Maduro diz que se for preciso se torna ditador para “garantir os preços” na Venezuela

Agencia de Noticias ANDES

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse esta sexta-feira que está pronto a tornar-se um ditador, se isso for necessário para estabilizar os preços e recuperar a turbulenta economia de seu país.

“Faça chuva, trovão ou relâmpago, vamos conseguir paz económica, prosperidade e estabilidade de preços… Eu quero fazer isso de forma correcta, mas se tiver de o fazer de forma má e tornar-me um ditador para garantir os preços às pessoas, vou fazê-lo”, disse Maduro em declarações transmitidas pelo canal de televisão estatal da venezuela.

O presidente diz que irá concentrar-se na criação de um programa de preços fixos, que prevê a inspecção de 50 produtos de uma cesta básica através dos “Comités Locais de Fornecimento e Produção”, responsáveis ​​pela venda de alimentos subsidiados pelo Estado.

O presidente venezuelano apresentou oito propostas de leis aos deputados da Assembleia Constituinte, entre as quais algumas medidas inéditas, como a regulação e criação de casas de câmbio para negociar moeda estrangeira ao preço do mercado. O governo irá também aumentar a produção de petróleo do país.

O anúncio da disponibilidade de Nicolás Maduro para se tornar um ditador surge numa altura em que a oposição venezuelana, cujos principais líderes se encontram presos, e diversas personalidades internacionais dizem que, na realidade, já o é.

A semana passada, o presidente francês Emmanuel Macron classificou de “ditadura” o regime de Maduro, depois de em agosto a ONU ter denunciado torturas, prisões arbitrárias e a morte de manifestantes na Venezuela.

Segundo as estimativas da ONU, entre 1 de abril e 31 de julho, 5.051 pessoas foram arbitrariamente presas, de acordo com o documento da ONU. Entre estes, mais de mil continuam detidos.

Há cerca de um mês, o presidente Maduro entregou na Assembleia Nacional Constituinte um projecto de Lei para “punir quem sair às ruas para manifestar intolerância e ódio” com até 25 anos de prisão, no que foi considerado o fim oficial da liberdade de expressão na Venezuela.

Composta por 545 membros, a Assembleia Constituinte foi eleita a 30 de julho, em eleições boicotadas pela oposição, que não participou no processo por considerar que foi convocada de maneira ilegítima por Maduro, que pretende alterar a Constituição do país.

A 11 de agosto, todos os poderes públicos subordinados à Assembleia Constituinte, com um decreto que lhe permite legislar em substituição do parlamento venezuelano.

Em dezembro de 2015, a oposição venceu pela primeira vez em 16 anos as eleições legislativas no país, conquistando a maioria qualificada no Parlamento – uma vitória ancorada no descontentamento popular na Venezuela, há anos a lidar com uma crise económica acelerada pela queda dos preços do petróleo.

“É uma questão de tempo até que o Parlamento desapareça“, disse Nicolas Maduro em maio de 2016, cinco meses após a eleição do órgão legislativo venezuelano.

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • a redundancia é do proprio.. o jornalista só reproduziu a insanidade mental desse assassino camionista..e provavelmente secretario particular e intimo do piriquito!!!!

  1. pobre venezuela, pobres venezuelanos honestos trabalhadores e pacificos, pobres medios e ricos,nao comunistas, nao violentos nao oportunistas nao desocupados, nao assassinos….
    mas um dia vira em que essa quadrilha que tem devastado a venezuela vai ser expulsa.

  2. NO COMMENT mais Um Narcisista?
    Poupem-me ao esforço mental
    Espero bem que o Governo, do qual faz parte o PC, BLOCO e os sonsos do PS, estejam conscientes do que andam a fazer….cá pelo Feudo…

RESPONDER

Bruno Fernandes assina pelo Manchester United. Sporting pode encaixar 80 milhões de euros

Bruno Fernandes assinou pelo Manchester United e viaja para Inglaterra esta quarta-feira. O Sporting recebe 55 milhões de euros a pronto, com o negócio a poder atingir os 80 milhões mediante o cumprimento de certos …

China ultrapassa a Rússia e torna-se o segundo maior vendedor de armas do mundo

A China tornou-se, em 2017, o segundo maior exportador mundial de armas, de acordo com um novo relatório do Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI), publicado na segunda-feira. O país ultrapassou …

Antero Henrique perto de se mudar para o Manchester United

Depois de passar pelo FC Porto e pelo Paris Saint-Germain, Antero Henrique está perto de assumir um cargo na direção desportiva do Manchester United. Antero Henrique, antigo diretor desportivo do Paris Saint-Germain, pode estar perto de …

Moedas de um e de dois cêntimos podem vir a acabar

A Comissão Europeia pretende pôr fim às moedas de um e dois cêntimos. A proposta vai ser apresentada e adotada pela comissão de Ursula von der Leyen esta quarta-feira. Esta é uma das medidas de …

PSD pretende que os próximos serviços públicos sejam criados no interior do país

O PSD pretende que o Governo localize no interior todos os serviços públicos que venha a criar, segundo uma proposta de aditamento ao Orçamento do Estado de 2020 (OE2020) entregue na segunda-feira na Assembleia da …

Ventura propõe que "Joacine seja devolvida ao seu país de origem"

Ventura não apreciou a proposta do Livre de devolver o património das ex-colónias. Numa publicação nas redes sociais sugeriu que Joacine "seja devolvida ao seu país de origem". André Ventura partilhou uma publicação nas redes sociais …

Alberto II da Bélgica assume filha de uma relação extraconjugal

O antigo Rei da Bélgica assumiu ser pai de uma mulher de 51 anos, que nasceu de uma relação extraconjugal, depois de um processo que se arrastou na justiça belga durante sete anos. Uma ordem de …

Luanda Leaks. Plataforma confirma que recebeu os dados de Rui Pinto

A Plataforma de Proteção de Denunciantes na África (PPLAAF) confirmou que recebeu do 'hacker' português Rui Pinto os dados relacionados com as recentes revelações sobre a fortuna da empresária angolana Isabel dos Santos. “Muitos meios de …

Príncipe André ofereceu "zero cooperação" no caso Epstein, diz procurador

O Príncipe André ofereceu "zero cooperação" na investigação sobre os crimes do falecido investidor Jeffrey Epstein, embora o FBI e o Ministério Público de Nova Iorque tenham pedido para interrogá-lo. Segundo afirmou o procurador do distrito …

Conceição queixou-se das condições, mas a realidade é bem diferente

No fim do jogo da final da Taça da Liga, Sérgio Conceição desabafou sobre as condições em que trabalha. No entanto, a realidade mostra algo bem diferente daquilo que o treinador dá a entender. Após a …