Mãe reencontra-se com falecida filha de 7 anos em realidade virtual

Em 2016, Nayeon, filha de 7 anos de Jang Ji-sung, morreu devido a uma doença incurável. Três anos depois, a mãe reencontrou-se com a menina num mundo virtual criado para um documentário televisivo.

Na quinta-feira, a Munhwa Broadcasting Corporation partilhou um vídeo do documentário especial, intitulado “I Met You”, na sua página no YouTube, com as cenas cortadas entre o mundo real e o virtual.

No cenário, Jang está à frente de um enorme fundo verde, com óculos de realidade virtual e luvas hápticas – uma tecnologia que permite ter a sensação de tato e a sensação de maleabilidade e resistência de objetos dentro de um ambiente virtual.

O reencontro na realidade virtual é extremamente emocional. Jang parece começar a chorar no momento em que vê Nayeon virtual, enquanto o resto da família – pai, irmão e irmã de Nayeon – vê o encontro a desenrolar-se com expressões sombrias e lágrimas ocasionais.

Na simulação, a menina corre na direção da mãe a perguntar: “Onde estiveste, mãe? Pensaste em mim?”. “Eu faço-o sempre”, respondeu Jang, estendendo a mão para tocar Nayeon, conseguindo mesmo “segurar” a mão da menina virtual.

“Talvez seja um verdadeiro paraíso”, disse Jang sobre o encontro em realidade virtual, de acordo com o Aju Business Daily. “Eu encontrei-me com Nayeon, que me chamou com um sorriso, durante um tempo muito curto, mas é um momento muito feliz. Acho que tive o sonho que sempre desejei”.

A equipa de produção passou oito meses no projeto, tendo projetado o parque virtual em honra de um que a mãe e a filha visitavam no mundo real e usado a tecnologia de captura de movimento para registar os movimentos de um ator infantil que, mais tarde, seriam usados como modelo para a Nayeon virtual.

Jang disse que concordou em aparecer no documentário para fornecer conforto a “alguém que perdeu um filho como eu ou que perdeu um irmão ou um pai”. “Três anos depois, acho agora que devo amá-la mais do que sinto falta dela, para que possa ter certeza quando a encontrar mais tarde”, acrescentou.

O processo pode não ter sido simples e o produto final pode não ter sido perfeito. Porém, agora temos tecnologia para recriar os mortos em realidade virtual – e as implicações disto são impossíveis de prever, escreve o Futurism. Pode ter sido necessária uma equipa inteira de especialistas para produzir “I Met You”, mas quão longe estamos de uma plataforma que permite que alguém faça upload de imagens de um ente querido e depois interaja com uma versão virtual dessa pessoa? Anos? Meses?

E há mais perguntas: Que tipo de impacto terá no processo de luto? Ver um ente querido em realidade virtual ajudará as pessoas a seguir em frente após uma morte? Algumas pessoas tornar-se-ão viciadas no mundo virtual, gastando cada vez mais tempo nele e menos no mundo real?

Várias startups estão já a preparar as bases para o futuro, compilando dados sobre pessoas vivas e mortas para que possam criar “avatares digitais” dessas pessoas. Outras empresas já estão a construir clones de robôs de pessoas reais.

Será necessária regulamentação? Em vez de permitir que as startups ofereçam ao público a possibilidade de interagir com versões virtuais dos seus entes queridos mortos, talvez se possa disponibilizar a tecnologia apenas a pessoas que foram submetidas a uma triagem com um psicólogo.

É difícil dizer o que pode funcionar, uma vez que esta oportunidade é um território desconhecido. Mas agora que entramos oficialmente nesta arena, temos muitas perguntas que precisamos de responder o mais rapidamente possível.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ao site Zap. Eu achei incrível essa notícia e compartilhei o link no meu Facebook. Peço por favor que me desculpem se não podia fazê-lo. Se tiver algum problema, eu retiro. Obrigado pelas ótimas notícias. Abraços

RESPONDER

A atmosfera deste exoplaneta "infernal" está cheia de metal

Uma equipa de astrónomos observou um dos exoplanetas mais quentes já encontrados e conseguiu identificar, pelo menos, sete metais a flutuar na sua atmosfera. O WASP-121b, localizado a 850 anos-luz da Terra, orbita a sua estrela …

A supergigante Betelgeuse é mais pequena e está mais perto da Terra do que se pensava

De acordo com um novo estudo feito por uma equipa internacional de investigadores, podem ser necessários mais 100.000 anos até que a estrela gigante vermelha Betelgeuse morra numa explosão de fogo. O estudo, liderado pela Dra. …

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …