Pela primeira vez em 228 anos, o Museu do Louvre vai ter uma mulher como Presidente

Laurence des Cars

A historiadora de arte Laurence des Cars vai dirigir o Museu do Louvre, em Paris, o maior e mais visitado do mundo, onde quer refletir a sociedade, como disse à rádio France Inter, depois de conhecida a sua nomeação.

A antiga presidente do Museu d’Orsay, também na capital francesa, vai tornar-se na primeira mulher a dirigir o Louvre desde a sua fundação, em 1793, sucedendo, a partir de 1 de setembro, a Jean-Luc Martinez, conforme o anúncio hoje feito pela Presidência francesa.

Martinez, que esteve no cargo durante oito anos, procurando tornar o museu acessível a todos os públicos, expandindo o número de visitantes e dando vida a vários projetos nacionais e internacionais, como o Louvre em Abu Dabi, dá lugar à historiadora escolhida pelo governo francês, que também foi a primeira mulher à frente do museu parisiense que reúne, entre outros criadores, os expoentes do impressionismo.

O projeto de Laurence des Cars, de 54 anos, submetido à Presidência francesa, “pode dizer muito à juventude, e tornar-se uma câmara de eco da sociedade”, explicou a nomeada à cadeia de rádio France Inter.

Segundo o The Guardian, a nova Presidente é filha de um jornalista e neta do romancista Guy des Cars, sendo também conhecida por apoiar a restituição de obras de arte roubadas pelos nazis durante a segunda guerra mundial, incentivando exposições que ecoam temas contemporâneos e criando programas para atrair mais jovens.

“O Louvre pode ser totalmente contemporâneo. Precisamos de perspetiva, porque saímos de uma crise que nos desestabiliza. Vivemos uma época apaixonante, mas muito complicada”, comentou, anunciando, como primeira medida, criar um departamento que será dedicado a Bizâncio e aos cristãos do Oriente.

A historiadora de arte que dirigia o Museu d’Orsay há quatro anos, foi notada pelo seu dinamismo, nomeadamente com o projeto de abertura do museu e a exposição “Le Modèle noir”, em 2019.

O projeto para o Louvre, bem recebido pelo governo francês, tem a qualidade de “acolher a polifonia do mundo num museu em ressonância” com a sociedade, segundo um conselheiro oficial, citado pela agência France Presse.

O que chamou a atenção do Presidente francês foi o facto de a historiadora “sentir que os debates em sociedade entraram nos museus e não devem ser tratados como discussões, mas como arte e um espetáculo vivo”, acrescentou.

A expectativa de Emmanuel Macron é que Cars consiga “reinventar” o Louvre num mundo de crise pós-pandémica, e “torná-lo num lugar de contemplação e de reflexão aberto a todos”, disse, por seu turno, a ministra francesa da Cultura Roselyne Bachelot.

Jean-Luc Martinez, 57 anos, no seu terceiro mandato no Louvre, estava como diretor interino desde 13 de abril. Foi agora nomeado primeiro embaixador para a cooperação internacional no domínio do património, por Emmanuel Macron.

Ficará encarregado de liderar a política de restituições e a luta contra o tráfico internacional de obras de arte.

O responsável modernizou o Louvre. Sob a sua gestão, em 2019, antes da pandemia, os seus visitantes ultrapassaram o número de 10 milhões, cerca de 71% deles estrangeiros.

Des Cars elogiou o trabalho de seu antecessor dando os parabéns “pelo trabalho que fez nos últimos oito anos. Estou muito feliz por trabalhar com ele nas próximas semanas e meses, porque irá haver um período de transição”, sublinhou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Destroços de avião descobertos no fundo de um lago nos EUA podem pôr fim a um mistério de 56 anos

Trabalhadores que testam equipamentos de investigação subaquática dizem ter encontrado os destroços de um pequeno avião nas profundezas do lago Folsom, na Califórnia. A confirmar-se, podem ter resolvido um mistério com 56 anos. As imagens de …

Norte-americanos envolvidos na fuga de Carlos Ghosn declaram-se culpados

Os dois norte-americanos acusados de ajudarem o ex-presidente da Nissan Carlos Ghosn a fugir do Japão quando aguardava julgamento em liberdade sob fiança declararam-se esta segunda-feira culpados perante a justiça japonesa. De acordo com fontes da …

Enfermeira tentou provar que as vacinas tornam as pessoas magnéticas (mas não correu como previsto)

Na semana passada, a enfermeira negacionista de Ohio Joanna Overholt tentou, durante uma sessão legislativa, provar que as vacinas contra a covid-19 tornam as pessoas magnéticas. Mas não foi bem sucedida. O teste do íman resulta …

Foda e Kostadinov: as recordações à volta do Áustria-Macedónia do Norte

O selecionador da Áustria e um dos jogadores da Macedónia do Norte trouxeram memórias dos anos 90. O jogo entre Áustria e Macedónia do Norte, que terminou com vitória austríaca por 3-1, não estava propriamente na …

Paquistão. Quem não se vacinar pode ficar sem acesso ao telemóvel

O governo regional de Punjab, no Paquistão, decidiu que os cidadãos que não se vacinarem contra a covid-19 "ao fim de um certo tempo" podem ver o cartão SIM do seu telemóvel bloqueado. "Estamos a fazer …

Seleção Nacional testa negativo na véspera da estreia no Europeu

Depois do susto de João Cancelo, que testou positivo ao novo coronavírus, a seleção nacional respira de alívio na véspera da estreia no Europeu, depois de ter testado negativo à covid-19. Esta segunda-feira de manhã, a …

Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo - Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais. A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes …

Advogados repudiam declarações de Cabrita sobre agendamentos do SEF

Um grupo de advogados repudiou as declarações do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que atribuem a um escritório de advogados a responsabilidade pelo mau funcionamento do sistema de agendamentos para atribuição de vistos de …

Fundo Azul só aplicou um quarto do orçamento desde 2016

O Fundo Azul tem tido um orçamento anual de 13 milhões de euros nos últimos cinco anos, mas não tem gasto três quartos desde 2016. Em cinco anos, o Fundo Azul entregou apenas 17 milhões de …

Polónia 1-2 Eslováquia | Paulo Sousa surpreendido no arranque

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, entrou hoje da pior forma no Euro2020, ao perder por 2-1 com a Eslováquia, em encontro do Grupo E, disputado em São Petersburgo, na Rússia. O guarda-redes Wojciech …