Mais novos da turma têm mais probabilidade de chumbar de ano

SESI SP / Flickr

-

Os alunos mais novos da turma e os que têm menos livros em casa estão entre os que têm mais probabilidades de chumbar, segundo um estudo do Banco de Portugal, que considera prejudicial para os estudantes a retenção escolar.

Estas são algumas das conclusões dos investigadores do Departamento de Estudos Económicos do Banco de Portugal (BdP), Manuel Coutinho Pereira e Hugo Reis, que tentaram perceber as causas da reprovação no Ensino Básico e os impactos de os alunos ficarem retidos.

Usando os dados do Programa para a Avaliação Internacional de Estudantes (PISA) da OCDE, os autores do estudo dizem que as características individuais e familiares têm mais influência no sucesso escolar dos alunos portugueses do que nos estudantes dos outros países europeus.

Pertencer a uma família monoparental e ser rapaz fazem aumentar as probabilidades de ficar retido no Ensino Básico, segundo o estudo “Retenção escolar no Ensino Básico em Portugal: determinantes e impacto no desempenho dos estudantes”.

“Em Portugal, os alunos com menos maturidade e com piores condições socioeconómicas têm uma maior probabilidade de repetir. Para além dos aspetos socioeconómicos, as características da escola e as diferenças ao nível regional e do país (por exemplo, fatores de carácter institucional) também ajudam a explicar o fenómeno”, lê-se no estudo.

Assim, no que toca à idade com que entram para o 1º ano, o estudo sublinha que em Portugal a probabilidade de um aluno repetir o ano no 1º ou no 2º ciclo “diminui em cerca de 3,5 pontos percentuais com um aumento de um desvio-padrão na maturidade. A mesma probabilidade diminui numa magnitude semelhante se o aluno for do sexo feminino“.

Também a influência da família é mais forte em Portugal: ser filho de pais com níveis de educação mais elevados faz reduzir mais de 2 p.p. as hipóteses de chumbar de ano, enquanto os alunos de famílias monoparentais correm mais riscos de reprovar (mais 3.3 p.p.).

A probabilidade de um aluno ficar retido antes de chegar ao 7º ano “diminui cerca de 4,5 pontos percentuais para os alunos que têm mais livros em casa“, enquanto a diferença média europeia é de 1.1 p.p.

Os especialistas lembram que Portugal surge em quarto lugar na tabela dos países europeus com a maior taxa de retenção no ensino básico (cerca de 30%) e recorda os estudos que explicam a lógica subjacente à reprovação: “A ideia é simplesmente dar-lhes uma oportunidade para obterem o nível de capital humano necessário para uma boa integração no ano seguinte”.

No entanto, sublinham os responsáveis pelo estudo, “a existência de alunos que repetem o ano implica custos, incluindo a despesa de fornecer um ano adicional de educação, bem como o custo para a sociedade em atrasar a entrada do aluno no mercado de trabalho”.

Os autores consideram que existe margem de intervenção para substituir, pelo menos parcialmente, a retenção por “outros procedimentos de apoio aos alunos, os quais poderão revelar-se menos dispendiosos do ponto de vista da utilização de recursos”.

“Os efeitos de longo prazo da repetência no ISCED 1 (1.º e 2.º ciclo) no desempenho dos estudantes em Portugal são negativos, o que sugere que haverá vantagem em substituir, pelo menos parcialmente, esta prática por métodos alternativos de apoio aos alunos que revelem dificuldades na aprendizagem nas etapas iniciais da vida escolar”, lê-se nas conclusões do estudo divulgado no boletim de junho do BdP.

No entanto, os autores do estudo entendem que já os efeitos de curto-prazo da repetência no 3.º ciclo para Portugal “são positivos, embora de pequena dimensão”.

“Assim, apesar da incerteza quanto aos efeitos de longo prazo, os nossos resultados não põem em causa a prática da repetência em níveis mais avançados do percurso escolar”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço podem prejudicar o corpo a nível celular. Fígado é o mais afetado

Viagens ao Espaço podem causar o mau funcionamento da mitocôndria de uma célula devido a mudanças na gravidade e radiação, sugere uma nova investigação conduzida pelo Georgetown Lombardi Comprehensive Cancer Center, nos EUA. Investigações com cobaias …

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …