Maduro anuncia radicalização da revolução venezuelana

MinCI

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou empresários de estarem a sabotar o abastecimento de produtos no país e de usarem os dólares autorizados para as importações para “apunhalar” o povo.

Nicolás Maduro anunciou também que “radicalizará” a revolução bolivariana.

“Sem demora, sem falta, convoquem os empresários a quem foi entregue dinheiro para a importação dos produtos que não se fazem na Venezuela. Convoquem, investiguem, verifiquem as contas, vão aos armazéns e, se necessário, vamos detê-los e entregá-los ao Ministério Público, porque tenho a certeza que estão detrás da sabotagem económica”, disse.

Nicolás Maduro falava em Los Próceres, Caracas, durante um ato evocativo do “dia da milícia” bolivariana, transmitido em simultâneo e de maneira obrigatória pelas rádios e televisões do país.

“Já chega! Peço o apoio do povo. Já chega de tanta sabotagem económica, já chega de tanta guerra económica, se não é uma coisa é outra. Já chega de tanta reunião também. Quando os convocamos eles falam, põem cara de cordeiros e vão embora como lobos, hienas, a meter uma punhalada contra o povo” disse, referindo-se a alguns empresários.

O Presidente da Venezuela chamou a sua equipa a “atuar com mão dura, direta” e a “não acreditar” na burguesia.

Vamos radicalizar a revolução. Já chega (…) chamo o povo, as Forças Armadas, os ministros. Já chega de sorrisos. Acabaram-se os sorrisos e as conversas com a burguesia, que respondam pelos dólares que lhes demos”, frisou.

Maduro vincou que na luta contra os problemas de abastecimento de produtos não lhe interessa os apelidos e apelou aos ministros que tenham “mão dura” para os prevaricadores.

“Quem não puder que se retire, quem não puder suster a sua atividade económica que se vá embora, mas quem for encontrado em sabotagem vai para a cadeia, tem que ir preso e pagar o que faz ao povo”, disse.

Segundo Nicolás Maduro “tudo tem um limite” e os empresários andam em “sabotagem permanente” mesmo quando são convocados ao palácio presidencial de Miraflores.

“Eu peço apoio. Um só homem não pode fazer todas as tarefas, eu necessito de apoio e mão firme dos ministros e dedicação exclusiva “, disse, vincando que irá “à raiz” do problema.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população sobre dificuldades para conseguir produtos essenciais como leite, óleo, café, açúcar, margarina, papel higiénico, lâminas de barba, champô, sabonetes, preservativos, entre outros.

Alguns produtos considerados “não básicos” ou “não prioritários” registam também falta de abastecimento, entre eles os dos setores de acessórios para automóveis, papel e tecidos, entre outros.

Diariamente os supermercados registam grandes filas de clientes à procura de produtos que muitas vezes são comprados na totalidade sem chegarem a ser colocados nas prateleiras.

Alguns cidadãos recorrem frequentemente a aplicações para smartphones para saber onde chegam os produtos escassos e para avisar os amigos da sua existência em determinado sítio.

Para conseguir os produtos, os venezuelanos passam várias horas diárias nas filas de diferentes estabelecimentos comerciais.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O homem nunca esteve bem e agora piorou. É o que acontece a um país onde um presidente ex-motorista de autocarros, governa por decreto que ele mesmo fez. Porque não manda invstigar porque é que na casa dele, no palácio presidencial e em casa dos seus acólitos nada falta? Peça ao povo que investigue o porquê, e vaiter muita gente presa incluindo o próprio.

RESPONDER

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …

Mau tempo nas próximas 48h. Proteção Civil alerta para cheias e quedas de árvores

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou para a possibilidade de lençóis de água e de gelo nas estradas, cheias rápidas e queda de árvores, devido ao mau tempo nas próximas 48 horas …