Livro com notas pessoais de João Paulo II gera controvérsia na Polónia

ABr

O papa João Paulo II, falecido em 2005

O papa João Paulo II, falecido em 2005

Um livro baseado em anotações pessoais de João Paulo II foi hoje lançado na Polónia envolto em polémica, com documentos que deviam ter sido destruídos pelo antigo secretário particular do antigo papa.

No seu testamento, que foi tornado público após a sua morte a 2 de abril de 2005, o papa polaco pediu que as suas anotações pessoais fossem queimadas.

Mas o seu antigo secretário pessoal Stanislaw Dziwisz, atualmente cardeal e arcebispo de Cracóvia (sul da Polónia), decidiu não destruir os apontamentos e entregou uma parte dos documentos a uma editora local, Znak.

As reflexões teológicas de João Paulo II estão agora reunidas no livro “Estou bem nas mãos de Deus. Notas pessoais 1962-2003“, uma obra com 640 páginas, que inclui também fotografias e cópias de correspondência.

Os apontamentos de João Paulo II serão editados “em todo o mundo na mesma data”, pelo grupo internacional Planeta, disse hoje uma fonte editorial à Agência Lusa. Segundo a mesma fonte, “não há uma data precisa, mas seria desejável que o fosse em abril, tanto mais que o pontífice polaco será canonizado no dia 27”.

O livro é baseado em dois cadernos de apontamentos em que Karol Wojtyla – nome de batismo do papa – escreveu as suas reflexões por ocasião de retiros espirituais.

As anotações, que já tinham sido avaliadas pela Congregação para as Causas dos Santos no âmbito do processo de beatificação de João Paulo II, em maio de 2011, foram escritas em polaco com passagens em latim.

“O papa revelou um pouco da sua alma, o seu encontro com Deus, a contemplação, a devoção e é nisto que reside o maior valor desta publicação”, afirmou Stanislaw Dziwisz, quando anunciou, em janeiro último, o lançamento do livro.

“Não tenho qualquer dúvida. São coisas importantes, falam de espiritualidade, do homem, de um grande papa, e teria sido um crime destruir [os documentos]”, disse Dziwisz, que foi secretário pessoal de João Paulo II durante quase 40 anos.

Polémica

No entanto, há figuras da sociedade polaca que contestam esta atitude de Dziwisz.

“São notas pessoais. Deviam ter sido queimadas, em conformidade com o testamento, ou guardadas nos arquivos do Vaticano ou do arcebispado” de Cracóvia, afirmou, em declarações à agência France Press, Pawel Boryszewski, sociólogo das religiões.

Segundo o padre Tadeusz Isakowicz-Zalewski, “a decisão de publicar notas pessoais do papa é nociva”.

“É uma violação de um testamento. Na cultura europeia, a última vontade ainda é obrigatória”, referiu o padre numa página na Internet.

Em resposta às vozes mais críticas, Stanislaw Dziwisz já assegurou que “as anotações e a correspondência que tinham de ser queimadas, foram queimadas e destruídas”.

A comunicação social polaca também tem criticado o arcebispo de Cracóvia, acusando Stanislaw Dziwisz de estar a rentabilizar a memória de João Paulo II, com a publicação das suas memórias ou com a distribuição de relíquias do futuro santo.

Uma parte dos lucros deste livro será destinada para a construção do Centro João Paulo II, junto do santuário da Divina Misericórdia em Lagiewniki, nos arredores de Cracóvia.

A canonização de João Paulo II, cujo pontificado durou 27 anos (entre 1978 e 2005), está prevista para 27 de abril deste ano, no Vaticano.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Fã descobriu morada de estrela pop nos reflexos nos olhos de uma selfie e atacou-a

A influencer japonesa Ena Matsouk que integra uma banda pop do país foi atacada sexualmente por um fã, depois de este ter descoberto onde é que morava através de uma selfie que ela publicou nas …

Comer bem melhora ativamente os sintomas de depressão

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, sugere uma conexão casual entre a dieta e a depressão. Uma equipa de cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, realizou um estudo controlado …

Presidente da China promete esmagar o corpo e quebrar os ossos aos separatistas

O Presidente da China, Xi Jinping, afirmou que "quem tentar atividades separatistas em qualquer lugar da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados", de acordo com a edição digital desta segunda-feora do …

Ucrânia 2 vs 1 Portugal | Adeus ao primeiro em dia de CR700

O primeiro lugar do Grupo B já não foge à Ucrânia. Portugal foi a Kiev dominar e atacar muito, com 24 remates e diversas oportunidades, mas esbarrou no guarda-redes Andriy Pyatov – tal como no …

Primeira protagonista feminina de Astérix é parecida com a ativista Greta Thunberg

Como sempre, a saída de um novo álbum de Astérix, o grande herói da banda desenhada franco-belga, está rodeado de um grande segredo. Aliás, não poderia ser de outro modo pois é também um irredutível …

O Fortnite, um dos jogos mais populares do mundo, foi "engolido" por um buraco negro e desapareceu

O Fortnite, que já é considerado um dos jogos mais populares da atualidade, desapareceu durante o fim-de-semana. Agora, o que surge no ecrã dos jogadores, depois do fim da temporada X, é apenas um buraco …

Kais Saied eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos

O professor universitário Kais Saied, um estreante no mundo da política, foi eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos na segunda volta das presidenciais antecipadas de domingo, anunciou esta segunda-feira a instância eleitoral (Isie). De …

Série SpongeBob acusada de "violência", "racismo" e de perpetuar o "colonialismo"

A série infantil SpongeBob foi acusada de perpetuar o "racismo" e o "colonialismo" junto dos mais novos. A crítica é feita por uma professora da Universidade de Washington. No fundo do mar, a vida parece feliz. …

Neymar pára quatro semanas devido a lesão na coxa

O futebolista do Paris Saint-Germain Neymar (PSG) vai ficar afastado da competição nas próximas quatro semanas, após ter contraído uma lesão na coxa ao serviço da seleção brasileira, informou esta segunda-feira o clube francês no …

Vitor Baía e Villas-Boas voltam a abordar o futuro como potenciais sucessores de Pinto da Costa no FC Porto

André Villas-Boas foi entrevistado pela rádio France 3 e voltou a falar do sonho de ser presidente do FC Porto. Já Vitor Baía diz estar em paz em relação ao que poderá acontecer quando Pinto …