Mãe perde dois filhos para o sarampo e culpa fake news sobre vacinas

Sanofi Pasteur / Flickr

No intervalo de uma semana, Arlyn B. Calos perdeu os dois filhos, vítimas de sarampo. “Sinto raiva. Não devia ter dado ouvidos à televisão e ao Facebook.”

No ano passado, Arlyn B. Calos perdeu dois filhos, no intervalo de apenas uma semana, vítimas de sarampo. A família vivia nas Filipinas, que enfrenta um surto da doença. Mais de 35 mil pessoas foram infetadas e quase 500 morreram desde o início deste ano.

A mãe conta que não vacinou as crianças porque leu notícias que adiantavam que as vacinas faziam mal. “Sinto raiva. Não devia ter dado ouvidos à televisão e ao Facebook. Devia ter protegido os meus filhos”, afirmou, citada pela BBC.

Existe atualmente uma vacina segura e efetiva disponível, mas as controvérsias relacionadas com a nova vacina contra a dengue, chamada Dengvaxia, espalharam informações incorretas e sensacionalistas. “Nas notícias e no Facebook diziam que muitas crianças morreram. Eu tinha medo de vacinar os meus filhos por causa disso”, explicou.

Devido a estas informações falsas, muitos pais ignoraram as campanhas de vacinação. Apesar de haver investigações em curso sobre a Dengxavia, não foi comprovada a relação entre a vacina e as mortes de crianças.

“Foi muito difícil perder dois filhos, mas estou a recuperar. Quando tiver filhos novamente, não vou hesitar em vaciná-los para que fiquem seguros”, disse Arlyn.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto não é novo. Ao longo da história, quantos vêm torcendo a orelha por não terem sido capazes de distinguir a verdade da manipulação.

RESPONDER

Nadadores-salvadores devem privilegiar salvamento "sem entrar na água"

A Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores divulgou hoje alguns dos procedimentos que os vigilantes devem adotar na época balnear face à pandemia, como privilegiar o salvamento “sem entrar na água” ou abordar o náufrago pelas costas. “Ainda …

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …

Pela primeira vez em 30 anos, Hong Kong proíbe vigília em memória de Tiannamen

Pela primeira vez em 30 anos, tanto Hong Kong como Macau não vão ter vigílias em homenagem às vítimas do massacre de Tiananmen. A Polícia de Hong Kong proibiu a vigília em memória do massacre de …

Portugal com mais 8 mortos e 331 casos positivos em 24 horas

Portugal registou mais oito mortes e 331 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde. Esta quinta-feira, Portugal registou 1.455 mortes por …

IL rejeita Marcelo Rebelo de Sousa e aposta em Adolfo Mesquita Nunes

O Iniciativa Liberal (IL) não vai apoiar a eventual recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa. Para o partido, um dos nomes em cima da mesa para as Presidenciais é "fácil" e só depende da "vontade …

Comissão Europeia "otimista" na rápida retoma económica em Portugal

A Comissão Europeia diz estar "razoavelmente otimista" sobre uma "rápida recuperação" económica de Portugal após a crise gerada pela covid-19 e considera que a forma como o país "controlou" a pandemia beneficiará a retoma do …

Nova Zelândia decreta em junho erradicação de contágios. Está há 13 dias consecutivos sem novos casos

A Nova Zelândia, país que tem sido apontado internacionalmente como exemplar no combate à pandemia de covid-19, prevê decretar a “erradicação da doença” no país no próximo dia 15 de junho. A informação foi avançada esta …