“Loira famosa”, 35 anos, candidata a presidente. Traição a Putin ou uma farsa?

Maxim Shipenkov / EPA

A apresentadora de TV Ksenia Sobchak, candidata a presidente da Rússia

A recém-anunciada candidatura da apresentadora de televisão Ksenia Sobchak às eleições presidenciais russas de março de 2018 provocou grande repercussão nas redes sociais.

Apesar da sua atual fama, ao ouvir o nome Ksenia Sobchak a maioria dos russos lembra-se primeiro do pai da celebridade, Anatoly Sobchak, ex-presidente da câmara de São Petersburgo, considerado o mentor de Vladimir Putin e o homem que o ajudou a transformar-se no todo poderoso presidente da Rússia.

Ksenia, que nasceu em 1981, em Leningrado, conhece Putin desde criança. Mas quando, após as eleições de 2011 para o parlamento russo, Moscovo e outras cidades do país foram sacudidas por manifestações maciças contra os resultados da votação, Ksenia era um dos rostos do protesto. A jovem exigiu reformas, transparência e o “fim da corrupção”.

Nos últimos anos, Ksenia ganhou peso entre os opositores a Putin, e, de outubro de 2012 a outubro de 2013, foi membro do Conselho de Coordenação da Oposição russa.

Há no entanto quem não acredite totalmente na “traição” da jovem apresentadora ao amigo do pai, considerando que Ksenia é apenas uma “idiota útil” e que a sua candidatura não é mais do que uma manobra de Putin para dividir o eleitorado da oposição.

Esta terça-feira, Ksenia Sobchak assegurou que nas eleições de março de 2018 irá conquistar o voto dos “indignados” e que se Navalny se puder candidatar, se afasta da corrida.

“A minha missão é estabelecer as minhas regras do jogo para que estas eleições se transformem numa autêntica votação popular“, disse a famosa jornalista numa concorrida conferência de imprensa num teatro de Moscovo.

No seu primeiro aparecimento público desde que, a semana passada, anunciou a sua candidatura, Ksenia começou com um pedido para a libertação dos presos políticos que existem no país.

Maxim Shipenkov / EPA

Ksenia Sobchak durante a conferência de imprensa de apresentação da sua candidatura

“Quero começar esta conferência de imprensa com um pedido para a libertação dos presos políticos e o fim da perseguição ilegal de pessoas inocentes, que acontece apenas pelas suas posições políticas”, afirmou Ksenia.

A apresentadora deixou também clara a sua posição sobre o assunto da Crimeia ao afirmar que, “segundo o direito internacional, a Crimeia é da Ucrânia”. Porém, um dos temas que mais interessava aos jornalistas era a opinião de Ksenia sobre o presidente Vladimir Putin, que ainda não confirmou se irá novamente candidatar-se.

Putin salvou a vida do meu pai“, disse Sobchak. Por isso, acrescenta a apresentadora, “não vou insultar Putin como pessoa, mas isto não significa que esteja de acordo com tudo o que o Putin político faz”.

Ksenia nega as alegações de que é uma candidata lançada pelo Kremlin para dividir os votos da oposição e dar legitimidade a uma eleição sem Navalny na corrida.

A candidata admitiu que falou pessoalmente com Putin e o informou do programa da sua candidatura, no qual promete que vai reunir o voto dos descontentes e indignados, para fazer frente ao presidente nas eleições do próximo ano.

Ksenia afirma até que se candidata em nome de Navalny, garantindo que se afasta caso este seja autorizado a candidatar-se. O líder da oposição, que cumpre mais uma pena de prisão, desta vez por organizar manifestações não autorizadas, foi a semana passada  condenado por fraude e está para já impedido de concorrer.

Mas pouco antes de a “loira mais famosa da Rússia” apresentar a sua candidatura, Navalny chamou-lhe uma “celebridade que anda à pesca de likes nas redes sociais“, considerando que a ex-amiga de Putin é uma “caricatura” e “motivo de chacota”, que serve apenas para dar a ilusão de legitimidade a uma eleição que considera ser uma farsa.

A ideia do Kremlin é muito simples“, diz Navalny aos seus seguidores no YouTube, “eles precisam de um candidato caricatura, especialmente se quiserem impedir-me de concorrer. Vão dizer que não posso concorrer porque sou um criminoso extremista, e vão dizer mas olhem, está aqui a Ksenia Sobchak, que diz tudo o que a oposição quer ouvir“.

Uma traição a Putin, ou uma manobra maquiavélica do presidente russo? O tempo o dirá.

ZAP // EFE / RFERL / The Guardian

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Forças armadas alemãs ponderaram recrutar estrangeiros (mas ninguém se quis juntar)

As forças armadas da Alemanha estão a lutar para atrair recrutas muito necessárias, com o número de novos soldados no Bundeswehr a cair para um recorde no ano passado. A escassez é um desafio urgente para …

FC Porto vs Vitória Setúbal | Superioridade total do dragão

O FC Porto não vacilou e regressou às vitórias na Liga NOS. Na recepção ao Vitória de Setúbal, os “dragões” venceram por 2-0, num jogo que esteve longe de ser espectacular e que valeu pela …

Os portugueses dormem pouco e mal

Os portugueses estão a descansar poucas horas, dormindo em média menos de seis horas diárias, com reflexos negativos na vida ativa e social, disse esta sexta-feira o presidente da Associação Portuguesa do Sono (APS), Joaquim …

Vaticano destitui ex-cardeal dos Estados Unidos por acusações de abusos sexuais

A Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington Theodore McCarrick depois de este ser acusado de abusos sexuais de menores e seminaristas, anunciou o Vaticano. Num comunicado, …

Maré de água suja atingiu a já debilitada Grande Barreira de Coral

Um enorme manto de água poluída oriunda das recentes inundações que se registaram no nordeste da Austrália penetrou em partes da já debilitada Grande Barreira de Coral, o maior recife de coral do mundo. Estas camadas …

É oficial: Pedro Marques é o cabeça-de-lista socialista às europeias

O atual ministro do Planeamento e das Infra-estruturas, Pedro Marques, é o cabeça de lista dos socialistas às eleições europeias. Era uma notícia já avançada por vários órgãos de comunicação social e hoje António Costa confirmou-a. …

Governo espanhol aprova ordem de exumação de Franco

O Governo espanhol aprovou a ordem para exumar o ditador Francisco Franco do seu atual lugar de enterro, o monumento do Vale dos Caídos, medida à qual a família ainda se opõe. Os familiares de Franco …

Sonda da NASA aperta órbita em preparação para a missão Marte 2020

A missão MAVEN (Mars Atmosphere and Volatile Evolution) da agência espacial norte-americana, já com 4 anos, está a embarcar numa nova campanha para apertar a sua órbita em torno de Marte. A operação vai reduzir …

Trump precisa de oito milhões de dólares para o muro e a Casa Branca explica onde os vai buscar

A Casa Branca identificou esta sexta-feira os fundos federais que serão utilizados pela administração de Donald Trump para conseguir financiar a construção do muro na fronteira com o México. O Presidente norte-americano declarou esta sexta-feira estado …

Desativação de bomba da II Guerra Mundial paralisa e evacua Paris

Mais de mil moradores e trabalhadores evacuados, comboios urbanos, nacionais e internacionais cancelados, estradas fechadas, rotas de autocarro desviadas e pelo menos uma estação de metro encerrada em Paris. Também o bairro de porte de La …