“Acertou em cheio”. Kamala Harris é a escolha de Biden para a vice-presidência

Michael Reynolds / EPA

A senadora da Califórnia Kamala com o candidato democrata às presidenciais Joe Biden

A três meses das presidenciais nos EUA, o candidato Joe Biden anunciou a sua escolha para a vice-presidência. Kamala Harris será o seu braço direito. Este é um momento histórico pois é pela primeira que o cargo será ocupado por uma mulher de cor.

A nomeação da senadora da Califórnia Kamala Harris já é vista como uma estratégia para derrotar Donald Trump. Num ano eleitoral moldado pela pandemia do coronavírus, esta é uma chamada de atenção sobre questões raciais.

Harris tem 55 anos, uma carreira de mais de 30 anos como advogada, e é filha de imigrantes provenientes da Jamaica e da Índia. É a primeira mulher negra e asiático-americana a ser nomeada para um cargo presidencial de um partido importante.

“Tenho a honra de anunciar que escolhi Kamala Harris como minha companheira na corrida às presidenciais”, escreveu Joe Biden na rede social Twitter. Também Harris se manifestou e disse que se sentia “honrada” por se juntar a Biden, e prometeu “fazer o que for preciso para torná-lo nosso presidente”.

Neste momento, Harris está entre as mulheres negras mais relevantes da política americana. A asiático-americana cumpriu seis anos como procuradora-geral da Califórnia antes de chegar ao Senado em 2016.

Embora Biden e Harris já tenham entrado em confronto durante os debates presidenciais democratas no ano passado, a candidata tornou-se numa importante voz em questões de justiça racial. Num ano eleitoral atribulado pelos protestos em todo o país devido ao assassinato de George Floyd, esta escolha de Biden personifica uma estratégia para reforçar a conquista de negros e mulheres.

A escolha de Harris tem um grande peso. Não apenas para as perspetivas políticas  dos democratas, mas também para o futuro do partido. A nomeação de Harris, uma democrata de 55 anos, levanta já a eminencia da a candidata como uma potencial sucessora que poderia se tornar a primeira mulher presidente dos EUA.

Aos 77 anos, Biden seria a pessoa mais velha já eleita. O democrata apresentou-se como um “candidato de transição” e uma “ponte” para uma nova geração de líderes.

Barack Obama já reagiu à escolha e considera que “Joe Biden acertou em cheio essa decisão”. O ex-presidente dos EUA passou por um processo semelhante em 2008, quando escolheu Biden como seu braço direito.

“Ao escolher a senadora Kamala Harris como a próxima vice-presidente da América, Biden enfatizou seu próprio julgamento e caráter. A realidade mostra que esses atributos não são opcionais em um presidente. São requisitos do trabalho” refere Obama, em comunicado.

Por outro lado, Donald Trump já veio criticar a escolha do seu adversário. Num vídeo publicado no Twitter, acusa Kamala Harris de ser hipócrita, lembrando aos eleitores o que ela já disse sobre Biden em outros momentos políticos.

Segundo o The Guardian, as mulheres negras foram essenciais para o sucesso de Biden nas primárias democratas. Este apoio traduziu-se na vitória na Carolina do Sul, após uma série de derrotas dolorosas. Porém o cenário político mudou depois da morte de George Floyd em Minneapolis, o que desencadeou meses de protestos anti-racismo que intensificaram a pressão sobre Biden para selecionar um companheiro negro.

Harris foi eleita para o Senado em 2016, tornando-se a segunda mulher negra a servir na Câmara. Agora, pode vir a ser a primeira vice-presidente negra dos EUA. Ao longo dos anos, apenas duas mulheres foram indicadas para a vice-presidência de um grande partido político e nenhuma foi bem-sucedida: Sarah Palin, a governadora do Alasca, em 2008, e a congressista Geraldine Ferraro em 1984.

“Este é um passo numa luta muito maior por representação em direção à democracia multirracial que as mulheres de cor sonharam, lutaram e pela qual sangraram por gerações. Precisamos de mulheres negras, latinas, indígenas e asiático-americanas liderando em todos os níveis da política americana”, destaca Aimee Allison, fundadora da She the People, uma organização dedicada a mobilizar mulheres negras.

De acordo com o The New York Times, uma nova sondagem nacional, divulgada esta terça-feira, mostra Biden mantendo uma vantagem de 10 pontos sobre Donald Trump, com apenas 4% dos eleitores permanecendo indecisos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …

Mapa online interativo ajudou indígenas do Panamá a fazer frente à pandemia

Quando a covid-19 chegou ao Panamá no ano passado, o cartógrafo Carlos Doviaza temeu pelas pessoas indígenas da sua comunidade. Por isso, para as ajudar, dedicou-se a fazer aquilo que faz melhor: mapas. "Pensei: 'Porque não …

"A política ama traição, mas despreza o traidor". Sócrates acusa PS de "ataque injusto" (e diz-se alvo de "vingança" da direita)

"A política ama a traição, mas despreza o traidor". No livro "Só Agora Começou", que será publicado nos próximos dias, José Sócrates acusa a atual direção do PS de traição. De acordo com o Diário de …

Portugal regista mais 566 casos e seis óbitos por covid-19

Portugal registou, este domingo, mais seis mortes e 566 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

PS quer que Cavaco Silva diga "quando é que soube do buraco do BES"

O PS quer que o antigo Presidente da República Cavaco Silva esclareça "quando é que soube do buraco do BES" e porque é que "não agiu atempadamente" para evitar o aumento de capital, que gerou …

Perdoar o passado, celebrar o renascimento e cumprir tradições. A primavera traz o Nowruz, o ano novo persa

Assim que as flores começam a desabrochar e os dias ficam mais longos, fica claro que o Nowruz está prestes a chegar. A celebração do ano novo iraniano é secular, com raízes que remontam a …

“Mostrámos que sabemos governar”. Bloco apresenta candidata a Lisboa (e abre a porta a acordo com PS)

O Bloco de Esquerda apresentou a candidatura de Beatriz Gomes Dias à Câmara Municipal de Lisboa, pediu “mais força” para determinar a governação da cidade e abriu a porta a novos entendimentos com o PS …

Fé nos números. Foi o voto não religioso que Donald Trump perdeu em 2020 

Em novembro de 2020, Joe Biden foi eleito Presidente dos Estados Unidos da América. Uma análise revelou recentemente que a derrota de Donald Trump dependeu daqueles que não se identificam com nenhuma religião. Ryan Burge, professor …