Livros do Harry Potter banidos de escola católica por terem “feitiços verdadeiros”

Os livros do Harry Potter foram removidos do colégio St Edward Catholic School, nos Estados Unidos, por recomendação de exorcistas.

Uma escola católica privada em Nashville, nos Estados Unidos, retirou os livros do Harry Potter da sua biblioteca, por considerar que as obras de J. K. Rowling incluem “maldições e feitiços reais, que quando lidos por um ser humano correm o risco de conjurar espíritos malignos”.

Segundo o jornal norte-americano The Tennessean, o pastor da escola St Edward, professor de crianças desde a pré-primária até ao oitavo ano, enviou um e-mail aos encarregados de educação a dizer que entrou em contacto com “vários exorcistas” que tinham recomendado a remoção dos livros da biblioteca.

“Os livros apresentam magia como sendo tanto boa como má, o que não é verdade, mas é um engano inteligente”, escreveu o pastor Ver Dan Reehil no e-mail.

Segundo a Sábado, Rebecca Hammel, supervisora das escolas católicas de Nashville, disse que o pastor enviou o e-mail depois de um inquérito de um pai e afirmou que “cada pastor tem a autoridade para tomar tais decisões para a sua escola”. Os livros ficaram nas prateleiras até ao final do ano letivo anterior, mas a escola abriu uma nova biblioteca da qual foram retirados.

A saga de Harry Potter tem atraído a censura dos cristãos desde o primeiro livro de J.K. Rowling. Os opositores afirmam que os livros “glorificavam a magia e o ocultismo, confundindo as crianças e levando-as a tentar imitar feitiços e maldições que leem sobre eles”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas e se é verdade?
    Os verdadeiros obscurantistas dos tempos atuais são os que pensam que vale tudo, os que aceitam todas as religiões e crenças menos a católica.

Presidente promulga lei que lança app Stayaway Covid

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma que estabelece o responsável pelo tratamento dos dados e regula a intervenção do médico no sistema 'Stayaway Covid'. À margem de uma visita a Lagoa, no Algarve, …

Prémios e dados pessoais. Worten alerta clientes para falso SMS em circulação

A Worten alerta os clientes para não partilharem dados pessoais em resposta a mensagens publicitárias falsas que estão a circular por SMS em nome da retalhista, a anunciar um prémio. "Alertamos que não devem ser facultados …

GNR já passou 2200 coimas por falta de limpeza de terrenos. Mais de cem câmaras multadas

Mais de uma centena de câmaras municipais foram multadas por falta de limpeza de terrenos, sendo a ausência de tratamento nas margens das estradas e junto às linhas de distribuição elétrica a principal infração registada …

Presidente do Governo da Catalunha pede a Filipe VI que abdique

O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, pediu na terça-feira ao rei Filipe VI que abdique e solicitou ao presidente do parlamento que convoque uma sessão plenária extraordinária para estabelecer uma "posição comum" …

Virologista chinesa diz que novo coronavírus foi "criado em laboratório militar"

A virologista chinesa que fugiu para os Estados Unidos deu mais uma entrevista onde assegura que o novo coronavírus foi "criado num laboratório militar". Numa nova entrevista, citada pelo jornal online Observador, Li Meng-Yan, a virologista …

Ministério da Saúde abre 435 vagas para médicos de família

É o maior número de vagas dos últimos anos colocadas a concurso para a contratação de médicos especialistas em medicina geral e familiar para o SNS. De acordo com o jornal Público, o Ministério da Saúde …

MP brasileiro processa pastor por anunciar cura com feijões para a covid-19

O Ministério Público brasileiro pediu a abertura de um processo contra o pastor evangélico Valdemiro Santiago e a Igreja Mundial do Poder de Deus, que anunciaram a cura da covid-19 a partir do cultivo de …

Dívida do Estado à ADSE ascende a 200 milhões de euros

A dívida do Estado à ADSE, em 2019, ascendia a 198,2 milhões de euros, segundo o parecer do Conselho Geral e de Supervisão (CGS) ao relatório e contas do ano passado, publicado no site do …

Governo dos Açores violou Constituição ao impor quarentena obrigatória

O confinamento obrigatório de 14 dias que o governo regional dos Açores tem imposto a quem chega à região autónoma é inconstitucional, dizem os juízes do Tribunal Constitucional. As autoridades açorianas violaram a Constituição ao impor …

China caminha a passos largos para a normalidade. Gaming, cerveja e Ikea dão empurrão

A China não regista, desde 17 de maio, vítimas mortais causadas pelo novo coronavírus. No entanto, há dois surtos ativos que parecem não impedir a população de caminhar em direção à normalidade. À semelhança do resto …