Governo ordena inquérito sobre detenção de mulher na Amadora

Miguel Pereira Da Silva / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O ministro da Administração Interna ordenou, esta quarta-feira, a abertura de um inquérito sobre a atuação policial na detenção de uma mulher na Amadora, que envolveu “agressões” e resultou numa denúncia contra o polícia de serviço.

Em comunicado, o Ministério da Administração Interna (MAI) refere que o ministro Eduardo Cabrita “determinou à Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) a abertura de um inquérito para apuramento dos factos relacionados com a atuação policial ocorrida domingo, na Amadora, após o pedido de intervenção do motorista de um autocarro de passageiros”.

O MAI adianta que a PSP “transmitirá à IGAI todos os elementos da averiguação interna que tem estado a realizar”.

Na segunda-feira, a mulher foi presente a um juiz de instrução criminal e foi constituída arguida, tendo ficado indiciada do crime de resistência e coação sobre agente da autoridade e sujeita à medida de coação de termo de identidade e residência. O polícia envolvido, por sua vez, não foi constituído arguido.

Na sequência da denúncia contra o polícia, a PSP também já iniciou a instrução de um processo de averiguações para proceder à averiguação formal das circunstâncias da ocorrência e de todos os factos alegados pela cidadã.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Normal, mas bonito seria soltar esse ministro totó no meio dos selvagem, para ele perceber o que a polícia passa em certas zonas do país!…

  2. O ministro só podia fazer outra coisa antes de ordenar um inquérito à actuação policial, ESTAR CALADO. Mas com um governo PS, e os seus satélites da esquerda, iremos sempre ouvir o ministro dizer que esta não é a sua polícia. Pois não, em vez de bater nos ricos bate nos malandros.

  3. O vídeo só mostra o que lhes convém. Não mostra quando a mulher empurra e morde o polícia. O vídeo é para enganar papalvos. Tudo começou por causa dela não querer pagar o bilhete para a moça. Disse ao motorista que ia telefonar ao filho para ele trazer o passe à paragem como se o autocarro fosse obrigado a ficar ali à espera às ordens na senhora e não tivesse horários para cumprir. Ela é que foi a culpada de tudo e depois vieram umas bestas agredir o motorista como se ele fosse obrigado a transportar pessoas sem título de transporte válido. Enfim gente de má índole.

Responder a Eu! Cancelar resposta

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …

"Cibermáfia". Rede de criminosos "lavou" milhões de euros em Bancos portugueses

Uma rede de criminosos com origem na Europa de Leste montou um esquema de lavagem de dinheiro roubado em ataques informáticos através de Bancos de países como Portugal. Esta "cibermáfia", como é apelidada pelo Jornal de …

Diplomatas chineses e taiwaneses entram em confronto físico nas ilhas Fiji

Diplomatas da China e funcionários do Governo de Taiwan entraram em confronto físico durante uma receção nas ilhas Fiji, que marcou o dia nacional de Taiwan, ilustrando a crescente tensão entre Pequim e Taipé. A luta …