Manuel Monteiro quer ajudar o “pensamento conservador” a triunfar (e não desiste de voltar ao CDS)

Manuel Monteiro reiterou, em entrevista ao jornal Público, a sua vontade de se voltar a filiar no CDS, partido que já liderou, dizendo ainda que acredita que existem todas as condições para que o “pensamento conservador” triunfe.

“Corresponde a uma vontade minha, que é sempre o aspeto mais importante para quem quer intervir politicamente. Estão hoje reunidas condições para que eu possa regressar ao CDS”, começou por dizer em declarações ao matutino.

“Fiz, há mais de um ano, uma reaproximação, testemunhada pelo meu apoio e participação na campanha autárquica de Assunção Cristas e depois por um conjunto de deslocações pelo país. Tenho consciência de que essa reaproximação é desejada também pelos militantes e pelas estruturas do partido que me convidaram”, garantiu.

O pedido de Manuel Monteiro para se voltar a inscrever no CDS, recorde-se, ficou pendente na sequência da anunciada não recandidatura da ainda líder centrista Assunção Cristas, passando agora para a alçada do seu sucessor.

Manuel Monteiro reconhece que, passados 16 anos da sua saída do partido, ainda há quem veja a sua decisão como uma traição. “Tenho consciência. Respeito e admito que existe essa visão por parte ainda de algumas pessoas, creio que não são a maioria”.

“Saí do CDS, em primeiro lugar, para defender as ideias que tinha, nomeadamente sobre a questão europeia. Em determinado momento Paulo Portas, com toda a legitimidade, entendeu alterar o rumo político do partido nessa matéria que tinha construído comigo, ele mudou de opinião. Entendi que não tinha condições para continuar a defender os meus pontos de vista dentro do CDS”, explicou.

Questionado pelo Público sobre se gostaria de voltar a liderar os centristas, Manuel Monteiro não exclui nenhum cenário, defendendo que gosta de “intervir politicamente”.

“Não tenho o objetivo de voltar a ser o que já fui. Mas há uma coisa que é certa, o facto de não ter essa ambição não me leva a poder afirmar que jamais essa questão se me poderá colocar. Não é algo que hoje me mova. Mas há uma coisa que para mim é clara. Gosto de intervir politicamente, penso na vida e na intervenção política e creio que estão hoje reunidas todas as condições para que o pensamento conservador triunfe em Portugal, cresça e se afirme. E gostaria de dar o meu contributo nessa afirmação. Tenho condições para o fazer, apoiando quem se candidate a presidente do CDS”, afirma.

Sobre a corrida à liderança do CDS, disse, na mesma entrevista ao matutino, que apoiaria a candidatura de Francisco Rodrigues dos Santos, líder da Juventude Popular, caso este candidato lhe pedisse o seu apoio. “Identifico-me com muito do que é dito por Francisco Rodrigues dos Santos, é inquestionável”, apontou.

O antigo líder do CDS frisa ainda que o partido não pode ter “medo” de redefinir as suas bandeiras, propondo a revisão constitucional. Manuel Monteiro diz ainda acreditar que estão reunidas as condições para que o “pensamento conservador triunfe em Portugal”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …

Al Gore diz ser o maior fã de Greta Thunberg

Al Gore, antigo vice-presidente de Barack Obama e autor do documentário ambiental "Uma verdade inconveniente", elogiou esta semana o trabalho desenvolvido pela ativista sueca Greta Thunberg, dizendo ser o seu maior fã. "Sou o seu …

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …