/

Klopp rendido a Jesus: “Se houvesse eleições, seria presidente do Brasil”

(dr) Liverpool FC

Jurgen Klopp, treinador do Liverpool, elogiou o trabalho de Jorge Jesus nos clubes por onde passou. Disse ainda que se houvesse eleições no Brasil, o português seria eleito presidente.

Em antevisão ao encontro da final do Campeonato do Mundo de Clubes, o treinador do Liverpool, Jurgen Klopp, rasgou largos elogios a Jorge Jesus. O técnico alemão confessou estar atento ao percurso do treinador do Flamengo e salientou o trabalho feito no Benfica e no Sporting.

“Foi um treinador de sucesso no Benfica e no Sporting. É uma personagem, obviamente, e é famoso por ser muito organizado. Sigo-o há muito tempo, conhecemo-nos num encontro de treinadores da UEFA, mas é a primeira vez que jogamos um contra o outro, se não me engano”, disse Klopp, citado pelo jornal A BOLA.

“Fez um trabalho incrível, mudou praticamente tudo no Flamengo. Se houvesse eleições, provavelmente seria presidente do Brasil“, acrescentou, provocando risos da parte dos jornalistas presentes.

Por fim, o treinador germânico disse ainda que Jesus tem tudo o que é preciso para voltar para a Europa, mas se calhar só não o faz porque não quer. “Ele tem condições para vir para um clube europeu se quiser, mas se calhar o Rio é uma cidade tão boa que ele quer ficar“, atirou.

O Liverpool selou a presença na final do Mundial de Clubes ao derrotar o Monterrey por 2-1. Os ingleses conseguiram o golo da vitória já para lá do minuto 90, por intermédio de Roberto Firmino.

Já o Flamengo conseguiu uma vitória confortável por 3-1, sobre o Al Hilal, apesar de até ter começado a partida a perder. De Arrascaeta, Bruno Henrique e um autogolo de Albulayhi deram o triunfo ao emblema brasileiro.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.