vindo a mostrar interesse nas águas à volta do sub-arquipélago madeirense.

Na sequência da proposta do Projeto de Extensão da Plataforma Continental, apresentado por Portugal às Nações Unidas, Espanha colocou em causa a classificação jurídico-geográfica das ilhas Selvagens, ou seja, o seu estatuto de ilhas, já que não são habitadas nem têm atividade económica. A objeção foi entretanto retirada, em 2015, de acordo com a Renascença.

Em dezembro de 2014, Espanha apresentou à Organização das Nações Unidas (ONU) uma proposta para acrescentar cerca de 300 mil km2 ao seu território marítimo – incluindo as Ilhas Selvagens, baseando-se na norma da ONU sobre Direitos do Mar que permite a ampliação da Zona Económica Exclusiva de 200 para 350 milhas da costa.

Além do território marítimo correspondente às Selvagens, 165 km a norte das Canárias, o plano espanhol, apresentado à ONU a 17 de dezembro, visava igualmente acrescentar uma área de cerca de 10 mil km2 que Portugal solicitou à ONU em 2009, em pedido semelhante de ampliação do território marítimo nacional.

No ano passado, o Governo português esclareceu que Portugal e Espanha “deverão resolver bilateralmente” uma eventual sobreposição das plataformas marítimas, cujas extensões estão em apreciação pelas Nações Unidas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …