Cientistas treinam mão robótica para resolver cubo mágico

Uma mão robótica consegue resolver por si mesma um cubo mágico. A equipa de cientistas usou uma nova abordagem que permite à mão adaptar-se às várias adversidades do mundo real.

Uma equipa de engenheiros treinou um conjunto de redes neurais para resolver o cubo mágico com recurso a uma mão robótica. Usando milhares de simulações diferentes, os especialistas esperavam que a tecnologia conseguisse reproduzir o mesmo resultado num ambiente real — independentemente das adversidades.

Mesmo em situações que não foi confrontada nas simulações, as redes neurais conseguiram adaptar-se e conseguiram terminar na mesma o cubo de Rubik.

Este projeto da OpenAI constitui uma grande evolução na robótica, já que há cerca de um ano atrás, apenas conseguiram treinar uma mão robótica para mostrar uma face específica do cubo. Além disso, destacam que a novidade não é a tecnologia da mão, mas sim o software que lhes permitiu uma nova abordagem.

Mesmo para humanos, resolver o cubo mágico com uma mão é uma tarefa árdua, ao alcance de uma pequena parcela da população. Crianças também demoram vários anos até conseguirem a destreza necessária para fazê-lo.

Ainda assim, os engenheiros reconhecem que a mão robótica está longe da perfeição para já. A tecnologia apenas consegue resolver o cubo em 60% das vezes em que são necessárias 15 rotações para o terminar (e apenas 20% na dificuldade máxima, em que são precisas 26 rotações).

O maior desafio da equipa foi mesmo criar ambientes diversificados suficientes para que o robô capture a física do mundo real. Fatores como fricção, elasticidade e dinâmicas são incrivelmente difíceis de medir. Razão pela qual recorreram a um método conhecido como Automatic Domain Randomization (ADR), que vai automaticamente gerando ambientes cada vez mais adversos nas simulações.

Isto permite não só que os engenheiros não tenham de criar um modelo informático preciso destes parâmetros, como também permite transferir o conhecimento adquirido nas simulações diretamente para o mundo real.

Em termos práticas, testaram a mão robótica com perturbações como uma luva de borracha, dedos amarrados, um cobertor a tapar, uma caneta — e até mesmo com uma girafa de peluche.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Rejeitado pedido para libertar mãe que deixou bebé no lixo

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …

Mau tempo nas próximas 48h. Proteção Civil alerta para cheias e quedas de árvores

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou para a possibilidade de lençóis de água e de gelo nas estradas, cheias rápidas e queda de árvores, devido ao mau tempo nas próximas 48 horas …

Bolsonaro terá recusado descendente de D. Pedro para vice por desconfiar que ele era gay

O deputado Luiz Philippe de Orléans e Bragança, conhecido por "príncipe" por ser descendente de D. Pedro, herdeiro da família imperial do Brasil, não é vice-presidente de Jair Bolsonaro por causa da sua sexualidade. Esta é …

Detetados dois casos de peste pneumónica na China

Duas pessoas estão a receber tratamento em Pequim, na China, depois de lhes ter sido detetada peste pneumónica, a forma mais perigosa desta doença. De acordo com a CNN, que cita as autoridades locais, duas pessoas estão …

Jogador do Eintracht Frankfurt que empurrou treinador suspenso sete semanas

O jogador do Eintracht Frankfurt foi suspenso por sete semanas depois de ter derrubado o treinador do Friburgo durante o encontro entre as duas equipas, anunciou a Federação Alemã de Futebol (DFB). David Abraham, jogador do …

Austrália. Maiores incêndios de sempre já causaram mortos e podem durar meses

Mais de 150 incêndios devastam as costas Leste e Oeste da Austrália, 40 deles fora de controlo, com as autoridades a ordenarem na quarta-feira à população e aos turistas que abandonassem as zonas na rota …

Em seis anos, pedidos de junta médica aumentaram 210%

Os pedidos de juntas médicas aumentaram 210% em seis anos, sendo que o tempo de espera para os utentes é, em média, de seis meses. De acordo com o Diário de Notícias, de janeiro de 2011 …

De saída da Comissão Europeia, Tusk apela aos britânicos para não desistirem de travar o Brexit

Donald Tusk, de saída da presidência do Conselho Europeu, pediu aos eleitores britânicos para não desistirem de travar o 'Brexit'. Com a campanha em curso no Reino Unido para as eleições de 12 de dezembro, …

Tiroteio em universidade russa causa dois mortos e três feridos

Duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas, esta quinta-feira, durante um tiroteio numa universidade em Blagoveschensk, na Rússia. De acordo com as autoridades policiais, um estudante de 19 anos levou uma arma de caça para …