Luxemburgo dá vales de 50 euros a residentes para utilizarem em hotéis no país

O Governo luxemburguês vai dar vales de 50 euros aos mais de 600 mil residentes e trabalhadores fronteiriços, para serem usados em estadias em hotéis no país, anunciou na quarta-feira o ministro das Finanças, Pierre Gramegna.

“Queremos apoiar o turismo, atribuindo um vale de 50 euros a todas as pessoas com mais de 16 anos residentes no Luxemburgo, e também a todos os fronteiriços que trabalham aqui”, explicou o ministro, durante uma conferência de imprensa para apresentar um pacote de medidas destinado a relançar a economia luxemburguesa, após a pandemia da covid-19, segundo noticiou a agência Lusa.

O objetivo da medida é “apoiar os hotéis e estruturas de alojamento no Luxemburgo”, permitindo aos residentes e trabalhadores fronteiriços “conhecer melhor o país”, disse Gramegna, que lamentou os efeitos do fecho das fronteiras, instaurado durante várias semanas, no turismo e na economia nacional.

“Daqui a um ano, celebraremos o 25.º aniversário do acordo de Schengen, e é triste ver até que ponto as fronteiras foram fechadas na Europa. No Luxemburgo, vemos muito bem quais são as consequências para um país quando as fronteiras estão fechadas”, declarou.

O Governo do Luxemburgo anunciou na quarta-feira um pacote de medidas suplementares para fazer face aos efeitos económicos da pandemia do novo coronavírus no país.

Com um custo orçamental previsto de 700 a 800 milhões de euros, o pacote eleva para três mil milhões de euros as despesas diretas do Estado para apoiar a economia, o que corresponde a cerca de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) daquele país, de acordo com o ministro das Finanças luxemburguês.

Entre as medidas está o congelamento do valor das rendas até final do ano, no caso do arrendamento habitacional, e a criação de estímulos fiscais ao arrendamento comercial, estimulando a redução do valor das rendas. O Governo também anunciou que vai duplicar o valor do “subsídio de vida cara”, destinado a pessoas com baixos rendimentos.

O Grão-Ducado, que faz fronteira com a França, Alemanha e Bélgica, tem cerca de 625 mil habitantes, mas todos os dias recebe 200 mil trabalhadores dos países vizinhos. Desde o início da pandemia, o Luxemburgo registou 109 mortos por covid-19 e 3.971 casos de infeção confirmados.

A nível global, segundo um balanço da agência AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 327 mil mortos e infetou quase cinco milhões de pessoas em 196 países e territórios. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …