Kim Jong-un diz que tem o território dos EUA nas mãos

(dv) KNS / KCNA

O líder norte-coreano Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, afirmou, durante a realização do recente teste de míssil balístico a partir de um submarino, que o seu país “tem nas suas mãos o território continental dos EUA e a zona de atividade operacional no oceano Pacífico”.

Depois de a Coreia do Norte ter realizado esta quarta-feira o teste de um míssil balístico a partir de um submarino no mar do Japão, Kim Jong-un declarou que o lançamento “mostrou que a Coreia tem plena capacidade de realização de um ataque nuclear“, diz a agência estatal norte-coreana KCNA.

“Desta vez, o teste do lançamento de um míssil balístico tornou-se o sucesso dos sucessos, a vitória das vitória”, afirmou o líder norte-coreano.

O líder norte-coreano informou ainda que a segurança dos sistemas de lançamento, a potência do motor de combustível sólido, a segurança dos sistemas de navegação e a precisão de destruição de alvos das ogivas “alcançaram completamente o nível operacional desejado”.

O míssil percorreu cerca de 500 quilómetros e penetrou 80 quilómetros na zona de identificação de defesa aérea do Japão, o que aconteceu pela primeira vez, deixando o país em alerta.

Nas palavras do líder norte-coreano, “a tecnologia de lançamento foi levada até à perfeição”. Pyongyang declarou que a distância de voo foi deliberadamente corrigida devido ao ângulo elevado de lançamento e trajetória parabólica de voo, de forma a não causar danos aos países vizinhos.

De acordo com a agência de notícias sul-coreana Yonhap, o míssil poderia ter ultrapassado uma distância de mais de mil quilómetros se tivesse sido lançado a um ângulo normal.

O lançamento provocou forte repercussão na comunidade internacional. Os EUA condenam o teste e o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, declarou apoio à cooperação com China e Coreia do Sul para enfrentar a ameaça de Pyongyang.

Desde o início do ano, a Coreia do Norte tem testado estes mísseis repetidamente, o que já levou o Conselho de Segurança da ONU a endurecer as sanções contra o país.

Os mísseis balísticos norte-coreanos, capazes de transportar ogivas nucleares, têm um alcance de até 10.000 km, podendo atingir a maior parte dos países da Ásia, América do Norte e Europa.

Lisboa está para além do alcance dos mísseis norte-coreanos, mas o Porto e o norte de Portugal estão ainda dentro do raio de acção das armas nucleares norte-coreanas.

(dr) RT

Alcance dos mísseis balísticos da Coreia do Norte

Alcance dos mísseis balísticos da Coreia do Norte

Os mísseis norte-coreanos são capazes de atingir todo o território do Japão, da Coreia do Sul, da Rússia e da China, e cobrem metade do território norte-americano.

A América do Sul é o único continente que está completamente fora do alcance das armas balísticas da Coreia do Norte.

ZAP / SN

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Olha lá que gordinho está o líder… Em contra partida os seus anfitriões devem passar fome, pois vê-se-lhes o sol pelas orelhas.

    • Estão à espera de ser enrabados.
      Sinceramente não se entende. Sabendo que este cromo é completamente louco, esquizofrénico, sendo bem capaz de lhe dar na caixa cornea um dia destes e desatar a mandar misseis pra todo o lado e …. Ninguém parece importar-se muito. Julgam que não merece crédito, que é apenas um estupidinho inconsequente a brincar ás potencias nucleares mas, se o gajo se passa se calhar não vamos a tempo da emenda.

    • meu amigo suas palavras sao lindas mais esta longe da realidade existe eles tem uma tecnologia que deixa seus misseis invisiveis a qualquer tecnologia no mundo e eles tem mais cartas escondidas na manga

  2. De duas umas: ou os generais da Coreia do Norte são tolos ou devem comer da gamela pública que nem porcos. Caso contrário já tinham enfiado dois balázios no bestunto do troglodita Kim Jong-un, um animal que não tem a menor noção do que faz e diz e os tolinhos dos generais ainda andam com o bloco nas mãos a apontar as pachouchadas que saem da boca, digo, do esgoto aferente do Kim. É caso para dizer: a estupidez humana não tem nenhum limite.

  3. Mas estão a espera de uma catástrofe para depois irem limpar o sebo a este puto completamente doido varrido?Vão cometer o mesmo erro que fizeram na siria só depois da desgraça é que tomam medidas???

  4. Este é um dos poucos países comunistas fundamentalistas ainda existentes no mundo. Quase tão mau como a União Soviética dos velhos tempos. Será que é isto que o PCP e o Bloco de Esquerda defendem? Ideologicamente estão mais perto disto do que das sociais-democracias europeias. Porque não emigram para a Coreia do Norte?

  5. Achei graça ao texto ao referir-se que: o Porto e norte, não estão a salvos da geringonça do Kim! Se acontecesse, o sul não morreria da doença mas, morreria da cura!

  6. O Comunista Bernardino Soares, disse uma vez ma Assembleia da Republica, que o único País Democrata do Mundo, era a Coreia do Norte.

  7. Os misseis têm até 10000 kms de alcance…..e diz, assim, o Tóne – ” Lisboa está para além do alcance dos mísseis norte-coreanos, mas o Porto e o norte de Portugal estão ainda dentro do raio de acção das armas nucleares norte-coreanas.”

    És mesmo como um nabo….

  8. Pois é, havia um partido, ou será que ainda existe? que disse que a Albânia era o país que se vivia muito bem. O resultado foi o que se viu. Passou do melhor para o pior país mais pobre do Mundo, quando se despoletou o “Comudismo”. Coitadinho do fedelzinho deve estar a saltar da tumba, o tal que o nosso Presidente Marcelo foi visitar. 🙁 🙁 Aconselho o nosso Presidente a ir visitar mais este ditadorzinho das alfavacas.

RESPONDER

Foi a escuridão (e não o frio) que ditou a extinção dos dinossauros

Uma nova investigação sobre o asteróide que causou a extinção dos dinossauros sugere que foi a escuridão, ainda antes do frio, que ditou o fim destes animais. De acordo com a nova investigação, cujos resultados foram …

34 anos depois, dados da Voyager 2 revelam mais um segredo de Urano

Mais de 30 anos depois, os dados da Voyager 2, que sobrevoou o planeta em 1986, permitiram aos cientistas da NASA desvendar mais um segredo de Urano. Em janeiro de 1986, a Voyager 2 sobrevoou Urano. …

Está a nevar em Plutão

Em julho de 2015, a sonda New Horizons da NASA concluiu uma longa e árdua jornada pelo Sistema Solar, viajando a 36.000 mph durante nove anos e meio. Toda a missão focava-se em mapear a …

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …