Manuel Pinho acusado de receber 4,5 milhões de euros em luvas do GES e da EDP

José Sena Goulão / Lusa

O antigo Ministro da Economia Manuel Pinho

O ex-ministro da Economia vai ser acusado de seis crimes, cujo produto resultou no montante global de pelo menos 4,5 milhões de euros.

O Ministério Público (MP) prepara-se para acusar Manuel Pinho de seis crimes, segundo os autos do processo consultados esta quarta-feira pelo Expresso. Em causa estão um crime de prevaricação, dois crimes de corrupção passiva por ato ilícito, dois crimes de participação económica em negócio e um crime de branqueamento de capitais.

De acordo com o semanário, os procuradores do MP, que na terça-feira iam interrogar o ex-ministro da Economia, mas sem sucesso, devido a uma questão técnica, já lhe entregaram, assim como ao seu advogado, Ricardo Sá Fernandes, o rol de factos que são suscetíveis de integrar práticas criminosas.

“O produto que resultou dos crimes em investigação para o arguido Manuel Pinho ascendeu ao montante global de pelo menos 4.562.527 euros“, refere o auto do interrogatório desta terça-feira.

O documento, consultado pelo semanário no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), refere ainda que “o arguido agiu sempre de forma livre, voluntária e consciente, bem sabendo que as suas condutas eram proibidas e punidas por lei, tendo atuado em conjugação de esforços com outros arguidos”.

O jornal destaca que, destes 4,5 milhões de euros, 1,26 milhões de euros vieram do Grupo Espírito Santo (GES), através da Espírito Santo Enterprises, e 620 mil euros através da Universidade de Columbia, que era patrocinada pela EDP.

Os procuradores indicam que “o ex-ministro conseguiu um enriquecimento ilegítimo” e imputam-lhe a responsabilidade por prejuízos aos consumidores da EDP em cerca de 1,2 mil milhões de euros, por alegados benefícios que permitiu à elétrica enquanto ministro.

“Em resultado da prática de todos os factos imputados ao arguido, este terá causado aos cidadãos residentes em Portugal um prejuízo de 1,2 mil milhões de euros, bem como uma distorção da concorrência”.

Neste valor, explica o Expresso, estão incluídos os quase 340 milhões de euros de sobrevalorização do valor inicial dos Custos para a Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC), 852 milhões do valor económico da extensão do domínio público hídrico à EDP sem concurso e 55 milhões relativos à isenção de pagamento da taxa de recursos hídricos no acordo de extensão do domínio hídrico.

Manuel Pinho foi constituído arguido em julho de 2017, um mês depois de o presidente executivo da EDP, António Mexia, também o ter sido. Na altura, o juiz Ivo Rosa deu razão ao antigo governante do Executivo socialista (2005/2009), mas o recurso do Ministério Público ao Tribunal da Relação de Lisboa acabaria por anular a decisão do juiz.

ZAP //

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Ora aí está o porquê dos nossos governantes não irem atrás das fraudes bancárias e corporativas de valores avultados! Básico não é? Porque está sempre alguém da alta esfera política envolvido(a) nessa podridão.
    Esses parasitas têm que ser exterminados pra que o país consiga progredir e o povo deixar de ser escravizado às mãos da corrupção, desprezado e prejudicado devido ao nepotismo. São ladrões, bandidos, corruptos, criminosos da pior espécie, eles mais que quaisquer outros hipotecam o futuro do país e afundam-nos cada vez mais!

  2. Ora aí está o porquê dos nossos governantes não irem atrás das fraudes bancárias e corporativas de valores avultados! Básico não é? Porque está sempre alguém da alta esfera política envolvido(a) nessa podridão.
    Esses parasitas têm que ser exterminados pra que o país consiga progredir e o povo deixar de ser escravizado às mãos da corrupção, desprezado e prejudicado devido ao nepotismo. São ladrões, bandidos, corruptos, criminosos da pior espécie, eles mais que quaisquer outros hipotecam o futuro do país e afundam-nos cada vez mais!

  3. O que mais me revolta é o facto que regularmente a C.S, se dá ao trabalho de revelar tais casos, e que em termos de Justiça………….. nada se faz! Prova é que este gado anda todo a solta!..só o peixe miúdo é que apanha por tabela . Os colarinhos brancos, continuam engomados e brancos, e a Justiça continua como é ….Vergonhosa !

    • Caro “atento”, sabe o que é a “Máfia Lusitana”? E como está estruturada e actua? Não sabe, pois não? Mas…, pensando bem…, já que lhe toco no assunto e se vão acrescentando mais e mais notícias do género da de hoje…., pois…
      Pois é, é uma hiper estrutura muito sólida, enraizada e muito bem estruturada, mas também muito informal, de modo a ser muito eficaz nas camuflagens. E com uma rede tentacular estratificada e tão vasta e diversificada que não há oportunidade nem presa que não identifiquem a tempo. Como não lhes escapa nada que lhes interesse controlar ou dominar. Além de que infelizmente já há muito tempo que na justiça e nas polícias têm todo o controlo que lhes apetece. Desde a selecção para os inícios de carreira. E dos políticos já nem sequer vale a pena falarmos, pois o caos é total. Olhe, só para exemplo, deste, que esteve na eminência de nem sequer ser acusado relativamente aos 4,5 milhões, quase que lhe posso garantir que pelo menos a vírgula teria de deslocar-se uma casa decimal para a direita. Mas com muita antecedência a tal organização encarregou-se de garantir que um determinado rebelde jamais falaria. Nem dele, nem dos outros – tantos, tantos!… – nem que para isso houvesse que viciar todas as regras do jogo no acesso à justiça e no funcionamento de um certo eixo dum determinado tribunal e na própria PJ, de modo a ser feito com que as coisas se arrastassem anos a fio, ao mesmo tempo que o rebelde fosse sendo esquecido e vencido pelo cansaço e pelas privações do mais elementar da sobrevivência. E desse modo assim conseguiram que a montanha, de milhares de milhões que deveriam ter sido investigados e de algumas dezenas de figuras que deles beneficiaram, afinal esteja apenas a parir um rato. E vai ver que mesmo no final de tudo, no final deste cortejo folclórico, nem sequer vai ser um rato. Vão ser uns pelitos!… Pelos quais ainda iremos ser chamados a pagar mais uns tantos milhões. Pois não duvide que a incompetência e a podridão na máquina da justiça, no sentido mais abrangente, é duma dimensão impressionante. E que já não será pela via das escolhas dos votos dos cidadãos de bem que alguma vez será feita a necessária limpeza.

      • Mas não podem pensar em destruir essa estrutura de cariz pidesca ? A democracia não tem argumentos para a destruir? Se não tem, será que aquilo que temos é uma democracia? Será que a justiça também está, de algum modo, dentro dessa estrutura infernal?

  4. Sabem como isto vai acabar? O Manuel Pinho vai preso( 30 anos no minimo), tem de devolver 1,2 mil milhoes de euros ao estado e 4.5 milhoes a uma instituição de acção social………

  5. O MP prepara-se para o acusar, mas nós é que nos temos que preparar para mais um acto da nossa (IN)justiça a dois tempos: eles e o cidadão comum.

  6. Quando é que este ex-ministro dos corninhos é levado para Évora para fazer companhia ao outro ex-ministro dos robalos, o Vara ?

  7. Os mais abusadores não são só os socialistas, são todos, há em todos os partidos. E o povo parece que gosta, pois não sai à rua e BERRA, não fazem manifestações, ficam caladinhos e aceitam como sendo normal. A Justiça aplica uma “multa parcial” do dinheiro roubado, deveria ser todo e com juros!!! e por isso é que este país está assim, cada vez mais corruptos, cada vez mais corrompidos e cada vez mais os pobres a pagar.

RESPONDER

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …

Joacine não está inscrita no congresso do Livre

De acordo com o semanário Expresso, a deputada única do Livre não se inscreveu na reunião magna do partido, que se realiza este fim de semana, em Lisboa. A deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, e …

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE

"Há condições para avançar" com o alargamento da ADSE aos contratos individuais do Estado e aos precários regularizados no PREVPAP, disse Alexandra Leitão, esta sexta-feira, no Parlamento. A ministra da Modernização do Estado e da Administração …

Países "lutam" por fundos europeus para neutralizar emissões de carbono

Um novo fundo de 100 mil milhões destinado a neutralizar as emissões de dióxido de carbono na Europa até 2050 está em disputa por vários países. A Comissão Europeia quer implementar um fundo de 100 mil …

Tribunal japonês suspende atividade de reator nuclear que tinha recebido luz verde

Um tribunal no Japão ordenou esta sexta-feira que o reator nuclear da central de Ikata (oeste do país) pare por razões de segurança, numa decisão que revoga uma anterior que deu luz verde ao seu …

Panamá. Sete corpos encontrados em vala comum em área indígena controlada por seita religiosa

Os corpos de sete pessoas foram encontrados na quinta-feira numa vala comum numa área indígena do Panamá controlada por uma seita religiosa, entre eles o de uma grávida e cinco dos seus filhos. Outras 15 …

Deixar de dar aulas com mais de 60 anos só no pré-escolar e 1.º ciclo

A possibilidade de os professores com mais de 60 anos deixarem de dar aulas para "desempenhar outras atividades", prevista no Orçamento do Estado de 2020, será apenas aplicada ao pré-escolar e 1.º ciclo, esclareceu o …

Aumento extra de dez euros pode beneficiar 1,6 milhões de pensionistas

O aumento extra de dez euros nas reformas até 658,2 euros, confirmado esta quinta-feira pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, pode vir a beneficiar cerca de 1,6 milhões de pensionistas. A estimativa é avançada …

Rui Pinto vai a julgamento por 93 crimes

A juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu que Rui Pinto vai ser julgado por 93 crimes, e não 147 como estava acusado. O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu esta sexta-feira levar …