Líder da oposição da Rússia detido durante mega-manifestação contra a corrupção

O opositor russo Alexeï Navalny foi hoje detido pela polícia durante a manifestação contra a corrupção que reuniu milhares de pessoas no centro de Moscovo, anunciou a sua porta-voz.

O líder oposicionista Alexeï Navalny “foi detido na praça Maïakovskaïa”, que fica no itinerário da marcha, proibida pelas autoridades, escreve a porta-voz Kira Iarmych no Twitter.

“Tudo está bem comigo”, escreveu entretanto o próprio Navalny na sua conta do Twiter.

Através da mesma rede social, o grupo OVD Info disse que mais de 130 pessoas foram detidas em Moscovo, onde no centro da cidade a polícia usou gás pimenta para dispersar a multidão.

Milhares de pessoas participam hoje na Rússia em manifestações contra a corrupção, protestos que têm sido conduzidos por Alexeï Navalny.

As manifestações têm decorrido em várias cidades e as agências de notícias internacionais reportam pelo menos uma dezena de detidos em Vladivostok.

A oposição convocou o protesto depois de ter sido divulgado um relatório em que o primeiro-ministro Dmitri Medvedev é acusado de controlar um império imobiliário através de uma rede oculta de uma organização não governamental.

Alexeï Navalny colocou no Youtube um vídeo de 50 minutos no qual descreve as táticas a que acusa o primeiro-ministro de ter recorrido, um documento que teve mais de 11 milhões de visualizações.

De acordo com Navalny, as manifestações estavam previstas para 99 cidades, mas em 72 delas as autoridades opuseram-se à sua realização, invocando razões como operações de limpeza, concertos ou eventos organizados por movimentos favoráveis ao Kremlin.

UE apela à Rússia para libertar “imediatamente” manifestantes detidos

A União Europeia já apelou à Rússia para libertar “imediatamente” as centenas de “manifestantes pacíficos” presos durante protestos contra a corrupção.

“As operações policiais na Federação Russa, que tentaram dispersar manifestações e prenderam centenas de cidadãos, incluindo o líder da oposição Alexeï Navalny, impediram-nos de exercer as suas liberdades fundamentais, incluindo liberdade de expressão, de associação e de reunião pacífica, que estão consagradas na Constituição russa”, disse um porta-voz da UE em comunicado.

“Instamos as autoridades russas a respeitarem os compromissos internacionais (…) a respeitar estes direitos e a libertar sem demora os manifestantes pacíficos que foram detidos”, acrescentou.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem qual a melhor altura para consumir proteínas

Uma equipa de investigadores sugere que a melhor altura para consumir proteínas é ao pequeno-almoço. É nesta altura do dia em que o corpo humano colhe mais benefícios. Os alimentos mais ricos em proteínas são os …

Matheus: "Não sei o que se passa em Barcelona, nem me trataram como jogador"

Matheus Fernandes tinha contrato com os catalães até 2025 mas, em junho, soube que ia sair do clube... por e-mail. Já assinou pelo Palmeiras mas não esquece o que aconteceu em Espanha. Tinha sido um dos …

Quem são os 91 portugueses nos Jogos Olímpicos (e as 4 medalhas que vão conquistar)

Participação portuguesa em Tóquio arranca neste sábado. Serão 91 atletas espalhados por 17 modalidades. Associated Press fez previsão para todas as especialidades presentes nos Jogos Olímpicos. Portugal teve 17 atletas na cerimónia de abertura dos Jogos …

Encontrada "impressão digital" do megatsunami provocado pelo asteróide que matou os dinossauros

Cientistas encontraram uma "impressão digital" no centro do Luisiana, nos Estados Unidos, do megatsunami provocado pelo asteróide que levou à extinção dos dinossauros. A devastação causada pelo asteróide que exterminou os dinossauros há 66 milhões de …

De que forma é o universo? Astrofísicos acreditam que pode ser um donut 3D gigante

Um novo estudo pode vir mudar a percepção de que o universo é infinito. Será que o universo é infinito? Qual será a forma do cosmos? Já há séculos que estas perguntas andam nas mentes dos …

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …

"Pingdemic". Há uma nova "pandemia" a causar escassez de comida e combustível no Reino Unido

As medidas de distanciamento social no Reino Unido caíram e, como consequência, centenas de milhares de pessoas estão a ser notificadas para cumprir isolamento. A partir desta segunda-feira o uso de máscara e outras medidas de …

O lago mais improvável de Roma é um refúgio urbano (que impulsiona o ativismo ambiental)

O lago mais improvável de Roma, que nem sequer devia existir, motivou uma luta pela proteção ambiental do local. No anos 90, num local de construção a apenas alguns quilómetros a leste do Coliseu de Roma, …

Afeganistão. EUA lançam ataques aéreos enquanto Talibãs exigem a renúncia do Presidente

Os Estados Unidos (EUA) entraram num confronto pela cidade de Kandahar, realizando ataques aéreos em apoio às forças afegãs, enquanto os Talibãs apelam ao Presidente Ashraf Ghani para renunciar. O porta-voz do Pentágono, John Kirby, avançou …