Mais de 20 anos depois, Manuel Monteiro volta ao CDS

O antigo presidente do CDS-PP Manuel Monteiro é de novo militante do partido, depois de o processo de refiliação ter ficado concluído na segunda-feira, com a entrega do cartão de militante.

A informação foi inicialmente avançada pelo semanário Expresso, sendo depois confirmada à Lusa pelo secretário-geral do partido. “Na segunda-feira demos conta ao professor Manuel Monteiro de que está novamente filiado no partido”, disse à Lusa Francisco Tavares.

Nesse dia, Manuel Monteiro, que estava afastado do partido há 22 anos, recebeu o cartão de militante das mãos do atual presidente, Francisco Rodrigues dos Santos. Agora que está de novo filiado no CDS, e enquanto ex-líder, Manuel Monteiro tem lugar no Senado, um órgão consultivo dos centristas.

No final de outubro, a direção da antiga líder Assunção Cristas optou por não decidir, até ao congresso de janeiro, a refiliação no CDS do ex-líder, que deixou o partido em 1998 para fundar a Nova Democracia (ND).

Após uma progressiva reaproximação aos centristas, desde que se afastou da Nova Democracia em 2009, Manuel Monteiro participou em várias iniciativas do seu antigo partido, a convite da Tendência Esperança em Movimento (TEM), no ano passado.

Em setembro, entregou a ficha de refiliação na concelhia da Póvoa de Varzim, distrito do Porto, que aprovou a sua inscrição.

Questionado sobre a demora na conclusão do processo, o secretário-geral do CDS afirmou que a “pandemia não permitiu que acontecesse mais cedo”. “Agora, com o desconfinamento, e com a possibilidade de estarmos uns com os outros, houve oportunidade para estarmos com o professor Manuel Monteiro”, acrescentou.

Poucos dias depois de ter sido eleito presidente do CDS, no congresso que decorreu em Aveiro no final de janeiro, Francisco Rodrigues dos Santos afirmou que Manuel Monteiro “será naturalmente”, militante do partido, até porque, de acordo com os estatutos, defendeu, ele “neste momento ele já é militante”.

Antes de ser eleito, considerou que “um partido como o CDS tem que se reconciliar com todos aqueles que se sentem bem no CDS e que querem ajudar a reerguer o partido e a relançá-lo”. “Manuel Monteiro foi um presidente que marcou um período de tempo da história do CDS. Querendo estar de volta, não vejo porque razão o CDS não quererá contar com os seus contributos, que podem ser valiosos para credibilizar o partido junto da opinião pública”, salientou, em entrevista à agência Lusa.

O Expresso recorda ainda que Manuel Monteiro assumiu a liderança do CDS em 1992, com apenas 29 anos e com o apoio tácito de Paulo Portas. Em 1998, deixou a liderança em rutura com o portismo, fundando, mais tarde, em 2003, o partido Nova Democracia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu um dos jovens infetados com peste negra na Mongólia

Morreu um dos jovens infetados com peste bubónica, também conhecida como peste negra, na Mongólia. O rapaz contraiu a doença depois de ter comido carne de marmota. Um jovem de 15 anos morreu, esta segunda-feira, vítima …

PCP quer Costa no Parlamento de 15 em 15 dias (e não vai contribuir para acabar com os debates quinzenais)

O PCP não concorda que será o fim da democracia caso os debate quinzenais passem a mensais. No entanto, não vai contribuir para acabar com este modelo. Ao Expresso, o deputado comunista António Filipe Duarte garantiu …

"Espero contar tudo o que sei". Cientista chinesa fugiu da China para alertar que "não temos muito tempo"

A virologista chinesa Li-Meng Yan, que fugiu para os Estados Unidos, deu uma segunda entrevista à Fox News, na qual alertou que "não temos muito tempo".   Li-Meng Yan, especialista em virologia e imunologia, era uma …

Galp perde 60 milhões de euros em negócios não autorizados

A Galp perdeu 60 milhões de euros em negócios não autorizados com licenças de CO2. A petrolífera já avançou com ações disciplinares e uma auditoria. A Galp informou que foram identificadas transações, não autorizadas pela empresa, …

"Bandeira vermelha". Tóquio em alerta máximo após aumento de novas infeções

A capital do Japão, Tóquio, com 14 milhões de habitantes, está no nível mais alto de alerta para o novo coronavírus após um aumento dos casos registados. “Os especialistas disseram-nos que a situação das infeções está …

Operação Saco Azul. Empresas "zombie" terão desviado 1,8 milhões do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e a SAD do clube lisboeta foram constituídos arguidos pelo crime de fraude fiscal, no âmbito da operação ‘saco azul’, confirmou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial …

Maçãs com preços em alta, menos vinho e cerveja a estragar-se (os efeitos da pandemia)

A pandemia de covid-19 está a levar milhares de litros de cerveja a estragar-se, enquanto os produtores de vinho temem uma quebra na produção e, logo, nos lucros. Enquanto isso há menos maçãs e mais …

TAD anula sanção de cinco jogos à porta fechada ao Benfica

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) deu provimento ao recurso do Benfica e revogou a sanção de cinco jogos à porta fechada imposta pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao clube, pelo apoio prestado a …

Costa vira à esquerda, mas Catarina Martins diz que "não pode ser só conversa"

Esta quarta-feira, António Costa lança as negociações para o Orçamento do Estado para 2021 com os partidos que, até aqui, foram seus aliados. O primeiro-ministro insiste que o caminho da sua governação passa por entendimentos à …

No novo ano letivo, a Educação Física continua a ser maior incógnita

No início de julho, o Ministério da Educação anunciou algumas orientações sobre o próximo ano letivo que não contemplavam a Educação Física e o futuro da disciplina continua a ser uma incógnita.  Nas escolas, a falta …