/

Liam Thorp era prioritário na vacinação contra a covid-19 por ter 6,2 cm. Foi um erro

4

James Maloney / Liverpool Echo

Liam Thorp, editor do Liverpool Echo

Liam Thorp, um homem de 32 anos sem comorbilidades, foi incorporado na lista de cidadãos prioritários para a vacinação contra a covid-19 no Reino Unido. Tudo por causa de um erro no sistema, que o registou com 6,2 cm de altura, dando-lhe um índice de massa corporal (IMC) de 28.000.

A história insólita é contada pelo The Guardian que refere que Liam Thorp, editor político do Liverpool Echo, ficou muito “confuso” com toda a situação, tendo partilhado a sua experiência “francamente surreal” numa thread do Twitter, que rapidamente se tornou viral.

O jovem, de 32 anos, surgia nas listagens com um índice de massa corporal equivalente a 28.000, causado pelo facto de, em vez de o registarem com 6’2 feet de altura – o equivalente a 1,88 metros -, terem escrito que tinha apenas 6,2 centímetros de altura.

Thorp telefonou para o NHS (o equivalente britânico ao Sistema Nacional de Saúde) para tentar perceber o que tinha acontecido. De acordo com o jornal britânico, o engano foi corrigido.

“Eu ganhei alguns quilos no confinamento, mas fiquei surpreendido por me ter tornado, clinicamente, um obeso mórbido. Esta situação fez-me repensar o que devo fazer nas noites das panquecas”, ironizou, em declarações à BBC Radio 5.

Na rede social, a história foi partilhada com o título “Fui convidado a levar a vacina porque o NHS pensava que eu tinha 6 centímetros”, numa publicação onde Liam Thorp escreveu: “A notícia que nunca pensei que iria escrever“.

  Liliana Malainho, ZAP //

4 Comments

    • Caro leitor,
      Temos uma quantidade inesgotável de lápis azul para comentários que não cumpram os Termos e Condições e o Estatuto Editorial do ZAP. No seu caso, temos a certeza de que consegue exprimir as suas opiniões e críticas, nomeadamente ao trabalho do ZAP, sem injuriar gratuitamente quem o faz. Quando o fizer, agradecemos-lhe o comentário e corrigimos qualquer erro que nos seja apontado se for caso disso.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.