Mais de 4 mil imigrantes ilegais morreram desde Janeiro

Vito Manzari / Wikimedia

Emigrantes clandestinos recolhidos em Lampedusa, Sicília

Emigrantes clandestinos recolhidos em Lampedusa, Sicília

Mais de 4.000 imigrantes ilegais morreram desde janeiro último, dos quais dois quartos perderam a vida a tentar a atravessar o mar Mediterrâneo, revelou hoje um relatório da Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Desde o início do ano, a OIM registou, em todo o mundo, 4.077 imigrantes ilegais mortos, incluindo 3.072 pessoas que morreram quando tentavam atravessar o mar Mediterrâneo e alcançar as costas europeias.

As mortes registadas na zona do Mediterrâneo representam mais do dobro do número registado em 2011, ano da Primavera Árabe, a vaga de contestação popular que atravessou vários países do norte de África e do Médio Oriente.

O relatório da organização destacou ainda a morte de 230 pessoas na fronteira entre o México e os Estados Unidos.

De acordo com os dados recolhidos pelos peritos da OIM, o número de imigrantes que morreram nos últimos 14 anos ao tentar atravessar fronteiras de forma ilegal supera os 40 mil.

A organização internacional, com sede em Genebra, admitiu, no entanto, que este balanço está revisto em baixo, uma vez que muitas mortes não são registadas.

Os especialistas da OIM calculam que em cada corpo recuperado, dois nunca são encontrados.

A organização alertou para o facto de não existir nenhuma instituição que trate destes registos a nível global, criticando ainda a posição dos muitos governos implicados no flagelo da imigração ilegal.

Para a OIM, as autoridades não têm qualquer interesse em recolher e divulgar este tipo de dados.

O relatório da OIM indicou ainda que 70% das mortes registadas este ano são referentes a corpos que nunca foram recuperados no mar. Na maioria dos casos, não foi possível saber se a vítima mortal era homem ou mulher.

O documento da organização internacional referiu também que a maioria das vítimas mortais era proveniente do continente africano e da região do Médio Oriente, com a Síria e a Eriteia a serem os principais países de origem.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …