Mais de 7 mil professores colocados nas escolas

O concurso de professores de 2016 colocou 7.306 docentes nas escolas em contratação inicial e mobilidade interna, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Ministério da Educação (ME).

De acordo com o comunicado hoje divulgado pelo ME, os 7.306 professores colocados neste concurso representam um acréscimo de cerca de 500 docentes em comparação com o ano anterior.

“No ano passado foram contratados 3.782 professores em contratação inicial e 3.030 em Bolsa de Contratação de Escolas (BCE), procedimento que correu após a contratação inicial. Isto significa que, nesta fase, estão colocados mais 3.524 professores contratados do que no mesmo momento do ano anterior – ou seja, no penúltimo dia útil do mês de agosto”, refere o comunicado da tutela.

A contratação inicial acontece todos os anos no final de agosto para preencher os horários indicados pelas escolas e que correspondem a necessidades transitórias. Já o concurso de mobilidade interna permite aos professores dos quadros mudar de escola ou agrupamento com o objetivo de se aproximarem da sua residência, por exemplo.

A tutela afirma ainda que, no que diz respeito a horários completos, “todos os horários solicitados pelas escolas foram já preenchidos pelos professores colocados nesta fase, de acordo com as preferências manifestadas pelos mesmos”, e que estão “reunidas todas as condições para um regular início do ano letivo”.

Quase 30 mil não tiveram colocação

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) defendeu ainda esta terça-feira que os mais de sete mil professores colocados nas escolas não respondem “às necessidades permanentes” dos estabelecimentos e que é necessário reorganizar os quadros.

“Realizando-se, em 2017, concurso interno e externo para preenchimento de lugares de quadro nas escolas, a Fenprof considera como inevitável aquela adequação, o que deverá permitir a abertura de milhares de lugares e a correspondente entrada nos quadros de docentes que há muitos anos se mantêm em situação de precariedade”, lê-se num comunicado em reação aos resultados do concurso de professores.

No documento, a Fenprof afirma que a divulgação dos resultados do concurso representa um atraso “em relação ao que seria necessário às escolas e justo para os professores”.

Defende também que a colocação de mais de três mil professores neste momento, que no ano anterior só foram colocados mais tarde, através da Bolsa de Contratação de Escola (BCE), confirma que este concurso já extinto não deve ser retomado e que a lista nacional de ordenação segundo a graduação profissional deve ser o método de colocação de professores nas escolas.

“Um problema que, contudo, não consegue ser disfarçado é o do elevadíssimo número de docentes que ficarão no desemprego e que, dentro de dois dias, terão de se apresentar nos centros de emprego. São quase 30 mil os que não obtiveram colocação (pois o número de candidatos à contratação era de 36.103)”, refere o comunicado da Fenprof.

A Fenprof critica também o facto de as informações divulgadas pelo Ministério da Educação (ME) não fazerem qualquer referência ao número de professores com horário-zero, ou seja, sem turmas atribuídas.

Em resposta à agência Lusa, o ME indicou, no entanto, que estão ainda por preencher cerca de 150 horários inferiores a oito horas, os quais serão ocupados em contratação de escola.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …