Libertados portugueses confinados em restaurante em Madrid. Pagavam 400 euros por metro e meio de espaço

Usien / Wikimedia

A polícia espanhola libertou cerca de vinte pessoas, incluindo portugueses, que viviam confinados num restaurante de Madrid em condições sub-humanas. Eram forçadas a pagar 400 euros por mês para morar num espaço de um metro e meio.

A investigação começou quando agentes detetaram que as pessoas residiam dentro deste estabelecimento comercial, que havia cessado a sua atividade. Numa inspeção local, encontraram cidadãos de Portugal, Espanha, Bangladesh, Colômbia, Filipinas, Honduras, Peru e Venezuela.

A proprietária do restaurante e o proprietário do imóvel foram detidos e acusados dos crimes de favorecimento de imigração irregular, coerção e contra a saúde pública, disse esta sexta-feira fonte da polícia espanhola.

No restaurante, localizado no bairro de San Blas, em Madrid, cerca de vinte pessoas moravam em espaços de apenas metro e meio, separadas por plástico ou papelão, incluindo dois bebés com menos de um ano de idade.

Estas pessoas pagavam 400 euros por mês e, quando não conseguiam realizar o pagamento, eram submetidos a coação, impedidos de aceder aos serviços básicos, forçavam-nos a dormir em espaços ainda mais pequenos, tendo sido ameaçados de serem infetados com o novo coronavírus.

As pessoas viviam dentro do estabelecimento em condições insalubres, amontoados em espaços muito pequenos e inadequados para a habitabilidade, detalhou a polícia. Os responsáveis instalaram colchões no balcão do bar, na cozinha ou no quintal, separando cada “quarto” por papelão ou plástico.

No caso de não poder pagar o aluguer, impedia-os de aceder aos suprimentos básicos e transferia-os para espaços ainda menores, como banheiros pequenos ou até uma sala fria. Além disso, para intimidar ainda mais as vítimas, a proprietária do restaurante disse que era portadora do novo coronavírus e tossia e espirrava em pratos e outros itens quando estavam na hora das refeições.

O proprietário do imóvel também estava ciente das práticas da dona do restaurante, pelo que também foi detido. A polícia detalhou que a investigação ainda está aberta e a existência de outras pessoas envolvidas não é descartada porque algumas das vítimas trabalhavam num hostel.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Não há espaços de um metro e meio! Quando muito há comprimentos, larguras, alturas, etc. Um espaço poderá ter uma área de 1,5 metros quadrados ou um volume de 1,5 metros cúbicos. Um metro e meio, simplesmente não é possível.

    • Ora, ora., se pode ter tantos metros qusradrados, também pode ter outros tantos metros. Se se pode omitir uma dimensão, porque não duas? Eu percebi a notícia.

      • Tem toda a razão o Klassifield. Infelizmente é cada vez mais frequente esse erro. O metro é uma medida de comprimento. Se nos estamos a referir à uma área, como era o caso, a unidade teria de ser o metro quadrado. Parece tudo igual, mas não é. É tão errado e ignorante como dizer que “a temperatura hoje é de 25 kg” ou que “o meu peso é de 70° centígrados”. Simplesmente está errado!

    • Completamente de acordo.
      E como não há acesso à noticia original, fica-se sem saber se era 1,5m², se 1,5mx1,5m, etc.
      Para a base da notícia (exploração, falta de humanidade, …) pode não fazer grande diferença, percebendo-se o mais importante.
      Mas, ao referir-se a exiguidade e um determinado valor de dimensão, dever-se-ia indicá-los de forma correta.

    • Porque é que estava a falar mal dos chineses? Eles fizeram-lhe algum mal? Acha que eles foram quem primeiro foram infectados pelo vírus porque quiseram? Podia-lhes ter acontecido a eles como podia acontecer com os portugueses.

  2. Pois gente ordinária e oportunista sem um mínimo de escrúpulos existe por todo o lado, que a justiça espanhola tenha a coragem de os condenar nas devidas proporções dos acontecimentos.

  3. É tretas! Portugueses a pagar 400 euros por um cubículo? Só podem ser imigrantes que se dizem Portugueses, pois os portugueses em Portugal tem direito a casa e subsídios!

RESPONDER

Romualda Fernandes - PS

"Senti alguma dor". Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores. Em causa está uma notícia da Agência Lusa, …

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …