Maduro acusa grupo de snipers de novo apagão (e pede aos venezuelanos para rezar)

(dv) Palácio Miraflores

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Segundo Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela, o novo corte geral na eletricidade foi obra de um grupo de snipers que agiram a mando da direita da política venezuelana e, agora, o que é mesmo preciso é rezar.

Numa entrevista concedida esta quarta-feira à televisão estatal, Nicolás Maduro atirou as culpas do novo apagão para um grupo de snipers que agiram a mando da direita da política venezuelana, acusando novamente os Estados Unidos de estarem por detrás do corte geral na eletricidade do país.

Só o império norte-americano tem o ódio e a perversidade suficientes para ordenar um ataque como este. Isto é uma guerra autêntica. Já que não conseguem invadir a Venezuela, decidiram que vão fazer tudo o que for preciso para minar o país”, afirmou o Presidente. No espaço de semanas, esta é a segunda vez que o território venezuelano, incluindo a capital, Caracas, fica sem energia elétrica.

O mais recente corte de energia aconteceu no início desta semana e vários especialistas afirmaram que nada mais é do que o resultado de vários anos de desinvestimento e corrupção. No entanto, Nicolás Maduro não é da mesma opinião.

Na mesma entrevista, o governante voltou a acusar o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o seu “fantoche diabólico”, Juan Guaidó, de serem os principais responsáveis por aquilo a que se referiu como “um ataque terrorista brutal”. Para Maduro, Trump está “obcecado com a Venezuela”.

Segundo o Expresso, Maduro garantiu que irá assumir as suas responsabilidades e aconselhou os venezuelanos a rezar. “Peço a máxima união, a máxima resistência e a máxima espiritualidade cristã. Toda a gente deve saber que os danos causados são mais graves do que se possa imaginar”, afirmou.

Maracaibo, a segunda maior cidade do país, continuava às escuras esta quarta-feira à noite. Guaidó desvalorizou as alegações de Maduro e, num comício em Caracas, disse aos seus apoiantes para se prepararem para um novo embate contra o Presidente, numa operação designada “Operação Liberdade”.

Estamos simplesmente a lutar por uma vida normal“, declarou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Há mesmo algo de reconfortante quando dizemos palavrões

Um novo estudo sugere que, nas circunstâncias certas, dizer palavrões em voz alta parece fazer as pessoas sentirem menos dor. Exatamente como e porque é que o ato de dizer asneiras consegue fazer com que as …

"Paraministro" de Costa. Gestor independente chamado para negociar plano económico de retoma

O primeiro-ministro, António Costa, convidou o diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, para estudar o plano de recuperação económica. De acordo com o semanário Expresso, que avança a notícia na sua edição deste …

Termina o dever cívico de confinamento

O Conselho de Ministros aprovou esta sexta-feira o fim do “dever cívico de recolhimento”, que entrará em vigor na próxima segunda-feira, prevê a resolução que prolongou a situação de calamidade até 14 de junho. A situação …

"Ratos" de musgo espalham-se pelos glaciares do Ártico (e intrigam cientistas)

A presença de estranhas bolas de musgos nos ecossistemas de glaciares tem atraído a atenção da comunidade científica. Estas estranhas criatura proliferam no Ártico, mas também em regiões da Islândia e América do Sul. Especialistas de …

Há 29 países que podem visitar a Grécia a partir de 15 de junho. Portugal ficou de fora

A partir de 15 de junho, cidadãos oriundos de 29 países poderão visitar a Grécia, revelou esta sexta-feira o Governo helénico, dando conta que a lista elaborada teve em conta a situação epidemiológica de cada …

Portugal Continental não vai ter quarentena para turistas

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu esta sexta-feira que Portugal continental não vai aplicar normas de quarentena para quem vier de fora do país. No final de um Conselho de Ministros de quase oito horas, que se …

Jovem de 19 anos morre atingido por disparos durante protesto pela morte de George Floyd

Um jovem de 19 anos morreu depois de alguém que seguia num carro ter disparado sobre uma multidão de pessoas que protestavam contra o homicídio do afro-americano George Floyd, indicou uma porta-voz da polícia de …

O campo magnético da Terra está a enfraquecer misteriosamente

Novos dados de satélite da Agência Espacial Europeia (ESA) mostram que o campo magnético da Terra está a enfraquecer entre África e a América do Sul. O enfraquecimento do campo magnético da Terra está relacionado com …

Morreram os primeiros dois capacetes azuis vítimas da covid-19

Dois militares da força de manutenção da paz das Nações Unidas no Mali morreram devido à covid-19, os primeiros entre cerca de 100.000 soldados e polícias destacados em 15 missões no mundo. "Infelizmente, ontem [quinta-feira] e …

Asteróide que dizimou os dinossauros atingiu a Terra no "mais mortífero ângulo possível"

O asteróide que dizimou os asteróides e 75% de todas espécies à face da Terra há 65 milhões de anos atingiu a Terra no "mais mortífero ângulo possível", concluiu uma investigação do Imperial College de …