Lojistas querem rendas 40% mais baixas para comércio de rua

A Associação de Marcas de Retalho e Restauração (AMRR) pretende que a medida criada para apoiar os lojistas dos centros comerciais no pagamento das rendas passe a aplicar-se também ao comércio de rua.

Recentemente, o parlamento aprovou uma proposta que permite aos lojistas dos centros comerciais pagar, até março de 2021, uma renda variável de acordo com a faturação. Agora, como noticiou o Diário de Notícias esta sexta-feira, a AMRR quer baixar as rendas pagas pelas lojas e restaurantes de rua em 40%, desde abril até ao final do ano.

Esta pretensão é partilhada com a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) e com a AHRESP (Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal), que, em conjunto com a AMRR, “estão unidas numa proposta muito concreta”, garante Miguel Pina Martins, presidente desta última, que representa mais de 100 marcas e mais de 2000 lojas.

Miguel Pina Martins defendeu igualmente que, “no caso de senhorios singulares, e para este período, o Estado deve suspender a taxa liberatória do IRS a que estão sujeitos. A nossa proposta pressupõe, assim, uma partilha de sacrifícios: os lojistas assumem 60%; o Estado 28% no caso de senhorios singulares; os senhorios 12%”, indicou.

E frisou: “São propostas de trabalho, pelo que tanto a AMRR, como as outras associações dos setores que representam, estão naturalmente disponíveis para discutir com vista a encontrar um consenso político e social alargado”.

“As vendas das lojas continuam em queda pela sexta semana consecutiva, fechando também o quarto mês consecutivo com prejuízos elevados. Tanto nas lojas de rua como nas de centros comerciais as perdas têm-se situado na média dos 40%. Lisboa tem estado nesta linha também, e as limitações causadas pelas horas de fecho e lotação do espaço não deixa o setor recuperar”, apontou Miguel Pina Martins.

De acordo com o responsável, a queda atinge tanto o comércio de rua como dos centros comerciais. “As lojas de rua também têm sido muitíssimo afetadas. A quebra é ligeiramente menor, mas nada de grande relevo, uma vez que falamos de variações de 0,5% a 1%, ou seja, há semanas que estão com perdas acima dos 39%. Há problemas com senhorios, mas existe mais equilíbrio. Ainda assim, é uma preocupação que temos e está na nossa agenda”, indicou.

SXC

Segundo a Associação Portuguesa dos Centros Comerciais (APCC), citada pelo Diário de Notícias, a lei das rendas é discriminatória visto que dá uma vantagem competitiva aos lojistas dos centros comerciais face aos de rua, que não viram suspensas as rendas.

Ainda de acordo com o jornal, a intervenção do Estado na relação contratual entre centros comerciais e lojistas é contestada pelos fundos internacionais, que investiram em imobiliário comercial no país.

“Não deixa de ser caricato verificar que os fundos aleguem que não pode haver intervenções do Estado. É que o Estado interveio pelo menos cinco vezes antes desta lei”, notou Miguel Pina Martins.

“Gosto de pensar que tanto a Assembleia da República, como o governo e o presidente da República conseguem olhar com equilíbrio e de acordo com o interesse nacional para a situação, e que não são permeáveis à pressão que está a ser feita por parte dos fundos de investimento internacionais”, afirmou o responsável.

Para Miguel Pina Martins, “a nova lei das rendas é um passo da maior importância no curto prazo. É temporária e diz respeito a um período de crise nunca antes vivido. Ela vai salvar inúmeras empresas dos setores do retalho e restauração, assim como os mais de 375 mil postos de trabalho diretos e indiretos dos lojistas de centros comerciais e não vai levar nenhum centro à falência. E é falso que vai afastar investidores”, argumentou.

Os centros comerciais, continuou, “não podem deixar de fazer parte de uma solução de partilha de sacrifícios com os seus principais clientes “.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …