Mais de 1500 pessoas na festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

cvidaepaz.pt

Festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

Festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

Mais de mil e quinhentas pessoas juntaram-se hoje em Lisboa numa festa de Natal que serviu refeições, juntando nas mesmas mesas homens e mulheres sem-abrigo, mas também famílias inteiras carenciadas que a crise “levou” à festa.

A iniciativa, da Comunidade Vida e Paz, celebrou este ano os 25 anos de festa de Natal, mas como reconheceu o presidente da organização, Henrique Joaquim, a festa já não é o que era.

“Houve anos, se calhar nos anos 90, com maior incidência de pessoas se calhar com problemas de toxicodependência, pessoas mesmo sem teto”, e hoje, numa festa que é aberta, há “muitas pessoas sem tecto, sem abrigo, mas também muitas famílias carenciadas”.

E justifica o responsável: “Reflexo da situação em que o país está a viver famílias inteiras, mesmo com crianças, vêm aqui à procura de ajuda, mas também à procura de alimentação e de roupa”.

A Comunidade Vida e Paz, de cariz religioso, criada em 1998 para apoiar sem-abrigo ou outras pessoas em situação vulnerável, organizou três dias de festa de Natal, que terminaram hoje com uma missa presidida pelo patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

Na sexta-feira, segundo Henrique Joaquim, houve um aumento de procura de cerca de 30% em relação ao ano passado, e no sábado o também aumento foi entre cinco a 10%. E hoje, pelas contas do responsável, não estava menos gente do que no domingo antes de Natal do ano passado, quando foram servidos 1.500 jantares.

Mas nem só se janta na festa de Natal da Comunidade. Só no sábado mais de mil pessoas acorreram à cantina da Cidade Universitária de Lisboa, onde além de refeições (826) se distribuíram 4.274 peças de roupa, se leram livros ou se fizeram consultas médicas. E pessoas, dezenas delas, na busca de apoio técnico para a sua fragilidade.

“A festa de hoje já não é o que era há 25 anos, porque infelizmente somos mais procurados, mas no espírito é cada vez mais uma festa de criar o afecto e o carinho que permita às pessoas sentirem e serem o que elas são, pessoas”, explica Henrique Joaquim.

E diz que sim, que de facto 25 anos é muito tempo de trabalho na rua, de ir ao encontro das pessoas. “Infelizmente continua a ser necessário, portanto vamos continuar a fazê-lo, cada vez mais com o espírito de ir mais à procura e ao encontro das necessidades das pessoas, e ao mesmo tempo adequarmos cada vez mais as respostas a essas necessidades, o que nos obriga a ir-nos modernizando”, acrescenta.

D. Manuel Clemente agradeceu todo esse trabalho, disse que todas as experiências comunitárias são “experiências de Deus” e que a Comunidade é “uma experiência religiosa de primeira”.

Houve missa e houve cânticos. E houve muitos jovens com camisolas brancas e amarelas, voluntários da comunidade, e houve mesas corridas e tabuleiros com água e sumos, e iogurtes e frango, e salgados e doces, e café também.

E os convidados da festa, os sem-abrigo e os outros, as famílias inteiras de que falava Joaquim Henrique. “Infelizmente continuamos a ser necessários”, tinha já dito.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …