Macron vence legislativas e fica com mais de 70% do parlamento

Ian Langsdon / EPA

Emmanuel Macron 'En Marche!'

Emmanuel Macron ‘En Marche!’

O novo partido do recém eleito presidente Emmanuel Macron venceu hoje a primeira volta das eleições legislativas em França, com cerca de 32% dos votos, segundo projeções divulgadas pelos media.

De acordo com as mesmas projeções, o partido A República em Marcha! do presidente Emannuel Macron obteve cerca de 32% dos votos, à frente de Os Republicanos, que terão assegurado entre 20 a 21% da votação. Na primeira volta da eleição presidencial, Macron tinha obtido 23,7% dos votos.

A Frente Nacional de Marine le Pen terá obtido entre 13 e 14%, e a França Insubmissa, movimento de extrema-esquerda de Jean-Luc Melenchón, quase 11%.

Continuando a sua tendência de implosão, o Partido Socialista francês deverá ser agora a 5ª força mais votada no país, com 9% dos votos.

Segundo as projeções da estação televisiva francesa France 2, divulgadas às 20:00 (menos uma em Lisboa), ‘A República em Marcha!, aliada ao partido centrista MoDem, poderá vir a eleger entre 390 e 430 dos 577 deputados, e os Republicanos entre 85 e 125.

A maioria absoluta no parlamento francês é de 289 em 577 assentos.

Apesar da pouca expressão da votação socialista, o PS deverá ter assagurado entre 20 e 35 deputados, à frente da França Insubmissa, que deverá ter entre 11 e 21, e da Frente Nacional, que terá assegurado entre 3 e 10.

Caso não haja candidatos com mais de 50% dos votos nas diferentes circunscrições, só aqueles que tiverem, pelo menos, 12,5% dos votos dos eleitores inscritos passam à segunda volta, a 18 de junho.

As urnas abriram às 08:00 horas e encerraram às 20:00 (menos uma Lisboa), mas grandes cidades como Paris, Marselha, Lyon e Lille, duas horas antes nas restantes. Cerca de 47 milhões de eleitores foram chamados a votar e havia 7.878 candidatos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Como assim, “estranha proporcionalidade”?
      Quem é que disse que a representatividade tem que ser assegurada com “proporcionalidade”?
      Em muitos sistemas parlamentares (como o francês e o britânico), os círculos são uninominais, e as pessoas votam no tipo do seu bairro que querem que as represente, independentemente do partido. Há quem ache que isso é que é “representatividade”, e não uma qualquer “proporcionalidade” dos partidos.

Responder a FSC Cancelar resposta

Estado Islâmico elege Israel como "alvo específico" da sua luta

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) afirmou na segunda-feira, através de uma mensagem áudio, pretender desencadear uma "nova fase" da sua 'jihad', ao eleger Israel como alvo específico. O apelo foi emitido quando o Presidente norte-americano …

Francisco Rodrigues dos Santos: "No CDS não existem Joacines"

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, afirmou hoje ter uma "confiança inabalável em todos os deputados" que representam o partido na Assembleia da República, e remeteu para mais tarde a questão da liderança …

Cada vez mais freiras sofrem de burnout no Vaticano

Há cada vez mais freiras a sofrerem de burnout no Vaticano. Várias irmãs denunciaram excesso de trabalho, stress, exploração laboral e abusos por parte dos superiores. Sem contrato de trabalho ou horários definidos, muitas freiras que …

"Foi uma cena de acidente devastadora". Helicóptero que matou Kobe Bryant não tinha caixa negra

As circunstâncias do acidente que provocou a morte de Kobe Bryant, da filha do ex-basquetebolista da NBA e de mais quatro pessoas, continuam a ser investigadas. Sabe-se, agora, que o helicóptero onde seguiam as vítimas …

EUA apresentam plano de paz para o Médio Oriente já condenado pela Palestina

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, apresenta esta terça-feira o seu plano de paz para o Médio Oriente, após reuniões com líderes israelitas, que poderá estar condenado ao fracasso, perante a rejeição dos …

Vacina chinesa para o coronavírus pode começar a ser testada em menos de 40 dias

A equipa chinesa que trabalha no desenvolvimento de uma vacina para combater o coronavírus de Wuhan disse que espera poder começar os testes em menos de 40 dias, informou a agência estatal Xinhua. Pelo menos 106 …

Netanyahu anuncia retirada da sua imunidade parlamentar

Benjamin Netanyahu retirou o pedido de imunidade ao Parlamento israelita contras as três acusações de que foi alvo em novembro, que envolvem casos de corrupção, fraude e abuso de confiança. O primeiro-ministro de Israel disse, em …

Vitória já tem proposta por Tapsoba (e pode fazer encaixe histórico)

O Vitória de Guimarães recebeu uma proposta por Edmond Tapsoba que pode levar os vimaranenses a abrir mão do jogador. Sabe-se que a proposta recebida ronda os 20 milhões de euros. A notícia avançada esta terça-feira …

Livre exige que património das ex-colónias em museus portugueses seja devolvido

O Livre quer que todo o património das ex-colónias, presente em território português, possa ser restituído pelos países de origem de forma a “descolonizar” museus e monumentos estatais. O partido da papoila quer que o património …

Pedro Sánchez usou helicóptero que procurava homem desaparecido

O primeiro-ministro espanhol requisitou, na passada quinta-feira, um helicóptero que estava a ser utilizado nas operações de busca de um homem de 34 anos que estava desaparecido em Maiorca. De acordo com o jornal espanhol ABC, tratava-se …