Londres alerta que Brexit pode transferir “selva” de Calais para Inglaterra

The Prime Minister's Office / Flickr

O primeiro-ministro britânico, David Cameron

O primeiro-ministro britânico, David Cameron

Um porta-voz do primeiro-ministro britânico David Cameron admitiu esta segunda-feira o risco de que uma saída do Reino Unido da União Europeia (UE) possa levar a uma transferência do campo de imigrantes de Calais, norte de França, para Inglaterra.

“Se o Reino Unido deixar a União Europeia, não há nenhuma garantia de que os agentes britânicos de controlos de fronteira em Calais permaneçam no local”, afirmou o porta-voz adjunto, acrescentando que “se esses controlos não estiverem no local, então não há nada que impeça milhares de pessoas de atravessarem o Canal da Mancha para chegarem a Kent e pedirem asilo”.

Segundo a imprensa britânica, este deverá ser um dos argumentos utilizados por David Cameron, que prometeu fazer um referendo sobre a permanência do Reino Unido na UE até ao final de 2017, na campanha para convencer os eleitores a aceitar o projeto de reformas que negociou com Bruxelas.

O porta-voz do primeiro-ministro britânico sublinhou que o Reino Unido e França têm “relações de trabalho positivas” no que toca às fronteiras, mas que “uma saída da UE colocaria em causa o conjunto da relação”.

Os apoiantes do Brexit – a saída do Reino Unido da União Europeia – acusam o Governo de alarmismo.

“O tratamento dos migrantes em Calais depende de um acordo com França, não com a UE. Não há nenhuma razão para que mude se sairmos da UE”, afirmou Arron Banks, um dos fundadores do movimento “Leave EU”.

“O governo agita este fantasma porque não conseguiu da UE as reformas de fundo que tinha prometido”, acrescentou o empresário.

Já o movimento pró-UE “Britain Stronger in Europe” considera o impacto de uma saída da UE na gestão das fronteiras uma questão real.

“Enquanto membro da UE, temos o melhor de dois mundos”, assegurou Will Straw, um dos dirigentes do movimento. “Graças ao acordo com França, os nossos controlos nas fronteiras estão em Calais e não em Dover. Se sairmos da UE, há um risco real desse acordo cessar, tornando menos seguras as fronteiras do Reino Unido”, alertou.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A Europa paga à Turquia para deter os emigrantes. O Reino Unido paga à França para deter os emigrantes. A Grécia e Itália detêm os emigrantes. Existem paises que não pagam a ninguém e fecharam as respetivas fronteiras aos emigrantes. Existem paises (como o nosso) que desviam recursos nacionais para acolher os emigrantes. Conclusão: Os emigrantes são um problema e não trazem mais valias. Pergunta: Se eles estivessem bem no país deles quereriam vir para cá? Talvez não. E porque não estão bem nos países deles? Não sou historiador mas julgo que no tempo das Cruzadas isto não aconteceu e na Europa existia paz. Se existisse Deus a paz seria eterna.

RESPONDER

Mais de 10 deputados suspeitos de declararem moradas falsas. Duarte Pacheco e João Almeida entre eles

A deputada do Bloco de Esquerda, Sandra Cunha, renunciou ao mandato na Assembleia da República por estar a ser investigada pelo Ministério Público (MP) por falsa morada. Contudo, a bloquista não é a única. De acordo …

"Decisão histórica". Supremo confirma anulação das sentenças contra Lula da Silva

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve, esta quinta-feira, a anulação das condenações ao ex-Presidente na Lava Jato de Curitiba, por corrupção, rejeitando um recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR). Por oito votos contra três, o Supremo …

Houve "um erro de contagem". Presidente da Câmara de Beja quer que a decisão do Governo seja revertida

Esta quinta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que Beja é um dos sete concelhos que não passam para a terceira fase do desconfinamento. Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja, alega que os dados …

A análise dos olhos de um peixe acabou numa impressionante descoberta evolucionária

A rede de nervos que conecta os olhos ao cérebro é muito sofisticada. Uma equipa de cientistas mostrou agora que evoluiu muito antes do que se pensava. A sofisticada rede de nervos que conecta os olhos …

Juiz liberta autarca de Vila Real de Santo António, mas proíbe-a de contactar outros arguidos

A autarca de Vila Real de Santo António, em Faro, e outros três arguidos da “Operação Triângulo” saíram esta quinta-feira em liberdade, com proibição de contactos entre si e com o deputado António Gameiro. No final …

Clubes acham que conseguem mais lucro do que a UEFA

Reunião da Associação Europeia de Clubes marcada para esta sexta-feira. Emblemas europeus pretendem maior controlo sobre os direitos televisivos e os patrocinadores. A "novela" prolonga-se: a Liga dos Campeões deverá mesmo sofrer uma grande alteração no …

Antes de nascerem, as estrelas "saem do casulo" e mostram-se como bolas amarelas

Um descoberta acidental por cientistas cidadãos forneceu uma nova janela única para os diversos ambientes que produzem estrelas e aglomerados de estrelas. De acordo com a cientista sénior do Planetary Science Institute Grace Wolf-Chase, a descoberta …

Um planeta do Sistema Solar pode guardar os segredos da misteriosa matéria escura

Uma equipa de investigadores revelou que o planeta gigante Júpiter pode ser a chave para encontrar a indescritível matéria escura.  A natureza da misteriosa matéria escura é um dos maiores mistérios da Física. Interage gravitacionalmente, uma …

No funeral de Filipe, a família real não vai usar uniformes militares "para evitar envergonhar Harry"

No funeral do duque de Edimburgo os membros da família real não vão usar uniformes militares. A quebra na tradição é justificada como medida "para evitar envergonhar" o príncipe Harry. Segundo o The Sun, a decisão …

FBI diz que grupos radicais dos EUA têm fortes ligações com extrema-direita europeia

O diretor do FBI revela que os radicais norte-americanos são os que têm os laços internacionais mais vastos e que se têm deslocado para se encontrarem com outros ativistas. Os norte-americanos de extrema-direita e com motivações …