Mais de 1500 pessoas na festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

cvidaepaz.pt

Festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

Festa de Natal da Comunidade Vida e Paz

Mais de mil e quinhentas pessoas juntaram-se hoje em Lisboa numa festa de Natal que serviu refeições, juntando nas mesmas mesas homens e mulheres sem-abrigo, mas também famílias inteiras carenciadas que a crise “levou” à festa.

A iniciativa, da Comunidade Vida e Paz, celebrou este ano os 25 anos de festa de Natal, mas como reconheceu o presidente da organização, Henrique Joaquim, a festa já não é o que era.

“Houve anos, se calhar nos anos 90, com maior incidência de pessoas se calhar com problemas de toxicodependência, pessoas mesmo sem teto”, e hoje, numa festa que é aberta, há “muitas pessoas sem tecto, sem abrigo, mas também muitas famílias carenciadas”.

E justifica o responsável: “Reflexo da situação em que o país está a viver famílias inteiras, mesmo com crianças, vêm aqui à procura de ajuda, mas também à procura de alimentação e de roupa”.

A Comunidade Vida e Paz, de cariz religioso, criada em 1998 para apoiar sem-abrigo ou outras pessoas em situação vulnerável, organizou três dias de festa de Natal, que terminaram hoje com uma missa presidida pelo patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

Na sexta-feira, segundo Henrique Joaquim, houve um aumento de procura de cerca de 30% em relação ao ano passado, e no sábado o também aumento foi entre cinco a 10%. E hoje, pelas contas do responsável, não estava menos gente do que no domingo antes de Natal do ano passado, quando foram servidos 1.500 jantares.

Mas nem só se janta na festa de Natal da Comunidade. Só no sábado mais de mil pessoas acorreram à cantina da Cidade Universitária de Lisboa, onde além de refeições (826) se distribuíram 4.274 peças de roupa, se leram livros ou se fizeram consultas médicas. E pessoas, dezenas delas, na busca de apoio técnico para a sua fragilidade.

“A festa de hoje já não é o que era há 25 anos, porque infelizmente somos mais procurados, mas no espírito é cada vez mais uma festa de criar o afecto e o carinho que permita às pessoas sentirem e serem o que elas são, pessoas”, explica Henrique Joaquim.

E diz que sim, que de facto 25 anos é muito tempo de trabalho na rua, de ir ao encontro das pessoas. “Infelizmente continua a ser necessário, portanto vamos continuar a fazê-lo, cada vez mais com o espírito de ir mais à procura e ao encontro das necessidades das pessoas, e ao mesmo tempo adequarmos cada vez mais as respostas a essas necessidades, o que nos obriga a ir-nos modernizando”, acrescenta.

D. Manuel Clemente agradeceu todo esse trabalho, disse que todas as experiências comunitárias são “experiências de Deus” e que a Comunidade é “uma experiência religiosa de primeira”.

Houve missa e houve cânticos. E houve muitos jovens com camisolas brancas e amarelas, voluntários da comunidade, e houve mesas corridas e tabuleiros com água e sumos, e iogurtes e frango, e salgados e doces, e café também.

E os convidados da festa, os sem-abrigo e os outros, as famílias inteiras de que falava Joaquim Henrique. “Infelizmente continuamos a ser necessários”, tinha já dito.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …

Montenegro tem uma carta na manga para promover o turismo

Para incentivar o turismo, Montenegro tem a intenção de usar a carta da segurança sanitária para convencer os turistas estrangeiros a visitar o país. No dia 25 de maio, Montenegro declarou-se um "país livre de coronavírus" …