Macron vence legislativas e fica com mais de 70% do parlamento

Ian Langsdon / EPA

Emmanuel Macron 'En Marche!'

Emmanuel Macron ‘En Marche!’

O novo partido do recém eleito presidente Emmanuel Macron venceu hoje a primeira volta das eleições legislativas em França, com cerca de 32% dos votos, segundo projeções divulgadas pelos media.

De acordo com as mesmas projeções, o partido A República em Marcha! do presidente Emannuel Macron obteve cerca de 32% dos votos, à frente de Os Republicanos, que terão assegurado entre 20 a 21% da votação. Na primeira volta da eleição presidencial, Macron tinha obtido 23,7% dos votos.

A Frente Nacional de Marine le Pen terá obtido entre 13 e 14%, e a França Insubmissa, movimento de extrema-esquerda de Jean-Luc Melenchón, quase 11%.

Continuando a sua tendência de implosão, o Partido Socialista francês deverá ser agora a 5ª força mais votada no país, com 9% dos votos.

Segundo as projeções da estação televisiva francesa France 2, divulgadas às 20:00 (menos uma em Lisboa), ‘A República em Marcha!, aliada ao partido centrista MoDem, poderá vir a eleger entre 390 e 430 dos 577 deputados, e os Republicanos entre 85 e 125.

A maioria absoluta no parlamento francês é de 289 em 577 assentos.

Apesar da pouca expressão da votação socialista, o PS deverá ter assagurado entre 20 e 35 deputados, à frente da França Insubmissa, que deverá ter entre 11 e 21, e da Frente Nacional, que terá assegurado entre 3 e 10.

Caso não haja candidatos com mais de 50% dos votos nas diferentes circunscrições, só aqueles que tiverem, pelo menos, 12,5% dos votos dos eleitores inscritos passam à segunda volta, a 18 de junho.

As urnas abriram às 08:00 horas e encerraram às 20:00 (menos uma Lisboa), mas grandes cidades como Paris, Marselha, Lyon e Lille, duas horas antes nas restantes. Cerca de 47 milhões de eleitores foram chamados a votar e havia 7.878 candidatos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Como assim, “estranha proporcionalidade”?
      Quem é que disse que a representatividade tem que ser assegurada com “proporcionalidade”?
      Em muitos sistemas parlamentares (como o francês e o britânico), os círculos são uninominais, e as pessoas votam no tipo do seu bairro que querem que as represente, independentemente do partido. Há quem ache que isso é que é “representatividade”, e não uma qualquer “proporcionalidade” dos partidos.

Responder a Pedro Cancelar resposta

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …

A famosa "Pirâmide Curvada" do faraó Senefuru foi aberta ao público pela primeira vez em mais de 50 anos

No Egito, foi aberta ao turismo, pela primeira vez desde 1965, a famosa "Pirâmide Curvada", construída por ordem do faraó Senefuru há 4.600 anos. Localizada em Dahshur, a 40 quilómetros a sul do Cairo, a pirâmide, …

Príncipe Carlos diz que temos 18 meses para salvar a humanidade

O príncipe Carlos admite que os próximos 18 meses serão cruciais para a sobrevivência dos seres humanos. Durante este tempo, os líderes mundiais terão de controlar as mudanças climáticas para evitar uma catástrofe irreversível. "Senhoras e …

Novo filme da saga Bond tem Agente 007 feminina

De acordo com jornais ingleses, o filme Bond 25 não terá um novo James Bond, mas sim uma nova Agente 007. No filme, que será uma homenagem ao legado de Roger Moore e de todos …

Manchester United não dá mais do que 33,5 milhões por Bruno Fernandes

O Manchester United só está disposto a pagar 33,5 milhões de euros pelo médio do Sporting Bruno Fernandes, escreve o jornal Mirror esta segunda-feira. De acordo com o diário britânico, a contratação de Harry Maguire …

Caso de ébola detetado em cidade com mais de dois milhões de habitantes

As autoridades de saúde detetaram o primeiro caso de ébola na cidade de Goma, na República Democrática do Congo, onde vivem mais de dois milhões de pessoas, confirmou no domingo o ministro da Saúde congolês. De …

Ordem dos Enfermeiros apresenta queixas contra inspetores da Saúde

A Ordem dos Enfermeiros (OE), liderada por Ana Rita Cavaco, vai apresentar queixas-crime contra a inspetora-geral das Atividades em Saúde e contra os inspetores que participaram na sindicância a esta associação profissional. Em causa está a …

Advogado de Mustafá acusa procuradora Cândida Vilar de terrorismo institucional

O advogado do líder da Juventude Leonina, Filipe Coelho, voltou a apontar baterias a Cândida Vilar, acusando-a de "terrorismo oficial" contra o seu cliente.  De acordo com o Tribuna Expresso, o advogado de Mustafá disse ainda …

Fenprof indignada com palavras cruzadas do Expresso exige pedido de desculpas

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) manifestou-se nesta segunda-feira “indignada” com um tópico nas palavras cruzadas do semanário Expresso, exigindo um pedido de desculpas aos docentes portugueses. Em causa um tópico das palavras cruzadas da …

Apenas 3% das máquinas de venda automática no ensino superior têm fruta

Foram analisadas 135 máquinas em todo o país. Todas tinham doces e apenas uma em cada três disponibilizava opções saudáveis. Deco diz que é preciso mudar disponibilidade alimentar destas máquinas. Apenas 3% das máquinas de venda …