O maior avião do mundo pode ficar em terra depois de apenas um voo

(h) Stratolaunch / EPA

Em abril passado, o Stratolaunch levantou voo e foi classificado como o maior avião do mundo em envergadura. Desta forma, a missão estava projetada para lançar foguetes em órbita do ar.

Contudo, a empresa aeroespacial fundada por Paul Allen está a fechar as operações, de acordo com um relatório da Reuters que cita fontes anónimas. A empresa cessará atividade deixando por terra o objetivo de desafiar as empresas aeroespaciais tradicionais numa nova “corrida espacial”.

Segundo a Reuters, a Stratolaunch Systems Corporation, empresa espacial fundada pelo bilionário Paul Allen, está a encerrar operações. Desta forma, caem por terra os planos ambiciosos para desafiar as empresas aeroespaciais tradicionais.

A empresa desenvolvia assim um portefólio de veículos de lançamento, incluindo o maior avião do mundo em envergadura de asas. Dessa forma, conjugava-se a ambição para lançar satélites e, eventualmente, humanos no Espaço.

Com a morte do seu fundador Paul Allen, no passado mês de outubro aos 65 anos, a empresa poderia perder uma vital fonte de investimento. Allen fundou a Stratolaunch em Seattle em 2011.

Após este acontecimento, a empresa de Paul, a Vulcan inc, tem explorado uma possível venda dos ativos e propriedade inteletual da Stratolaunch, segundo as informações veiculadas. Um porta-voz da Northrop Grumman Corp, dona da Scaled Composites, principal fornecedora do avião da Stratolaunch, recusou-se a discutir as operações da empresa. A Stratolaunch pretendia lançar o pequeno Pegasus da Northrop a partir do avião da Stratolaunch em 2020.

A Stratolaunch de Allen foi comparada à Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson. É uma empresa que está a desenvolver um sistema semelhante de lançamento em alta altitude, o Blue Origin. Pertence então a Jeff Bezos e à SpaceX, de Elon Musk.

Todos anseiam lucrar com a crescente procura por serviços de lançamento de satélites e, eventualmente, viagens espaciais. Este é um mercado há muito tempo dominado por várias empresas. Entre elas, a United Launch Alliance – uma parceria entre a Boeing e a Lockheed Martin.

A peça central da estratégia da empresa era o seu avião de transporte fabricado em fibra de carbono. A sua envergadura de 117 metros e os seis motores que o equipavam obtiveram o respeito mundial, assim como a curiosidade. O avião voou pela primeira vez em abril.

Em janeiro, três meses após a morte de Allen, a Stratolaunch disse que estava a desmantelar a parte de construção de foguetes da empresa. No entanto, continuaria a concentrar-se no seu avião. No dia 1 de abril, a Stratolaunch tinha apenas 21 funcionários, em comparação com 77 em dezembro, disse uma das fontes à agência noticiosa.

A maioria dos funcionários restantes estava concentrada no completar do voo de teste do avião da companhia aérea. Depois de algum alento acrescentado à conquista espacial, a empresa parece claudicar numa altura onde só os mais fortes financeiramente sobrevivem.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …