Maioria dos casais portugueses tem apenas um filho

SXC

foto: sxc

foto: sxc

 

Mais de metade dos casais portugueses têm apenas um filho, tendência que se acentuou nas últimas décadas, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), que registam também um aumento dos casais sem filhos e das famílias monoparentais.

Dos 2.745.928 casais existentes em Portugal em 2011, 55 por cento tinham apenas um filho. Em 1991 essa percentagem era de 44 por cento e, em 2001, de 51 por cento, segundo os dados do INE hoje divulgados e que analisam a evolução da realidade familiar portuguesa nos últimos 50 anos.

O INE regista também um aumento dos casais sem filhos, que representam já 41 por cento do total de casais portugueses. Em 1991, eram 32 por cento e, em 2001, 35 por cento.

O maior aumento destes casais registou-se nos grupos etários até aos 39 anos, o que, segundo o INE, indicia o adiamento da parentalidade.

O número de casais com três ou mais filhos sofreu uma quebra (17 por cento em 1991, 11 por cento em 2001 e oito por cento em 2011), tendo-se mantido relativamente estável o número de casais com dois filhos (39 por cento em 1991 e 2001 e 38 por cento em 2011).

A tendência para a diminuição do número de filhos verifica-se também nas famílias recompostas (separados ou divorciados que voltam a formar família), apesar de nestes casais a percentagem de filhos continuar a ser mais do dobro da do total de casais com filhos.

O número de casais recompostos mais do que duplicou desde 2001, passando de 46.786 para 105.763 em 2011, o que fez aumentar o seu peso no total dos casais com filhos.

Também as uniões de facto com e sem filhos aumentaram, com variações de 120 por cento e 80 por cento, respetivamente, face a 2001.

O crescimento das uniões de facto é ainda mais expressivo nos casais recompostos, com seis em cada 10 destes casais a viverem este tipo de união.

O número de uniões de facto é maior na região da grande Lisboa, Península de Setúbal, Alentejo Litoral e Algarve (acima de 20 por cento), zonas onde um em cada cinco casais vivem em união de facto.

As famílias monoparentais continuam também a crescer, sobretudo as só de mães com filhos menores de 18 anos, que na década de 2001-2011 cresceram 47,7 por cento.

Em 2011, existiam em Portugal 480.443 famílias monoparentais, que representavam 14,9 por cento do total de famílias e 22,9 por cento das famílias com filhos.

Estes valores representam um crescimento de 35 por cento deste tipo de família em relação a 2001

Destas 480.443 famílias, 416.343 eram constituídas só por uma mãe e 64.100 só por um pai.

A grande diferença entre o número de agregados de pai e mãe sós indica, segundo o INE, “a persistência da ‘guarda materna’ após o divórcio ou separação”.

Em 2011, 15 por cento das famílias monoparentais com filhos menores de 18 anos eram afetadas pelo desemprego, sendo mais elevado no caso das mães.

Os dados apontam ainda que cerca de um terço das famílias monoparentais com filhos menores vivem em famílias complexas – em que ao pai/mãe se juntam outras pessoas aparentadas 32,4 por cento em 2011).

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Adolescente italiana libertada depois de matar pai abusivo. Autoridades alegaram legítima defesa

Uma adolescente italiana que matou o seu pai abusivo foi libertada da prisão domiciliária que as autoridades lhe tinham imposto depois de os promotores considerarem que a jovem agiu em legítima defesa. De acordo com …

Asteróide gigante com lua própria vai passar muito próximo da Terra este sábado

Um asteróide com sua própria "lua" potencialmente perigoso passará este sábado no ponto mais próximo em relação ao nosso planeta pela primeira vez desde que foi descoberto em 1999. Segundo o portal Cnet, trata-se de um …

Adolescente encontra (por acaso) mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos

Enquanto procurava relíquias do período neolítico, uma estudante fez uma descoberta surpreendente: encontrou uma mandíbula de um mastodonte com 34 mil anos. Uma adolescente do estado norte-americano de Iowa encontrou uma mandíbula de um mastodonte com …

Encontrado o navio que transportou os últimos escravos africanos para os EUA. Estava num rio

Afundado há 160 anos, um navio emergiu do fundo das águas de um rio do Alabama para contar a história dos últimos escravos africanos nos Estados Unidos. O Clotilda terá sido o último navio de sempre …

Banca. Aumento das comissões é "inevitável"

A diretora-geral da Associação Portuguesa de Bancos disse esta sexta-feira ser "inevitável" que se verifique um aumento do peso relativo das comissões no produto bancário, assinalando que o próprio Banco Central Europeu tem reconhecido …

Presidente do PSG indiciado por corrupção ativa

O presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaïfi, foi indiciado por corrupção ativa num âmbito de um processo judicial que investiga suspeitas relativas à atribuição da organização dos Mundiais de Atletismo a Doha, no Qatar. De acordo com …

Incêndios: Governo decreta Situação de Alerta até 30 de maio

O território continental está desde as 20:00 desta sexta-feira e até às 23:59 de 30 de maio, quinta-feira, em Situação de Alerta, devido às previsões meteorológicas que “apontam para um significativo agravamento do risco de …

Vivia numa habitação social. De repente, herdou uma propriedade de 50 milhões

Um teste de ADN mudou a vida de Jordan Rogers para sempre. O britânico, de 31 anos, promete tentar ajudar outras pessoas que vivem na situação que ele próprio sentiu na pele. Jordan Rogers trabalhava como …

Terramoto no Bernabéu. Sergio Ramos pode estar de saída

Sergio Ramos, central e capitão do Real Madrid, pode estar prestes a abandonar emblema espanhol, avança a imprensa internacional esta sexta-feira. De acordo com a A Marca, na origem da eventual saída estará uma acesa discussão que …

Já há data para o lançamento do novo livro da saga A Guerra dos Tronos

A série terminou no passado fim-de-semana, mas o fenómeno de A Guerra dos Tronos continua a fervilhar. O autor da saga que inspirou a série, George R. R. Martin, revelou agora que o próximo livro …