Maduro anuncia mais um aumento de 40% no salário mínimo venezuelano

MinCI

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou um aumento de 40% no valor do salário mínimo, das pensões e dos salários de funcionários públicos. Este é o sétimo aumento do ano.

A medida foi uma nova tentativa para neutralizar a explosão de preços, numa economia com uma hiperinflação galopante como é a venezuelana, neste momento em 1396%.

Anuncio o aumento de 40% do salário mínimo nacional e de todas as tabelas salariais em nível nacional, de professores, professoras, militares, policiais, médicos, médicas, funcionários públicos”, disse Maduro este domingo durante o seu discurso de fim de ano.

Maduro decretou também o aumento de quase o dobro do bónus de alimentação conhecido como “cestaticket“. O objectivo foi garantir “a protecção do direito à alimentação do povo”, explicou Maduro.

O aumento decretado eleva o salário mínimo dos venezuelanos de 177.507 para 248.510 bolívares – de 13,50 para 19,00 euros à taxa oficial Dicom. Por outro lado, o subsídio de alimentação passa de 279.000 bolívares para 549.000 bolívares, para um salário integral total, incluindo os subsídios, de 797.510 bolívares – cerca de 60 euros.

Com o aumento, a pensão, somada ao chamado “bónus de guerra económica”, o instrumento com o qual o chavismo tenta atenuar os efeitos de uma crise que atribui aos “especuladores” internos e aos EUA, os reformados receberão por mês 347.914 bolívares, cerca de 26 euros ao câmbio oficial.

A medida foi recebida com críticas por vários economistas.

É chover no molhado, mas também é preciso dizer sempre isto: uma política de aumento de salário mínimo unilateral partindo do Executivo e com ausência de uma política para reduzir a inflação só agrava o problema“, escreveu no Twitter Asdrúbal Oliveros, director da consultora venezuelana Ecoanalítica.

Nos últimos 12 meses o Presidente da Venezuela aumentou seis vezes o salário mínimo dos venezuelanos, a primeira das quais em janeiro (50%), seguindo-se maio (60%), julho (50%), setembro (40%) e a 1 de novembro (30%).

O aumento do salário tem lugar depois de protestos em várias cidades do país pelos altos preços dos produtos e pela falta de produtos que seriam vendidos à população a preços subsidiados pelo Estado.

Entre outubro e dezembro de 2017 triplicaram os preços de venda dos produtos. Segundo a imprensa local a inflação não oficial de 2017 é superior a 2.000%, num país onde escasseiam os bens essenciais e a qualidade dos serviços degradou-se nos últimos tempos.

Na Venezuela, meio quilograma de massa custa à volta de 96.000 bolívares (7,30 euros), um quilograma de açúcar 130.000 bs (9,88 euros), um quilograma de queijo amarelo 600.000 bs (45,63 euros) e um pão 16.000 bs (1,21 euros).

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Elisa Ferreira vai tutelar fundos distribuídos pelo marido. PE reunido para analisar "conflito de interesses"

A comissária portuguesa vai gerir a pasta que integra os fundos distribuídos pelo marido, presidente da CCDRN. Eurodeputados falam em conflito de interesses. A Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu (PE) está reunida em Estrasburgo, …

​ERSE diz que "não tem capacidade" para analisar preço dos combustíveis

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) admitiu que não tem capacidade para analisar o preço dos combustíveis, afirmou a presidente do regulador, Cristina Portugal, em entrevista ao programa Hora da Verdade, da Renascença e …

Autarca de Amarante nega ter participado em viagem à Turquia

A Câmara de Amarante informou hoje que "nenhum autarca" do município participou numa viagem à Turquia, paga por uma empresa investigada pelo Ministério Público (MP). Em comunicado enviado ao ZAP, a câmara refere que o presidente …

Primeiros humanos talhavam elefantes com ferramenta de 5 centímetros

Retirar o máximo de carne possível de uma carcaça era algo importante há milhares de anos atrás. Para um melhor aproveitamento, eram usadas lâminas de apenas cinco centímetros, que os arqueólogos ignoraram até agora. Normalmente, ao …

Trudeau pediu desculpa por ter escurecido tom de pele em festa em 2001

Em 2001, Justin Trudeau escureceu o tom de pele para um baile de máscaras. Agora, o primeiro-ministro do Canadá reconhece que não o devia ter feito. O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, disse esta quinta-feira que "lamenta …

Práticas da EDP Produção custaram 140 milhões de euros aos consumidores

As práticas da EDP Produção no mercado que levaram a Autoridade da Concorrência a aplicar uma multa de 48 milhões de euros terão custado 140 milhões de euros aos consumidores, adiantou o regulador. "Estima-se que a …

Dragões de Komodo têm uma "armadura" debaixo da pele

Um novo estudo mostra que debaixo da sua pele escamosa, os dragões de Komodo estão quase todos cobertos por uma armadura de pequenos ossos. Os dragões de Komodo (Varanus komodoensis) são conhecidos por serem fortes, rápidos …

Venda de João Félix vai ter impacto de 100 milhões de euros nas contas do Benfica em 2020

A venda de João Félix ao Atlético Madrid vai ter um impacto na ordem dos 100 milhões nos resultados do Benfica no próximo exercício (2019/20). "A venda do João Félix vai ter influência no exercício 2019/20, …

Pelo menos 15 mortos e 70 feridos em atentado no sul do Afeganistão

Pelo menos 15 pessoas morreram e 70 ficaram feridas, esta quinta-feira, num atentado ao lado de um hospital na cidade de Qalat, no sul do Afeganistão. O ataque ocorreu cerca das 06h00 desta quinta-feira (03h00 em Lisboa), …

Justiça absolve ex-responsáveis da operadora da central nuclear de Fukushima

Um tribunal japonês absolveu, esta quinta-feira, três antigos responsáveis da operadora da central japonesa de Fukushima, que estavam acusados de não terem tomado as medidas necessárias para evitar o desastre nuclear. O tribunal distrital de Tóquio …