Em busca de consenso, Marcelo chama personalidades da Saúde e da Economia

Tiago Petinga / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa vai receber, esta segunda-feira, a ministra da Saúde em Belém. Esta é a primeira de um conjunto de dezenas de audições que o Presidente da República vai fazer a personalidades da área da Saúde e da Economia.

O Presidente da República quer chegar a um consenso quanto às medidas que devem ser tomadas para fazer face à covid-19, numa altura em que os casos de infeção diários atingem valores superiores aos do início da pandemia.

Medidas mais restritivas e até um novo estado de emergência não são descartados. Mas, antes, Marcelo Rebelo de Sousa quer reunir-se com personalidades da área da Saúde e, dias depois, da área da Economia. Esta segunda-feira, recebe a ministra Marta Temido em Belém, avança o Observador.

De acordo com o diário, Marcelo está preocupado com o facto de haver dois grupos de opinião: os que pedem medidas mais radicais e os que se preocupam com a economia e a situação económico-social. Há ainda um terceiro grupo, mais pequeno, que está preocupado com as restrições de liberdades. Perante este cenário, o Presidente vai exigir uma resposta comum.

Na sexta-feira, o chefe de Estado admitiu medidas mais restritivas e, apesar de não deter o poder executivo, deixou um aviso claro de que quando tiver de agir em conjunto com o primeiro-ministro, assim o fará.

Embora tenha sublinhado que “há graus progressivos de intervenção“, Marcelo deixou a porta aberta para que se avance para medidas já aplicadas noutros países em caso extremo de esgotamento do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Entre as medidas está o recolhimento obrigatório ou uma nova situação de emergência.

Da mesma forma, o Presidente disse, no sábado, admitir maiores desequilíbrios nas contas públicas se assim for necessário para responder à pandemia: “O défice é muito importante, mas se for provado que, efetivamente, é preciso mais uns tantos zero vírgula qualquer por cento pela urgência de reforço do orçamento da saúde e os partidos entenderem que assim deve ser, pois assim deve ser.”

Esta ronda de audiências, que começa esta segunda-feira com a ministra da Saúde, inclui “o atual bastonário e os ex-bastonários da ordem dos médicos, depois bastonários de outras áreas ligadas à saúde, depois antigos bastonários, depois antigos ministros da saúde, depois naturalmente também sindicatos e confederações patronais”, revelou.

O Observador escreve ainda que o Presidente admite ouvir outras figuras da área da economia, que irão sendo agendadas à medida que as reuniões vão sendo realizadas.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Claro! Ante a total incompetência do Primeiro Ministro o Presidente da República montou, ele próprio, um gabinete de crise. A questão é a qualidade dos participantes. Conhecido o elenco, tenho quase a certeza que aqui, no Lar da Santa Casa, se conseguia um elenco mais lúcido e com mais visão de futuro.

  2. Portugal precisa da uniao de todos os grupos, economicos, sociais, politicos, e resto do elenco. Um dos erros ‘e politicos estarem sempre nos meios de comunicacao, o resto dos meios empresariais nao conta… nao ‘e justo, o pais tem de ter mais iniciativa, mas os meios de comunicacao teem de colaborar.

RESPONDER

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …

"São dores de crescimento". CNE admite problemas no voto antecipado, mas promete solução no futuro

Domingo foi dia de voto antecipado para 246.880 eleitores, um número recorde desde que esta modalidade foi introduzida no país. As longas filas e alguns ajuntamentos, numa altura em que o país vive um novo …

Costa convoca Conselho de Ministros extraordinário. Café ao postigo em risco (e ATL até 12 anos podem reabrir)

O Governo convocou um Conselho de Ministros extraordinário para decidir novas medidas de confinamento. Em cima da mesa estará a hipótese de acabar com o café ao postigo e a possível abertura dos ATL até …