Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Vasco Célio / Lusa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o último relatório semanal da DGS, publicado por norma todas as terças-feiras, 5.389.935 pessoas (52%) já concluíram o esquema vacinal e 6.865.047 (o equivalente a 67%) tomaram pelo menos uma dose.

Por grupos etários, 99% dos idosos com mais de 80 anos (679.085) já foram vacinados com a primeira dose e 96% (652.322) já concluíram o processo vacinal, percentagens que são muito próximas no grupo entre os 65 e os 79 anos (99% e 94%, respetivamente).

Relativamente ao grupo entre os 50 e 64 anos, 93% (2.022.572) já tomaram pelo menos a primeira dose e 82% (1.791.420) já têm a vacinação completa. Na faixa entre os 25 e os 49, 72% (2.406.642) já iniciaram a vacinação e 40% (1.342.356) já a têm concluída.

Quanto à cobertura vacinal por regiões, o Alentejo lidera na percentagem de pessoas com vacinação completa (58%), seguindo-se o Centro (56%), os Açores (53%) e o Algarve (52%). O Norte e Lisboa e Vale do Tejo, onde neste momento existem mais casos de infeção, só entram nas contas com 51%, só ficando abaixo de si a Madeira (50%).

No entanto, quando se fala no número de doses administradas, é Lisboa e Vale do Tejo que lidera, com 4.094.646 doses administradas, seguida da região Norte, com 4.015.452. No Centro já foram administradas 1.973.685 doses, no Alentejo 556.583, no Algarve 482.457, na Madeira 286.507 e nos Açores 267.940.

Desde que arrancou o plano de vacinação, a 27 de dezembro do ano passado, Portugal já recebeu 12.886.770 doses de vacinas, tendo sido distribuídas pelos centros de vacinação do território continental e pelas regiões autónomas 12.043.017 doses.

Esta terça-feira, durante a reunião na sede do Infarmed, em Lisboa, o coordenador do plano de vacinação, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, disse que solicitou à DGS a redução do intervalo entre primeiras e segundas doses, a fim de aumentar mais rapidamente a proteção da população portuguesa.

Atualmente, são administradas vacinas de dose única (Janssen) e de dose dupla (Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca).

Gouveia e Melo informou ainda que foram recebidas menos vacinas do que as contratadas, mas que está a haver um “esforço” por parte do Infarmed e do Governo para “adquirir vacinas em parceiros europeus”, o que se pode traduzir no fornecimento de “cerca de um milhão de vacinas” da Janssen e da Pfizer já na próxima semana.

Filipa Mesquita, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …

Governo quer proibir empresas de recorrer ao 'outsourcing' após despedimento coletivo

O Governo quer proibir as empresas que façam despedimentos coletivos de recorrerem ao 'outsourcing' (contratação externa) durante os 12 meses seguintes, disse hoje a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. No final …

Barcelona: Cruyff afasta-se e perder com o Benfica seria "um drama"

Ronald Koeman até poderá sair mas não será Jordi Cruyff a substituir o seu compatriota. O Barcelona atravessa uma fase perturbada, já há algum tempo, mas o panorama financeiro piorou o cenário fora de campo e …

Casa Branca oferece "telefonema educativo" a Nicki Minaj para acalmar apreensões sobre a vacina

Depois de um tweet de Nicki Minaj se ter tornado viral por associar a vacina contra a covid-19 à impotência, a Casa Branca convidou a rapper para um telefonema com especialistas para esclarecerem as suas …

Baterias de lítio-enxofre melhores e mais baratas? O segredo é uma pitada de açúcar

Uma colher cheia de açúcar pode ser o suficiente para permitir que um veículo elétrico faça uma viagem de Melbourne a Sidney (878 km) com uma única carga. Atualmente, os automóveis elétricos e os telemóveis utilizam …

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …